Mercado

“Café especial não custa mais, vale mais”. Confira o lançamento do projeto Adote Uma Micro Torrefação

Na última quarta-feira (12), o Instagram da Espresso realizou uma live com a participação de Georgia Franco, proprietária da cafeteria Lucca Cafés Especiais, em Curitiba (PR). O intuito foi lançar o projeto Adote Uma Micro Torrefação, parceria entre Georgia e Paula Dulgheroff, da Mundo Café, torrefação de Uberlândia (MG). A apresentação da live foi da diretora de conteúdo da Espresso e do CaféPoint, Mariana Proença.

Georgia contou como surgiu a ideia deste projeto: “com a pandemia, começamos a conversar mais e entender o que estava acontecendo no mercado. Eu e Paulinha escutamos que alguns torrefadores pensaram em diminuir a qualidade dos cafés para oferecer um produto mais barato e suspostamente mais fácil de vender. Isso me deixou preocupada”.

A partir dessa preocupação, a dupla lembrou da ação dos vouchers disponibilizados pela Nestlé e Ambev (no qual você comprava um voucher e ajudava uma cafeteria ou restaurante), e assim começaram leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Café Editora

Mercado

Mês de julho encerra com recorde nas exportações do café brasileiro

O Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) divulga mensalmente um relatório sobre as exportações do café. No mês de julho, foram registradas 3 milhões de sacas de café exportadas, somando verde, solúvel e torrado & moído. O volume é considerado um recorde histórico para o mês, mesmo em tempos de pandemia de Covid-19 (coronavírus).

A receita cambial gerada pelos embarques foi de US$ 356,8 milhões, equivalente a R$ 1,9 bilhão, o que representa um aumento de 22,3% em reais em relação ao mesmo período de 2019. Já o preço médio da saca de café foi de US$ 117,4.

Em relação às variedades embarcadas no mês, o café arábica correspondeu a 74,4% do volume total das exportações, equivalente a 2,3 milhões de sacas. O canéfora (conilon e robusta) atingiu a participação de 14,7%, com o embarque de 446,4 mil sacas. Já o solúvel representou 10,9% das exportações, com 331,8 mil sacas exportadas.

“Os volumes de exportação registrados em julho mostram que iniciamos bem o ano cafeeiro, com uma boa entrada do café brasileiro no mercado e bons resultados em reais. Apesar do cenário de crise gerado pela pandemia, os resultados indicam que o agronegócio café irá se consolidar nos próximos meses com qualidade e leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Café Editora

Mercado

Cafeteria estadunidense cria projeto para apoiar cafeicultores da Guatemala em meio à pandemia

Com os negócios aparentemente indo bem localmente, o coproprietário da cafeteria estadunidense 3-19 Coffee, Mike Vehar, recebeu a notícia de que a pandemia de Covid-19 (coronavírus) atingiu duramente as partes rurais da Guatemala. Com menos demanda e mão de obra reduzida, as famílias que cultivam seus grãos de café por meio de um programa de livre comércio estão lutando para manter o negócio. A área também é muito rural e os suprimentos para ajudar no combate ao coronavírus são escassos.

“Temos muita coisa acontecendo na política aqui nos Estados Unidos, mas quando soube do que está acontecendo lá, vi como a Covid-19 parecia diferente”, aponta ele. Pensando nisso, a cafeteria acaba de lançar uma iniciativa chamada Projeto de Assistência Rural da Guatemala: para cada US$ 20 arrecadados, uma família com alto risco de contrair o vírus recebe alimentos e suprimentos para ficar segura por um mês. Outros beneficiados com o projeto são um grupo de cafeicultoras chamadas Fuerza de Mujeres.

As pessoas podem doar pela através do site ou visitando qualquer uma das unidades, localizadas nos estados de Ohio e California. Ao doar, a pessoa também recebe uma assinatura do 3-19 Coffee, algo que Vehar aponta que beneficia seus produtores. A campanha de arrecadação de fundos dura até o final do mês, mas pode ser expandida se a arrecadação tiver um bom resultado.

TEXTO As informações são do Wkyc Studios / Tradução Juliana Santin • FOTO Café Editora

Mercado

Projeto “Adote Uma Micro Torrefação” será lançado em live

Nesta quarta-feira (12), às 19h, em live no Instagram da Revista Espresso, Georgia Franco de Souza, proprietária do Lucca Cafés Especiais, lançará o Projeto Adote Uma Micro Torrefação, uma iniciativa Mundo Café e Lucca Cafés Especiais que visa a ação colaborativa de doação, compra, venda e divulgação de cafés especiais de origem, ou seja, que possuam qualidades e características de regiões produtoras.

O projeto surgiu em meio a pandemia de Covid-19 (coronavírus) e tem o intuito de auxiliar a retomada do mercado interno de cafés especiais, com a união de toda a cadeia, através da doação mútua de café especial, torra, venda nas cafeterias para que o consumidor descubra diversos grãos.

