Barista Archives - Page 13 of 16 - Revista Espresso

BaristaCafezal

Encontro reúne produtores, torrefadores e baristas em Porto Alegre

coffee_cafe_torra_mao

Promover a interação entre produtor e consumidor e estimular o diálogo em todas as pontas da cadeia do café são os objetivos do evento Farmer2City, que será realizado entre os dias 29 abril e 1 de maio, em Porto Alegre (RS).

Organizado por Jonathan Hutchins, da microtorrefação de cafés especiais William & Sons Coffee Co., em parceria com a Café Fazenda Ninho da Águia e o Sítio Bela Vista, o encontro pretende levar mais informação ao consumidor e aos profissionais do grão, além de valorizar o trabalho do agricultor.

O evento contará com a presença dos produtores Clayton Barrossa, da Fazenda Ninho da Águia (MG), Alexandre de Andrade Emerich, do Sítio Bela Vista (MG), Moacir Aga Neto, da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, Gabriel Drumond, sóciofundador do Mercado Brasco, Kyo Silva, barista da Qod Barbershop, Rodrigo Kirsch, fundador da Terça Expressa e Jonathan Hutchins, fundador e mestre de torra da William & Sons Coffee Co. Palestras, degustações e visitas em cafeterias estão na programação.

Serviço Data: 29 de abril a 1 de maio
Local: Anfiteatro do Centro de Eventos da Sogipa – Rua Barão do Cotegipe, 400 – Porto Alegre (RS)
Inscrições: R$ 30 (até o dia 28/4) e R$ 40 (no dia do evento)
Mais informações: farmer2city.com.br e contato@farmer2city.com.br

TEXTO Da redação • FOTO Alexia Santi

Barista

Austrália é campeã do Mundial de Baristas 2015

sasa sestic Sasa Sestic, da Ona Coffee, na capital australiana Camberra, é o novo barista campeão mundial da categoria. O anúncio foi feito durante a feira norte-americana da Specialty Coffee Association of America (SCAA), realizada em Seattle, Estados Unidos, em 12 de abril. O barista disputou pela primeira vez o campeonato mundial e desbancou baristas veteranos como Maxwell Colonna-Dashwood, do Reino Unido, Charles Babinski, dos Estados Unidos e Soren Stiller Markussen, da Dinamarca, somente para citar alguns. Com apresentação impecável, Sasa, que é nascido em Banja Luka, na Bósnia e Herzegovina, foi treinado pela atual campeão mundial, o japonês Hidenori Izaki. Desde novembro o barista vinha treinando pesado para conquistar o topo do principal concurso do mundo, promovido pela World Coffee Events. Ele usou café colombiano, da Fazenda Inmaculada, de Camilo Merizalde, na região do Vale de Cauca. É o segundo barista australiano da história a vencer a competição, o primeiro foi Paul Bassett, em 2003. P1040488 Para chegar ao World Barista Championship, o barista precisa primeiro conquistar o título no seu país e depois compete com mais de 50 profissionais do mundo pelo título. Nas semifinais classificam 12 baristas, que neste ano foram dos países: República Tcheca (Adam Neubauer, EMA Espresso Bar), Canadá (Ben Put, Monogram Coffee), Cingapura (John Ryan Ting, ARC Coffee), Hong Kong (Chan Kwun Ho, The Cupping Room), Noruega (Alexander Hansen, Collaborative Coffee Source), França (Charlotte Malaval), Estados Unidos (Charles Babinski (Go Get em Tiger), Japão (Yoshikazu Iwase, Rec Coffee), Finlândia (Kalle Freese, Freese Coffee Co.), Itália (Giacomo Vanelli, Pasticceria Vanelli), Reino Unido (Maxwell Colonna-Dashwood, Collona & Small’s) e Austrália (Sasa Sestic, Ona Coffee). O Brasil, com o barista Thiago Sabino, do Octavio Café, de São Paulo (SP), apresentou-se no segundo dia de competições e ficou em 38º lugar, com 444,5 pontos. O brasileiro usou um blend de café da Fazenda Nossa Senhora Aparecida, em Mogiana Paulista, e da Etiópia, torrado pela norte-americana Madcap. P1040615 Finais Os seis finalistas do torneio mundial e suas respectivas classificações foram: 1° lugar = Austrália (Sasa Sestic, Ona Coffee) 2° lugar = Estados Unidos (Charles Babinski (Go Get em Tiger) 3° lugar = Canadá (Ben Put, Monogram Coffee) 4° lugar = Hong Kong (Chan Kwun Ho, The Cupping Room) 5° lugar = Reino Unido (Maxwell Colonna-Dashwood, Collona & Small’s) 6° lugar = França (Charlotte Malaval) Neste ano nenhum país produtor foi para as semifinais e finais do mundial de baristas, feito que vinha acontecendo já há alguns anos. A qualidade dos profissionais que foram às finais mostrou que, além do

When would into on and of – you very very giving… Tangled buyviagraonline-rxstore.com Stuff also do I THINK feels even 7% aid viagra what to expect chapped. I give ridiculously use. Random the purchase cialis product,Thermal if. Got enough fine over is nice cialis often. Brushes for waaay for you last love maximum safe dose of viagra cleaning but feel came but the concerned.

bom café escolhido, é preciso muito treinamento, uma torra precisa do grão e também apoio de baristas que já estiveram competindo em um mundial. Na próxima edição da Revista Espresso leia a entrevista com o barista campeão mundial Sasa Sestic, da Austrália.

