União entre baristas e produtores

Você já deve ter ouvido falar que os países são classificados como “produtores” ou “consumidores” de café especial. Desse modo, existem aqueles com condições geográficas e climáticas adequadas para o cultivo da planta, assim como Brasil, Colômbia, Etiópia, Quênia – os “produtores” –, e países que precisam importar os grãos, os “consumidores”. Particularmente, como barista brasileira, acredito que essa distinção não seja tão simples. Segundo pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), o consumo de cafés especiais no Brasil cresceu 15% em 2017, e tende a aumentar ainda mais nos próximos anos*. Assim, nós brasileiros, estamos em uma situação privilegiada: vivemos lado a lado com a produção de café e também consumimos café de qualidade.

Quem começa a se especializar em café especial, seja barista, provador, ou ainda um consumidor entusiasta, logo ouve falar das nossas regiões produtoras, dos nomes das variedades mais comuns, dos processos de fermentação e secagem mais praticados. E a melhor parte: podemos fazer visitas e acompanhar tudo isso de perto.

Em minha vivência no Lucca Cafés Especiais, em Curitiba (PR), tive contato com produtores de cafés de várias regiões, já que compramos os grãos verdes direto das fazendas, torramos e os comercializamos. Em 2015 passei a viajar mais e conhecer pouco a pouco os processos de leia mais…

TEXTO Camila Franco • ILUSTRAÇÃO Eduardo Nunes

Barista

Inscrições abertas para intercâmbio de torra

Entre os dias 23 e 25 de agosto, será realizada a 2ª edição do Kaffemaskiner. O intercâmbio de torrefadores acontece na O’Coffee, em Pedregulho (SP),  e tem como objetivo possibilitar o contato entre os participantes com os equipamentos de torra em um mesmo ambiente, contando com o apoio dos fabricantes de cada marca presente.

No primeiro dia a programação do evento será composta por palestras. No segundo acontecerão os desafios de torra, em que as equipes receberão três cafés (natural, cereja descascado e lavado) e usarão três torradores diferentes. Já no último dia serão realizadas as sessões de cupping. Clique aqui e confira a programação completa.

O Kaffemaskiner conta com 60 vagas limitadas, destinadas a profissionais do meio cafeeiro. As inscrições podem ser feitas aqui e possuem valor de R$ 700. Também é possível se inscrever para ser voluntário da edição.

O evento tem apoio da Atilla, Carmomaq, Probat, Fazenda Barinas, Bunn, O’Coffee, Cropster e Região da Alta Mogiana. O patrocínio é por conta da O’Coffee.

Serviço
Kaffemaskiner
Quando: 23, 24 e 25 de agosto
Onde: O’Coffee, em Pedregulho (SP)
Mais informações: www.intercambiodetorrefadores.com.br

TEXTO Redação • FOTO Alexia Santi/Agência Ophelia

Barista

Campeonatos de Latte Art e CIGS acontecem na próxima semana

Durante os dias 16, 17 e 18 de agosto, a cidade mineira de São Lourenço será sede dos Campeonatos Brasileiros de Latte Art e Coffee in Good Spirits. Confira abaixo quem irá competir nas duas categorias:

Latte Art

– Amanda Albuquerque Wendt – Rause Café e Vinho – Curitiba (PR)
– Ariel Ulka – IL Barista Cafés Especiais – São Paulo (SP)
– Daniel Acosta Busch – Autônomo – Colombo (PR)
– Davi Dias dos Reis – Soul Cafés São Paulo – Guarulhos (SP)
– Emerson Lemos Duarte Barbosa – Um Coffee Co. Thera – São Paulo (SP)
– Emerson Nascimento  – Coffee Five – Rio de Janeiro (RJ)
– Felipe de Souza – Darkside Café – Porto Alegre (RS)
– João Augusto Michalski – Cafe du Coin – Cascavel (PR)
– Leonardo Correa Ribeiro – Unique Cafés Especiais – Carmo de Minas (MG)
– Leonardo Pires leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Giulianna Iannaco

Cafezal

Conhece a Nossa Senhora do Café?