“Em conversas com as torrefações, percebemos que, devido à pandemia, muitas delas não terão como realizar a compra de cafés na nova safra. Então queremos incentivar toda a cadeia do café com a doação de sacas pelas regiões e produtores, que ajudará a movimentar essa comunidade do café especial”, explica Paula Dulgheroff, fundadora da micro torrefação Mundo Café.

O projeto

Serão selecionadas micro torrefações do Brasil, alinhadas com trabalho sustentável de venda de cafés especiais e relacionamento com produtores de cafés de origem. Assim, produtores, micro torrefadores e cafeterias serão conectados para um trabalho de doação, ou seja, produtores doarão o café cru, micro torrefações realizarão a torra e cafeterias farão a comercialização do café aos consumidores.

Para poder participar, os produtores, micro torrefações e cafeterias terão as orientações durante a live.

Regiões que já aderiram

– Cerrado Mineiro
– Norte Pioneiro do Paraná
– Mantiqueira de Minas
– Caparaó
– Alta Mogiana
– Matas de Minas

A Espresso e o CaféPoint são as mídias oficiais do projeto. Para saber mais detalhes, não perca a live!

Serviço
Lançamento Adote Uma Micro Torrefação
Quando:
12/08
Horário: 19h
Onde: www.instagram.com/revistaespresso

TEXTO Redação • FOTO Alexia Santi

Mercado

Marca internacional aponta crescimento nas vendas de café durante primeiro semestre de 2020

No primeiro semestre de 2020, a internacional JDE Peet’s registrou um forte crescimento, alcançando um valor de € 642 milhões (cerca de US $ 758 milhões), aumento orgânico de 10,5% em relação ao mesmo período do ano passado, impulsionado pelo crescimento do consumo em casa.

“A JDE Peet’s apresentou um forte desempenho no primeiro semestre de 2020, demonstrando a resiliência de nossos negócios e marcas, apesar da dificuldade econômica e social sem precedentes com a Covid-19”, explicou Casey Keller, CEO da empresa.

Segundo ele, o portfólio equilibrado de café e chá da marca permitiu uma rápida adaptação aos novos hábitos dos consumidores, após a mudança dinâmica do ambiente fora de casa para o ambiente doméstico.

“No início da crise, nossa equipe tomou medidas proativas para garantir a saúde e a segurança dos funcionários em todo o mundo e proteger nossas operações comerciais, o que nos permitiu a continuar atendendo clientes e consumidores sem interrupção do fornecimento”, contou Casey.

O desempenho com os produtos em casa compensou amplamente o impacto que a pandemia gerou aos negócios fora de casa, que representava cerca de 25% do total de vendas. Apesar de um leia mais…

TEXTO As informações são do Global Coffee Report / Tradução Juliana Santin • FOTO Nathan Mullet

Mercado

Pandemia leva embora ponto ícone do café em São Paulo

La Marzocco

Apesar do café ser a mais resiliente das bebidas na pandemia e nosso companheiro para todas as horas, as cafeterias não podem dizer o mesmo. Tradicionais pontos de encontro nas cidades, locais de reuniões, bate-papos e uma pausa para o café, esses verdadeiros templos estão sofrendo muito com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Projetos foram adiados, sonhos e novos planos ficaram parados e muitos espaços precisaram fechar para sempre. Desta vez foi São Paulo que amanheceu mais amarga nesse início de agosto. Perdemos um dos pontos ícones do café especial: a cafeteria da Alameda Lorena. 1.430, do Suplicy Cafés Especiais, no bairro dos Jardins, em São Paulo (SP).

O que parecia improvável, já que a loja passaria por reforma, foi oficializado em nota nas redes sociais da marca no último dia 7 de agosto de 2020 (sexta-feira). A Suplicy comunica que entregou o ponto e fechou as portas no endereço que tanto movimentou o mercado do café – desde 2003 – quando o empresário Marco Suplicy – de forma pioneira – inaugurou uma das cafeterias mais charmosas e modernas de São Paulo e com foco totalmente em café de qualidade e na formação de baristas. leia mais…

TEXTO Mariana Proença • FOTO Felipe Gombossy/Café Editora

Mercado

Companhia de Cafés de Origem inaugura complexo industrial no interior de São Paulo

No ano de 2015, os sócios Edgard Bressani, Luiz Roberto Saldanha e José Antônio Rezende lançaram a Capricornio Coffees, em Piraju (SP), com o objetivo de desenvolver e comercializar os cafés especiais do Trópico de Capricórnio no Brasil. São fazendas e terroirs de seis regiões diferentes em dois estados: Norte Pioneiro e Norte Novo, no Paraná; e Sorocabana, Garça e Marília, Circuito das Águas Paulistas e Alta Mogiana, em São Paulo.

“A Capricornio tem como propósito promover o desenvolvimento sustentável dos produtores nessa nova origem de cafés que foca na latitude, e não exclusivamente na altitude”, explica José Antônio. Agora, em 2020, os sócios acabam de inaugurar, na cidade de Ourinhos, interior de São Paulo, um novo parque industrial, com 22.000 m². O local conta com leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Divulgação

Café & Preparos

Guia de Cafés #2: dicas do que estamos tomando

Muitos leitores nos perguntam quais cafés indicamos. Todos os anos os produtores participam de premiações. Resolvemos indicar para nossos leitores os cafés campeões da safra 2019/2020 de fazendas pelo Brasil.

