BaristaMercado

Quer uma La Marzocco personalizada em casa?

La Marzocco Isso já é possível! Observando o crescimento do interesse dos apreciadores de café pelas máquinas da marca, a italiana La Marzocco desenvolveu um segmento dentro da empresa, a Home. Em uma loja online é possível customizar sua máquina de espresso de um grupo: a La Marzocco GS3. O coffee geek pode indicar a cor spy on iphone do assignment structure c equipamento, http://iphonespyapponline.com/ o material que prefere o acabamento do porta-filtro, se tem acessórios e se é manual spy a mobile phone free ou automática. O valor básico de do my homework for money uma máquina é de 6.900 dólares. Há também utensílios, como tampers, pitchers, moinhos e, claro, as famosas camisetas da marca. Quem adquire o equipamento terá acesso a cursos online com a coursework writing service história do espresso. O Espresso: The Art of Extraction é resultado da colaboração da La Marzocco com a ChefSteps, uma companhia gastronômica reconhecida na área educacional, a LA-based barista e a G&B Coffee, do barista campeão Charles Babinski. O serviço está disponível somente nos Estados Unidos. Enquanto isso você pode customizar sua máquina no site www.lamarzoccohome.com e ir sonhando em ter uma GS3 em casa. Confira no vídeo abaixo um pouco sobre os cursos online:

TEXTO Mariana Proença • FOTO Divulgação/La Marzocco

BaristaMercado

Norueguês, campeão de Aeropress, é o novo mestre de torra da Feito a Grão

FeitoaGrão_EysteinVeflingstad Quem esteve na Semana Internacional do Café deste ano deve ter notado um rapaz com cara de “gringo”, com sua Aeropress para cima e para baixo, preparando com o equipamento os mais diferentes cafés que encontrava pela feira. Eystein Veflingstad é norueguês, trabalhou nos últimos 15 anos como barista e mestre de torra na Noruega, viajou o mundo em busca de cafés especiais e este ano ganhou o Campeonato de Aeropress em seu país. É esse profissional que agora faz parte da rede de cafeterias Feito a Grão. Segundo Marcelo Szporer, proprietário da marca, Eystein será responsável pela escolha dos grãos, pela torra dos microlotes e do blend de espresso, além de realizar o treinamento dos baristas da casa. A parceria faz parte de uma série de investimentos que a marca vem fazendo para acompanhar as tendências de mercado e melhorar a qualidade de seus cafés e cafeterias. A compra de um torrador, a participação em diversos cursos de torra e a visita a fazendas pelo Brasil, de acordo com Marcelo, o fizeram “mergulhar mais fundo no mundo dos cafés especiais”, e seguir em uma “rota de crescimento que precisa, obrigatoriamente, passar pela torra dos nossos próprios grãos”. “Queremos interagir e colaborar com a corrente da qual somos o elo final”, disse ele. A marca Feito a Grão já conta com 11 cafeterias em funcionamento e mais uma nova loja que vai ser inaugurada até o final do ano. Para 2015, a meta é abrir mais 10 unidades. Ah! Se quiserem saber como Eystein Veflingstad veio parar no Brasil, mais precisamente em Salvador (BA), faça uma visita à Feito a Grão e troque uma ideia com ele, que esta sempre disponível para uma boa conversa.

TEXTO Hanny Guimarães • FOTO Divulgação/Feito a Grão

BaristaMercado

Ensei Neto reúne café, cachaça e chocolate em novo curso

Degustação_Ensei_Neto

Entre os dias 25 e 28 de novembro, o especialista em cafés especiais, Q-Grader e SCAA Cupping Judge, Ensei Neto, apresenta o curso Educação Sensorial: cafés especiais, cachaças artesanais e chocolates finos, em São Paulo (SP).

Ao lado dos profissionais convidados como o cachacier Maurício Maia e o especialista em chocolates Carlos Henrique Silva, Ensei irá guiar os alunos pelos sabores das bebidas e alimentos.

Ao todo são 36 horas-aula, teóricas e práticas, com aula externa para explorar o universo dos aromas e aula noturna, optativa, com harmonização. O curso é destino a profissionais do setor, chefs, sommeliers, mixologistas e bartenders, classificadores de café e baristas e interessados em ampliar conhecimento na área.

Serviço
Local: Centro de Preparação de Café – Sindicafé SP
Endereço: Praça Dom José Gaspar, 30, 22 andar, Edifício Thomaz Edison
Data: 25 a 28 de novembro
Valor: R$ 1.950
Inscrições: (11) 3125-3160 (falar com Adriana) ou cpcsp@sindicafesp.com.br

TEXTO Da redação • FOTO Ensei Neto/Divulgação

BaristaMercado

Fazenda Cachoeira e Casa do Barista oferecem curso de barista

Terezinha

Entre os dias 22 e 23 de novembro, a Terezinha, como é intitulada a caminhonete da Casa do Barista, estaciona na Fazenda Cachoeira, em Santo Antonio (MG), para ministrar curso prático e teórico de barista.

Direcionado não só aos interessados em exercer a profissão, mas também aos donos, gerentes e funcionários de estabelecimentos, produtores e amantes da bebida, o curso aborda temas como História do Café; Origens, variedades e aspectos botânicos; Classificação; Torra; Formas de preparo; entre outros.