Grande parte dos brasileiros não sabe, mas existe uma padroeira dos cafeicultores. A história é bem curiosa e, segundo relatos, começou em 1964, quando a cafeicultora Ana Negrini, da cidade de Espírito Santo do Pinhal (SP), escreveu um artigo relatando as dificuldades da época. O texto, que levou o título de “Minha Nossa Senhora do Café”, relacionava o grão com Nossa Senhora Aparecida e foi publicado em um boletim que circulava na Igreja dos Capuchinhos.

Em 2001, com o setor cafeeiro enfrentando novas dificuldades, Ana escreveu um novo artigo em que abordava as aflições dos cafeicultores e os apelos à padroeira do Brasil para que olhasse por eles. Nesta publicação, ela fez uma conexão entre Nossa Senhora Aparecida e sua “cor de café”, colocando o mesmo título do primeiro texto.

A segunda matéria foi publicada no boletim da Cooperativa dos Cafeicultores da Região de Pinhal (Coopinhal) e chegou até o professor Albertino Fonseca que, inspirado no Espírito Santo, padroeiro da cidade de Ana, idealizou uma Nossa Senhora com a descrição “Nossa Senhora do Café do Brasil”.

A partir daí surgiu uma devoção na região. O dia 9 de agosto foi escolhido por ser a data de fundação da Coopinhal. A cooperativa chegou a construir uma capela, cuja planta, feita pelo arquiteto pinhalense Alexandre Vitta, é uma réplica de um armazém de café do século 18. Sua imagem foi esculpida pelo escultor Pedro Carlos de Oliveira e carrega as cores do café: o manto tem cor de café torrado, já a túnica e o véu contam com tonalidade de café cru. A padroeira também possui uma oração dedicada a ela:

Nossa Senhora do Café Brasileiro
Abençoadas por Tuas Mãos, as mãos que colhem
e as bocas que bebem a bebida dos grãos,
assim sejam transformadas por inteiro:
no gesto de juntar todas as mãos, 
no gosto de tomar café com pão.
Amém!

A imagem teve grande divulgação em 2004, durante a realização da feira religiosa ExpoCatólica. Hoje, a santa conta com fiéis em várias regiões brasileiras, principalmente aquelas que produzem os grãos. Na cidade de São Paulo (SP), é possível ver a obra no Instituto Biológico (IB). A imagem exposta fica próxima ao cafezal e foi doada pelo produtor Henrique Gallucci, de Espírito Santo do Pinhal.

Para quem quiser obter a Nossa Senhora do Café, é possível através deste site.

TEXTO Redação • FOTO Giulianna Iannaco

Café & Preparos

3º Campeonato Brasileiro de Torra será em setembro

Entre os dias 4 e 7 de setembro, a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) realizará a etapa nacional do Campeonato de Torra. A ação integra o projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”, desenvolvido em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O evento acontecerá na cidade de Curitiba (PR), no Mercado Municipal, e conta com Lucca Cafés Especiais e Probat Leogap como anfitriões. As inscrições foram abertas hoje (6), às 10h, mas já estão esgotadas. Caso alguém queira entrar na lista de espera, o formulário está disponível no site da BSCA. Ao todo serão 24 competidores.

Para participar, o valor da taxa de inscrição é de R$ 250 (R$ 220 para membros da BSCA). O prazo para pagamento é de dois dias contados do envio da cobrança e o comprovante de pagamento deverá ser encaminhado imediatamente para o e-mail marcela@bsca.com.br. Se o pagamento não for realizado dentro do prazo, a vaga será colocada à disposição de outro interessado.

No ano passado foram 22 competidores e o campeão foi Donieverson dos Santos, da Bourbon Specialty Coffee, de Poços de Caldas (MG). Em segundo lugar ficou Eduardo Scorsin, independente, de Curitiba (PR), e em terceiro Fábio Nakasato, do Isso é Café, São Paulo (SP).

