Cafeteria & Afins

Montañita Cafés Especiais – Paraty (RJ)

Movidos pela vontade de unir a arte ao café especial, a brasileira Nerita Oeiras e o equatoriano Juan Rhon decidiram se aprofundar no universo da bebida. Para isso, compraram um torrador, foram atrás de grãos de qualidade na região do Caparaó e escolheram o centro histórico de Paraty para dar início à microtorrefação.

Esse foi o pontapé inicial que deu vida, em março de 2017, à Montañita Cafés Especiais, que, aos poucos, ganhou visibilidade e se consolidou na região.

Nerita e Juan sempre viajam em busca de novos cafés. Grãos da Serra do Caparaó, microlotes de regiões como Mantiqueira de Minas, Carmo de Minas e Matas de Minas já foram torrados no Atilla Gold de 5 quilos da família.

Os cafés podem ser degustados nos métodos aeropress, french press, hario v60 e espresso, tirado em uma Astoria Pratik. Os baristas também preparam cold brew, latte, cappuccino e drinques especiais, como a infusão de café com cachaça.

A casa não tem balcões entre o serviço e o consumidor. A ideia é que o lugar seja um bom espaço para bater papo e compartilhar experiências. Outro diferencial é que não são servidas comidinhas, apenas café.

(Texto originalmente publicado na edição impressa da Revista Espresso referente aos meses dezembro, janeiro e fevereiro de 2019 – única publicação brasileira especializada em café. Receba em casa. Para saber como assinar, clique aqui).

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Rua da Matriz, s/n
Bairro Centro Histórico
Cidade Paraty
Estado Rio de Janeiro
País Brasil
Website http://www.montanitacafesespeciais.com.br
Telefone (24) 99302-9723
Horário de Atendimento Todos os dias, das 10h às 22h
TEXTO Gabriela Kaneto • FOTO Divulgação

Cafeteria & Afins

A cosmopolita Dubai

Nos Emirados Árabes Unidos tudo é grandioso, das obras aos cafés

Pense em Dubai. Agora pense de novo. A ideia não é te levar ao mais alto prédio do mundo, o Burj Khalifa. Nem a passeios milionários. Tampouco ao maior shopping do planeta. Mas não se preocupe, não faltam opções de lugares mais em conta para visitar!

Embora tenha muita fama por si só, Dubai não é um país. É um dos sete emirados que formam uma federação, os Emirados Árabes Unidos. Aula de geopolítica à parte, essa região é conhecida por seus  “mais mais” do mundo. O prédio mais alto. O maior shopping. Uma cidade erguida em meio ao deserto!

É tudo grandioso, inclusive a quantia que você vai desembolsar por um café. São cerca de 30 dirhams, aproximadamente R$ 30. Dubai está recheada de cafeterias que trabalham com grãos especiais. Seguindo uma das linhas do metrô e, vez ou outra, pegando táxi, é possível conhecer leia mais…

TEXTO Thais Fernandes • FOTO Divulgação/Dubai Tourism Brand Centre

Cafeteria & Afins

Cafeterias se mobilizam para receber doações para vítimas das chuvas de MG e ES

Os últimos dias tem sido de alerta para Minas Gerais por conta das chuvas, o número de cidades em situação de emergência já alcançou 101, nesta segunda-feira (27/01).

Até o momento a Defesa Civil, a morte de 45 pessoas no estado, registradas entre sexta-feira (24) e domingo (26). Entre as vítimas estão crianças e bebês. Dezenove pessoas continuam desaparecidas. A maior parte das ocorrências está relacionada a risco geológico, como deslizamentos e soterramentos. leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Alisson Pereira/Reprodução TV Globo

Cafeteria & Afins

466 anos de São Paulo e um tour por pontos turísticos e cafeterias

Amanhã (25/01) a cidade de São Paulo comemora 466 anos, para aproveitar o sábado que tal conhecer um pouco mais dessa grande metrópole?

Preparamos um roteiro que envolve pontos turísticos e algumas cafeterias próximas, assim, você aproveita o local e degusta ótimos cafés. Aproveite!

Avenida Paulista e Oscar Freire

O coração financeiro de São Paulo possui uma bela arquitetura lotada de arranha céus e ao mesmo tempo com prédios clássicos. A rua Oscar Freire é uma via localizada nos bairros Cerqueira César e Pinheiros, ambos pertencentes à zona oeste da cidade de São Paulo, e é considerada um dos principais endereços de compras de lojas de rua na cidade.