Aqui na redação da Espresso estamos trabalhando todos de casa devido à pandemia de Coronavírus. Conte para nós que cafés está tomando e experimente essas novidades! A colheita de café no Brasil começou no mês de maio e segue nas mais de 20 regiões produtoras, tanto de cafés arábicas quanto canéforas. Este ano promete!

As dicas de cafés especiais desta leva da Espresso são:

Sítio Recanto dos Tucanos – Microlote Jataí

Campeão do Coffee of The Year 2019 – Semana Internacional do Café
Produzido por: Sítio Recanto dos Tucanos
Produtor: Willians Valério Júnior
Região: Serra do Caparaó – Alto Caparaó (MG)
Variedade: catuaí vermelho e catuaí 2sl amarelo
Espécie: arábica
Processo: cereja descascado e cultivado no sistema de agricultura sintrópica de Ernst Götsch
Torrado por: Café do Príncipe
Sensorial do café: doce melaço de cana, floral, rapadura, acidez presente
Compre: www.sitiorecantodostucanos.com.br
Preço: R$ 60 (250 gramas)

Academia do Café – Campeão do Rio

Campeão do III Concurso dos Cafés Especiais do Rio de Janeiro – Categoria Via Úmida – 2019
Produzido por: Sítio Santa Reginalda e Bom Jardim
Produtor: Paulo Henrique Ricci
Região: Noroeste do Rio de Janeiro – Porciúncula (RJ)
Espécie: arábica
Variedade: catuaí amarelo 62
Processo: desmucilado
Torrado por: Academia do Café
Sensorial do café: melaço, floral e frutas vermelhas. Corpo alto e acidez málica. Finalização doce e textura cremosa
Compre: www.academiadocafe.com.br
Preço: R$ 63 (250 gramas) ou R$ 35 (125 gramas) leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Mariana Proença

Mercado

Coca-Cola com café será lançada nos Estados Unidos com grão brasileiro

A Coca-Cola North America lançará oficialmente, em janeiro de 2021, nos Estados Unidos, a Coca-Cola With Coffee (Coca-Cola com café) pronta para beber. A bebida unirá o sabor já conhecido da Coca-Cola com um café brasileiro, em três sabores exclusivos: Dark Blend, Vanilla e Caramel, que serão vendidos em latas de 30 ml.

“Esta é uma inovação que acreditamos ser pioneira em uma nova categoria que chamamos de café refrescante”, afirmou Jaideep Kibe, vice-presidente de marca registrada da Coca-Cola, Coca-Cola North America. Ele acrescenta que a bebida é uma das inovações testadas com mais sucesso da empresa nos últimos anos.

“A Coca-Cola com café é um produto que deve ser experimentado, porque quando você toma o primeiro gole, percebe que não há nada parecido. Começa como uma Coca-Cola e termina como um café”, relatou Jaideep.

A Coca-Cola With Coffee é o resultado da estratégia de “lift and shift” (levantar e mudar) da empresa para dimensionar inovações bem-sucedidas de bebidas de mercado por meio de uma abordagem experimental de teste e aprendizado. O produto foi testado pela primeira vez no Japão em 2018 e agora está disponível em mais de 30 leia mais…

TEXTO As informações são do Global Coffee Report / Tradução Juliana Santin • FOTO Divulgação

Mercado

Para todos os gostos: 10 sugestões para comemorar o Dia dos Pais

No próximo domingo (9) é o Dia dos Pais! Devido à situação instável deste ano, muitas pessoas não passarão a data do ladinho de quem ama, mas nem por isso deixarão de presentear seus pais com itens bacanas para celebrar a data.

Fizemos uma seleção que agrada os mais variados tipos de pais: apaixonados por café, amantes de cervejas, aqueles que querem aprender mais em um curso novo, os que gostam de bons vinhos, quem curte um chocolate, ou os que querem apenas curtir um bom almoço em família. Confira:

Kit Café Habitual

A cafeteria paulistana está entregando um kit exclusivo que contém um pacote de café de 520 g em grãos ou moído (opções moka, cereja natural ou honey), uma fatia de bolo (escolher entre as opções do dia), um porta-copos e um cartão postal. O valor é de R$ 60.

Onde comprar: unidade Jardins ou, se preferir, delivery no telefone (11) 3062-3091 ou Rappi
Mais informações: www.instagram.com/cafehabitual

Máquina Nespresso

Conhecida por seus equipamentos e cápsulas, a Nespresso lançou a Gran Lattissima, uma máquina com capacidade para preparar até seis receitas. Além da vaporização do leite, a novidade consegue fazer versões de bebidas clássicas, como cappuccino, latte a latte macchiato. O valor é de R$ 2.499. Na compra desta ou outra leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Divulgação