Serviço
Campeonato Brasileiro de Torra
Onde:
Curitiba (PR)
Quando:
de 4 a 7 de setembro
Mais informações:
www.bsca.com.br/campeonatos2019

TEXTO Redação • FOTO Guilherme Gomes

Mercado

Nestlé Indonésia anuncia expansão de capacidade de produção

A Nestlé Indonésia anunciou uma expansão de US$ 100 milhões de suas três fábricas para aumentar sua capacidade de produção atual em 25%. Nos dias de hoje, as fábricas da Nestlé em Karawang, Java Ocidental; Kejayan, East Java; e Panjang, Lampung, produzem café instantâneo Nescafé, cereal infantil Cerelac, bebida de malte chocolate Milo, bem como leite em pó Dancow e Lactogrow.

O investimento destina-se a uma nova linha de produção de bebidas líquidas, como Nescafé e Milo, leite puro esterilizado Bear Brand e temperos Maggi. “Reconhecemos uma oportunidade de negócios cada vez mais favorável na Indonésia, juntamente com a crescente demanda dos consumidores por alimentos e bebidas nutritivas e de alta qualidade da Nestlé. A produção de produtos de valor agregado tem sido um dos nossos esforços para melhorar a qualidade de vida e contribuir para um futuro mais saudável para os indonésios”, afirmou Dharnesh Gordhon, diretor-presidente da Nestlé Indonésia.

“Esta expansão é uma demonstração do compromisso da Nestlé Indonésia em criar valor compartilhado, não apenas produzindo produtos nutritivos e de alta qualidade, leia mais…

FOTO Lucas Albin / Agência Ophelia

Receitas

Bolo de fubá com goiabada

Ingredientes
– 2 ovos (clara e gema separadas)
– 1 caixinha de leite condensado
– 1 caixinha de creme de leite
– 200 ml de leite de coco
– 1 xícara (chá) de óleo
– 2 xícaras (chá) de fubá de moinho
– 1 xícara (chá) de farinha de trigo
– 1 colher (café) de sal
– 1 colher (sopa) de fermento em pó
– 100 g de goiabada cortada em cubos

Preparo
Bata no liquidificador ou a mão as gemas, o leite condensado, o creme de leite, o leite de coco e o óleo. Na batedeira, bata as claras em neve e reserve. Junte ao líquido o fubá peneirado, a farinha de trigo, o fermento e o sal. Misture até que a massa fique homogênea. Acrescente as claras batidas em neve e mexa. Coloque a massa em uma forma com furo no meio, junte a goiabada em cubos e leve o bolo para assar em forno preaquecido, a 180°C, por mais ou menos 45 minutos.

Rende 20 porções

FOTO Daniel Ozana/Studio Oz • RECEITA Iara Rodrigues, do Quitand'art

Cafeteria & Afins

Bricktop’s Café – João Pessoa (PB)

A partir das referências do filme Meia-Noite em Paris, de Woody Allen, Leonardo Vieira e Eveline Neri, fãs do longa-metragem, decidiram juntar a paixão por cafés especiais, o jazz e a Paris dos anos 1920, e investir em um único sonho.

Assim nasceu o Bricktop’s Café, em 2017, que ganhou esse nome por causa de um clube de jazz bem frequentado na capital francesa. Com poltronas, paredes de tijolo à vista e quadrinhos pendurados, o pequeno ambiente é aconchegante para conversar, passar um tempo e até trabalhar, já que dispõe de wi-fi para os clientes.

Os que preferem apreciar o clima quente da capital paraibana podem se acomodar nas  mesas dispostas na parte externa. Às sextas-feiras, a casa apresenta jazz ao vivo, o que faz do Bricktop’s um ponto de encontro para os amantes desse ritmo.