Pausa para o café
Urbe Café – Rua Antônio Carlos, 404 – Consolação. Funciona de segunda, das 12h à meia noite; terça a quinta, das 10h à meia noite; sexta das 10h às 02h; sábado das 09h às 02h e domingo das 09 às 23h30.
OCabral – Rua da Consolação, 3423 – Cerqueira César. Funciona segunda, das 12h às 18h; terça a sábado, das 10h às 18h.
Catarina Coffee and Love – Rua Oscar Freire, 1105 – Jardins. Funciona de segunda a sábado, das 10h às 20h e domingo, das 12h às 18h.
Botanikafe – Al. Lorena, 1765 – Jardins. Funciona de segunda a sexta, das 09h00 às 23h e sábado e domingo, das 09h30 às 23h.
Zel Café – Rua Pamplona, 145 – Jardim Paulista. Funciona de leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Felipe Gombossy

Barista

II Copa São Paulo Hario v60 acontece neste sábado

No próximo sábado (25/01) é comemorado o aniversário da cidade de São Paulo, que completa 466 anos. Aproveitando a data será realizada a II Copa São Paulo Hario v60.

O evento busca premiar o competidor que preparar, em seis minutos, o melhor café e será realizado na Um Coffee Co, em Pinheiros, a partir das 17h. As regras da competição estão aqui. No nosso Instagram (@revistaespresso), você poderá acompanhar cada performance!

Conheça os competidores: 

Amanda Albuquerque, de Curitiba (PR). Barista Independente, competidora, instrutora de métodos filtrados e latte art.

Ana Paula Rosas, de São Paulo (SP). Barista Independente, jornalista atua com foco em educação. Produz conteúdo e promove workshops e experiências sobre cafés de qualidade através do projeto De Pratos a Prosas.

Anna Luiza Santos, de Curitiba (PR). Trabalha no Lucca Cafés Especiais e é encantada pelos preparos dos cafés desde criança, trilhou o seu caminho para se tornar uma barista e até então segue essa paixão. A parte sensorial é a que te instiga.

Arthur Quaresma, de Campinas (SP).  Faz parte do time da leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Divulgação

Mercado

Anote na agenda e programe-se para os eventos cafeinados de 2020

O ano começou e o mercado de cafés não para um segundo. Eventos pelo Brasil e mundo acontecem ao longo do ano, por isso, segue uma lista para que você possa se programar, comprar suas passagens e aprender cada vez mais sobre o café especial. Confira!

JANEIRO
SIGEP 2020
Feira voltada para o preparo de sorvete, doces, chocolate, café e pães. Ali acontece os Campeonatos Italianos de Barista, Latte Art, Coffee in Good Spirits, Brewers, Cup Tasters, Ibrik e Torra.
Onde: Rimini, Itália
Quando: até amanhã (22/01)
Mais informações: en.sigep.it

II COPA SÃO PAULO HARIO V60
Em comemoração ao aniversário de 466 anos da cidade de São Paulo, o evento irá premiar o melhor competidor que preparar o café no método japonês.
Onde: Um Coffee Co – Rua Paes Leme, 215 – Pinheiros (SP)
Quando: 25, às 17h
Mais informações: instagram.com/copasaopaulohariov60

SENSORY SUMMIT
Conferência que visa educar, informar, aprimorar e inspirar os profissionais na parte sensorial e de degustação do café especial.
Onde: Santa Ana, Califórnia, EUA.
Quando: 30 de janeiro a 1 de fevereiro.
Mais informações: sensorysummitus.coffee

FEVEREIRO
AFRICAN FINE COFFEE CONFERENCE
Evento reúne torrefadores, comerciantes, produtores e profissionais do setor cafeeiro com o intuito de apresentar cafés e novidades.
Onde: Mombaça, Quênia
Quando: 12 a 14
Mais informações: afca.coffee/conference

FEMAGRI leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Nitro - Histórias Visuais

Mercado

4ª edição do Coletivo de Portas Abertas acontece em fevereiro no ES

Com o objetivo de reunir grandes nomes do café nacional e abordar os desafios da cafeicultura de forma ampla e colaborativa, as montanhas capixabas recebem a 4ª edição do Coletivo de Portas Abertas no dia 1º de fevereiro, em Venda Nova do Imigrante (ES). Aberto ao público, o evento é gratuito e os interessados em participar precisam apenas realizar a inscrição clicando aqui.

A programação do encontro é direcionada para produtores que estão em busca da melhoria da qualidade, gestão e acesso a novos mercados. Para isso, serão debatidos quatro temas fundamentais: lavoura, colheita, pós-colheita e comercialização.

Foto: Lucas Albin / Agência Ophelia

Visando apresentar conhecimentos, trocar experiências e auxiliar o produtor, os painéis contarão com profissionais de diferentes áreas que atuam de maneira notável em prol do desenvolvimento do mercado. A mediação será por conta da diretora de conteúdo da Revista Espresso, Mariana Proença. Confira os nomes:

9h às 10h30
Painel 1: Lavoura

Tarcísio Lacerda
Cesar Krohling
Professor Pavessi

11h às 12h30
Painel 2: Colheita

Edmar Zuccon
Jéssica Carmo
Thiana Luvizotto leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Café Editora

Cafezal

Raízes da terra

Com persistência e profundo vínculo entre homem e campo, aos poucos pequenos produtores provam o valor do café orgânico e familiar

Um janeiro chuvoso tomou conta de Poço Fundo, Sul de Minas, neste ano. Os produtores contam, com alívio, que o clima tem entrado nos eixos. Logo na chegada à cidade, a Cooperativa dos Agricultores Familiares de Poço Fundo e Região (Coopfam) agita-se com produtores e produtoras discutindo mercado e produção orgânica versus convencional. Não é só a chuva que torna a terra fértil aqui. O clima no município é inundado por debate, política e inquietação.