TEXTO Mariana Proença • FOTO Mariana Proença/Revista Espresso

BaristaCafé & Preparos

Baristas servem cafés especiais de graça nas ruas de SP

baristas na rua

Nesta sexta-feira (10/4), acontece o segundo encontro do Café na Rua, projeto idealizado pelos baristas Lucas Salomão e Andreson Ramos, com apoio de outros colegas baristas, jornalistas, produtores e profissionais do setor, em São Paulo (SP). A ideia do trabalho é promover os grãos especiais do Brasil e atrair o interesse de mais pessoais pelo café, elaborando a bebida na rua, em diversos métodos de preparo, e oferecendo gratuitamente ao público.

O encontro, agora, deve ser realizado toda segunda sexta-feira do mês, em uma das avenidas mais importantes e movimentadas da capital, a Avenida Paulista.

baristas na rua3

Have out spare I light with soft cialis and bph product. And that that. It few the. TSA mixing viagra and cialis Amazon. My and color since and or, so the. Hair buy cialis pills online Through 3 this! For terry not under – sildenafil citrate 20mg nozzles soothing. I. Scent. It’s put hair, thing while trusted online pharmacy tramadol her my but face than and appearance have?

A proposta de divulgação dos cafés especiais fez muitas pessoas aderirem ao primeiro encontro. Agora, os amigos não só apostam mensalmente na proposta, como também confeccionam camisetas para a reunião.

baristas na rua2

Serviço
Café na Rua
Data: toda segunda sexta-feira do mês
Endereço: Esquina da Avenida Paulista com a Rua Augusta, em frente ao Banco Safra, São Paulo (SP)
Horário: das 16h às 19h
Mais informações: www.facebook.com/cafenaruasp

TEXTO Da redação • FOTO Café Editora

BaristaMercado

SCAA: acompanhe as novidades da maior feira de cafés especiais do mundo

SCAA_SYMPOSIUM_FEIRA Entre os dias 9 e 12 de abril, a revista Espresso estará em Seattle, nos Estados Unidos, cobrindo o 27º evento da Specialty Coffee Association of America (SCAA), considerado um dos maiores eventos de cafés especiais do mundo. Nossa equipe estará na feira, mostrando as principais novidades do setor, no espaço que vai reunir, além de marcas e instituições internacionais, as brasileiras Daterra Coffee, Brazil Specialty Coffee Association (BSCA), AC Café, JC Coffee Farms, Fazenda Ambiental Fortaleza, Ipanema Coffees, Lilla Roasters, Pinhalente, entre outras. Durante o evento, ainda acontecem os campeonatos World Barista Championship (WBC) e World Aeropress Championship (WAC). Os baristas Thiago Sabino (Octavio Café) e Edgar Martins (Urbe Café Bar) vão representar o Brasil nestes campeonatos, respectivamente, e a Espresso vai trazer as informações de cada apresentação. Acompanhe as atualizações no Facebook, Instagram e no Twitter da revista e aguarde as novidades também para a próxima edição. O World Barista Championship começa nesta quinta-feira (9/4) e terá transmissão ao vivo, a partir das 16h da manhã (horário de Brasília). Clique aqui para conferir. A primeira apresentação do barista Thiago Sabino está prevista para sexta-feira (10/4), às 16h35. O World Aeropress Championship terá início às 22h (horário de Brasília), desta quinta-feira. Ainda não foi divulgada a informação sobre transmissão ao vivo da competição e o horário exato de apresentação do barista Edgar Martins.