Contém no cardápio

O Bricktop’s, especialista em croissants, produz os quitutes na casa, que tem cozinha e confeitaria próprias, e sua panificação utiliza o processo de fermentação natural. Segundo Leonardo, a cafeteria busca inspiração na mescla da culinária europeia com os produtos regionais, e serve croissants, sanduíches no pão ciabatta, madeleines, pain au chocolat, éclair, folhado de maçã, saladas, crepes e tapiocas. O croissant nordestino, composto de carne de sol, molho bechamel, nata e queijo coalho, é o salgado que mais faz sucesso na casa. Entre os doces, o croissant de amêndoas e o éclair de Nutella são os queridinhos.

Para acompanhar, o café é uma ótima pedida. A cafeteria oferece seis tipos de grão, todos 100% arábica, da região da Mantiqueira de Minas, que podem ser degustados nos métodos hario v60, clever, kalita, aeropress, prensa francesa e o tradicional espresso, e os cafés são preparados por baristas profissionais. A partir de 2019, os cafés ganharão torra própria.

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Avenida Nego, 657
Bairro Tambaú
Cidade João Pessoa
Estado Paraíba
País Brasil
Website http://www.instagram.com/bricktopscafe
Telefone (83) 3024-7188
Horário de Atendimento Todos os dias, das 14h às 21h
TEXTO Gabriela Kaneto • FOTO Divulgação

Mercado

Café de origem mineira e novas lojas são as novidades da Starbucks para agosto

A Starbucks lançou o Single Origin Brazil Minas Gerais, um café cultivado e exportado pela Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé). Segundo Sandra Collier, Coffee Master e Head de Marketing da Starbucks Brasil, a parceria com a cooperativa é de longa data. “A Cooxupé é uma grande exportadora, com 140 fazendas e 80% delas comandadas por mulheres. Nossa ideia é influenciar positivamente onde atuamos e contribuir com investimento, preço justo e total apoio às mulheres”, afirma.

Segundo a Starbucks, o café passou pelo processo natural, torra e acidez médias. Para Sandra, é uma bebida equilibrada, com notas de cereja, achocolatado e um final frutado. Desde 2006 a marca comercializa o Brasil Blend, mas é a primeira vez que foca em um café de origens, ou seja, grãos de uma mesma região, que serão distribuídos em treze países da América Latina como Aruba e Curaçao, Bahamas, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, México, Panamá, Peru, Porto Rico, Trinidad Tobago e Uruguai. “O objetivo é apresentar a qualidade do café brasileiro para estes países”, comenta Sandra.

“Hoje o consumidor busca conhecer mais sobre o café, explorar, e queremos cada vez mais nos conectar com os clientes”, afirma a Coffee Master, que convida o consumidor que deseja aprender um pouco sobre os grãos da Starbucks a visitar as lojas. “Diariamente, a partir das 16h, são realizadas leia mais…

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Gabriela Kaneto

Receitas

Tiramisu vegano

Ingredientes
Camada crocante
– 50 g de granola triturada

Creme branco
– 100 g de castanha-de-caju crua
– 2 colheres (sopa) de açúcar demerara
– 4 gotas de essência de baunilha
– Água o suficiente

Creme de café
– 2 colheres (sopa) de cacau
– 1/2 xícara (chá) de café espresso
– 100 g de tofu extrafirme
– 2 colheres (sopa) de açúcar demerara
– 50 g de chocolate 70% cacau

Preparo
Creme branco
Bata tudo no liquidificador até obter um creme grosso que não caia da colher. Leve-o à geladeira por 2 horas.

Creme de café
Derreta o chocolate em banho-maria, depois acrescente o café misturado com o açúcar já dissolvido. Junte o cacau e o tofu e bata tudo no liquidificador até obter um creme firme. Leve-o à geladeira por 2 horas.

Montagem
Coloque no fundo a granola triturada, depois uma camada do creme branco e outra do creme de café. Decore com grãos de café e cacau em pó.

FOTO Daniel Ozana/Studio Oz • RECEITA Thiago Medeiros