Os instrutores, Emilio Rodrigues, barista da Casa do Barista, e Roger Daros, produtor e mestre de torra da Fazenda Cachoeira, apresentam conteúdo didático no ambiente de fazenda.

Serviço
Curso de barista
Local: Santo Antonio, no Campo das Vertentes, próxima às cidades históricas de São João Del Rey e Tiradentes, em Minas Gerais
Data: 22 a 23 de novembro
Valor: R$ 350
Hospedagem: R$ 174 diária single (Casa Sede) e R$ 270 diária quarto duplo (Casa Sede). Obs.: Tarifas com pensão completa, café da manha almoço e jantar.
Mais informações: cachoeiracoffees@gmail.com ou www.cachoeiracoffees.com.br

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação

BaristaMercado

Octavio Café promove curso com degustação de diferentes grãos

e43__MG_3713

No próximo dia 5 de dezembro, os amantes do café se encontram na cafeteria Octavio, em São Paulo, para aprender mais sobre o grão e degustar diferentes bebidas.

O curso Coffee Lovers, ministrado pela barista Tabatha Creazo, que trabalha há sete anos na casa, vai abordar técnicas para melhorar o paladar e o olfato; degustação de espécies (arábica x robusta); como identificar o melhor café na gôndola do supermercado; métodos; e processos produtivos, entre outros temas.

Serviço
Coffee Lovers
Local: Octavio Café
Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.996 – Jd. Paulistano
Data e horário: 5/12, às 19h
Valor: R$ 178
Vagas: 20
Mais informações: foodpass.com.br

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação

BaristaMercado

Fazedores de Café no encontro da mixologia brasileira

mentes brilhantes

Nesta segunda-feira (10/11) e terça-feira (11/11), os jovens baristas do projeto Fazedores de Café – desenvolvido pelo Sofá Café e capitaneado por Regina Machado, além de contar com a parceria de profissionais e empresas do mercado -, vão servir o café oficial aos participantes do evento Mentes Brilhantes. A cada dia, serão servidos cafés coados, espressos e degustações comparativas entre grãos especiais e tradicionais. Todos os cafés servidos serão de fazendas apoiadoras do projeto Fazedores de Café.

Idealizado pelo mixologista e também barista, Marco De la Roche, o Mentes Brilhantes é um encontro que reúne profissionais especializados, do Brasil e do exterior, para apresentar tendências da coquetelaria.

Esta terceira edição do evento acontece no Centro Cultural Rio Verde, em São Paulo, com o objetivo de promover a cultura da coquetelaria no País. O barista Lucas Salomão, da Libermac e campeão brasileiro de Preparos de Cafés, também estará no encontro para falar, na Oficina de Mixologia, sobre a importância de conhecer um liquidificador de qualidade para alcançar bons resultados.

Mais informações
Mentes Brilhantes 2014
Datas: 10 e 11 de novembro de 2014
Local: Centro Cultural Rio Verde – São Paulo
Endereço: Rua Belmiro Braga, 119 – Pinheiros – São Paulo
Site: mentesbrilhantes2013.com.br/2014/
Facebook: www.facebook.com/encontro.mentesbrilhantes
Instagram: @mixologynews

TEXTO Redação • FOTO Divulgação

Barista

Dani Capuano – L’ arbre à Café, Paris (FR)

dani_capuano1

Desde 2012 morando na Cidade Luz, Paris, a barista e agente de marketing da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) na Europa, Dani Capuano é cosmopolita. “Já morei na Inglaterra, Irlanda e agora na França, mas já fui para diversos países para trabalhar, como Noruega, Bélgica, Itália, Coreia do Sul, Japão e até Coreia do Norte”, diz.

Dani conta que o reconhecimento da profissão no país onde está é o mais gratificante. “Aqui os franceses têm uma expressão que eu adoro, que é métier de bouche, que significa trabalhar na área de comidas e bebidas e o respeito que eles têm por quem pratica essas profissões é lindo. E no Brasil não vejo muito esse respeito por alguém que trabalha atrás de um balcão. Por outro lado, o brasileiro é muito mais criativo e acho que por não termos tradições e rituais tão fortes e antigos, somos mais abertos e ousados em relação à conceitos, combinações, posturas, etc”, diz.

Ela acredita que a cena do café tem evoluído constantemente em Paris. “Quando eu cheguei aqui haviam quatro lugares para se tomar bons cafés. Hoje têm mais de 15 e eles não param de inaugurar novas casas. Torrefações artesanais surgiram, as pessoas estão se interessando mais pelo produto, origem, produção e preparo. A mudança é visível”.  Um de seus objetivos na profissão é fazer com as pessoas conheçam melhor o universo do café para que possam apreciá-lo ainda mais. “Quero mudar a imagem do café. De um cafezinho para um produto que envolve tempo, clima, muitos profissionais, atenção. E que por isso merece respeito e pode custar caro, para remunerar bem toda essa cadeia produtiva. Como eu vou fazer isso eu não sei, mas com certeza não estou sozinha”.

TEXTO Amanda Ivanov • FOTO Divulgação