Antes desse cenário, quem reinava era o fumo de corda, mas, nesses anos de lida, Sinval Domingues da Silva, 53, viu a cultura cair 90% enquanto o café tomava seu lugar. Ele também estava lá quando os cafeicultores começaram a se organizar na política e no manejo. “Considero-me presente desde a fundação. As pessoas não conheciam orgânico, não achávamos o insumo correto e, por isso, a produtividade caía pela metade”, revela.

As dificuldades do início exigiram persistência do grupo que se reunia na igreja, na Câmara dos Vereadores ou nas calçadas da cidade. “Ninguém acreditava. Os idealizadores tiveram que ir sozinhos, com a cara e a coragem”, conta Sinval. Para superar os percalços, eles aprendiam como potencializar as lavouras. “A minha orgânica, posso dizer com orgulho, era referência. Eles tinham medo que o café não aguentasse, mas os meus ficavam de pé. A terra é muito boa”, afirma o produtor sobre seus nove anos com orgânico.

Uma nova leva de mudas de café tem sido adquirida pelos produtores. Com o apoio da Cooperativa, a época do plantio tem levado mais variedades resistentes ao solo de Poço Fundo (MG)

Anos depois, a Cooperativa enfrentou novos desafios e o desânimo geral, quando produtores abandonaram o cultivo orgânico. Foi nesse tempo que os cooperados decidiram buscar novas lideranças, entre elas Clemilson José Pereira. “O presidente entrou novo, a gente desconfiava por conta da idade. Mas hoje vemos que valeu a pena!”, confidencia Sinval.

Ainda em 1991, quando os fundadores tinham em comum a ligação com a Pastoral da Terra, Clemilson já frequentava as reuniões. “Foi fazendo, errando e acertando, que tudo foi construído”, explica. “Comecei a participar com 13 anos e até 2010 eu era apenas associado. Foi aí que entrei para leia mais…

TEXTO Thais Fernandes • FOTO Lucas Albin / Agência Ophelia

Barista

Raio-X do barista

Barista, palavra de origem italiana – no plural masculino, Baristi, e, no feminino, Bariste. Aquele profissional que extrai o melhor do café para diversos preparos, em busca da “xícara perfeita”. Ele é encarregado de apresentar uma boa bebida, divulgar conceito, e, muitas vezes, explicar ao consumidor a origem e o processo do grão, informação essencial para o preparo da bebida, já que cada região tem sua peculiaridade, o que muda o resultado final.

Consultamos quatro profissionais experientes no assunto e lhes pedimos que mapeassem o caminho e listassem alguns requisitos básicos para alguém se tornar um bom barista.

Para começar

Gostar de café é fundamental, mas aqueles que buscam um futuro nessa profissão precisam ter abertura para derrubar certezas e humildade para aprender todos os dias. A função necessita conhecer tudo o que está por trás de uma boa xícara.

Num curso básico o aluno aprenderá, entre outras coisas, a usar uma máquina de café espresso, preparar os métodos de filtragem, regular o moinho, vaporizar o leite, montar as bebidas e leia mais…

TEXTO Bianca Ribeiro • ILUSTRAÇÃO Eduardo Nunes

Café & Preparos

Participe da II Copa São Paulo Hario v60!

Em comemoração ano aniversário de 466 anos da cidade de São Paulo, no dia 25 de janeiro, às 17h, será realizada a II Copa São Paulo Hario v60. O evento, que busca premiar o melhor preparo no método japonês, está previsto para acontecer em Pinheiros, na cafeteria Um Coffee Co.

As rodadas serão compostas por três competidores e três juízes, que farão suas avaliações sensoriais individualmente. Cada barista terá seis minutos para preparar sua receita. O participante com a xícara melhor avaliada avança para a próxima etapa. Os prêmios das três primeiras colocações são:

1º lugar – R$ 700
2º lugar – R$ 350
3º lugar – R$ 150

O café oficial da competição é da variedade Pacamara, um híbrido de Pacas com Maragogipe. Os grãos foram cultivados na Fazenda Ambiental Fortaleza, na região de Mococa (SP). Aos interessados em competir, as inscrições abrem amanhã (11), às 10h, neste link. O valor é de R$ 55.

A II Copa São Paulo Hario v60 conta com organização da 55 Coffee Hub e parceria do São Paulo Coffee Festival, Isso É Café, Flavors, Hario, Bunn, Cropster, Atilla e Coffea Trips. A Espresso é mídia oficial.

Serviço
II Copa São Paulo Hario v60
Quando: 25/1, às 17h
Onde: Rua Paes Leme, 215 – Pinheiros – São Paulo (SP)
Mais informações: www.instagram.com/copasaopaulohariov60

TEXTO Redação