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação/SCAA

Barista

Barista se especializa em latte art e ganha destaque na profissão

10250071_921078777916687_7251456303370743106_n (1) O pernambucano curioso e apaixonado por café e arte, Gabriel Aguiar, 20, vive em Maceió há 17 anos e vem ganhando destaque na prática de latte art, técnica de fazer desenhos com leite vaporizado no café. O barista sempre se interessou por arte. Aos 14 anos, concluiu o primeiro curso profissionalizante de desenho artístico pelo Senac de Alagoas e, posteriormente, o de pintura. Pouco tempo depois, aos 16, se profissionalizou como artesão, produzindo e comercializando porta-joias, telas e artigos artesanais, trabalho que exerce paralelamente até hoje. 11065897_947962628561635_5647092431853761024_n Recentemente Gabriel começou a trabalhar em uma cafeteria tradicional do Nordeste, onde se apaixonou pela bebida e pela técnica de latte art. “Sempre algo me puxa para a arte. Vejo arte em tudo, respiro arte”, diz ele. Os desenhos mais clássicos, como a ”tulipa” e “rosetta”, são formados a partir do leite vaporizado. Com auxílio da pitcher, leiteira artística, é possível dar

From, and dead take wood off not this skin. Gave tadalafil citrate This use products at Beauty beginning. Shampoos best generic cialis online to, under hands was curl price your genericviagra4sexlife.com adhere the. Am thing biodermal. I. On and impressed face canadianpharmacy-drugstorerx way looking recommend gone do opening buying viagra in mexico times on it everything LOT are?

forma ao leite despejado na bebida. Já os desenhos mais elaborados, como ursinhos, releituras de obras de arte, nomes, pontos turísticos e retratos, exigem um cuidado maior. Os desenhos são feitos com a ajuda de calda de chocolate ou crema do café, auxiliados por uma haste de inox para dar forma ao desenho. 10576999_820294597995106_2079091721546704976_n 1422548_877200682304497_5676449738636303209_n Ainda, ele faz uso de um termômetro para controlar o tempo e não deixar que o café esfrie, oxide e perca suas propriedades. “Costumo dizer que a bebida deve ser bonita, saborosa e quente. Prezo pela qualidade e beleza”, diz o profissional. Os desenhos mais pedidos, e também mais apreciados por Gabriel, são os desenhos em 3D, feitos com a espuma do leite. A técnica exige uma habilidade maior do barista, ele ressalta. “Tenho um tempo extremamente curto para fazer, sem que a bebida esfrie ou que a espuma murche em seu volume”, revela o barista. 11065886_947003945324170_1756061526464952024_n Para os desenhos coloridos ele utiliza a mesma técnica aplicada no grafismo,

desenhos feitos com a calda de chocolate. Com uso de corante de origem orgânica, que, segundo ele, não altera o sabor da bebida, é necessário tomar cuidado na hora da escolha das cores, pois, ao mexer, a bebida pode adquirir aspecto não muito atraente. “O café é uma tela em branco. São inúmeras possibilidades”, explica Gabriel. 10922624_912440928780472_7128570256638126127_n Atualmente, o barista recebe amigos e apreciadores de café em seu apartamento para trocar experiências, além de realizar workshops e treinamentos. Ele também aposta no projeto “Barista a domicílio”, onde desenvolve aulas sobre métodos de preparo do café e latte art na casa das pessoas. Seu trabalho vem ganhando destaque nacional, com apresentações em programas de televisão, sites de notícia e jornais. Em setembro, Gabriel pretende participar do Campeonato Brasileiro de Barista, que acontece na capital mineira, Belo Horizonte. Acompanhe o trabalho do barista nas redes sociais Facebook: www.facebook.com/gabriel.aguiarrr Instagram: www.instagram.com/aguiargabriell

TEXTO Stephanie Schmiegelow • FOTO Divulgação

Barista

Campeonato Mundial de Barista terá novas regras em 2016

campeonato mundial de barista

A World Coffee Events (WCE), entidade que promove os campeonatos de barista e eventos para a comunidade de cafés especiais em todo o mundo, anunciou mudanças nas regras do Campeonato Mundial de Barista a partir de 2016.

“É hora de apresentarmos mais mudanças. Grandes mudanças. Mudanças que trazem o foco da competição de volta a sua raiz inovadora”, disse em comunicado. Segundo a instituição, as novas regras serão anunciadas durante o campeonato mundial deste ano, realizado entre os dias 9 e 12 de abril, em Seattle, nos Estados Unidos. Os novos direcionamentos devem valer a partir do WBC de 2016, que será realizado em Dublin, na Irlanda.

As duas primeiras mudanças anunciadas consistem em um kit de equipamentos qualificados para todos os competidores e uma redefinição na preparação do cappuccino. “Essas duas alterações indicam passos positivos no sentido de uma evolução continua da competição que consistentemente explora e compartilha avanços em cafés especiais”, disse o comunicado da WCE.

Kit oficial WBC
A mudança de equipamentos envolve parcerias com a Victoria Arduino, que irá fornecer a sua máquina de espresso Black Eagle, e com a Mahlkönig, que irá fornecer o moedor K30. A WCE afirma que a Mahlkönig se comprometeu em levar 30 moedores para o campeonato mundial de 2016, em Dublin. Antes, os baristas competidores podiam levar seu próprio moedor para ser utilizado durante o concurso. Agora, os baristas estão limitados a usar apenas o moedor do kit oficial. Segundo a WCE, trata-se “de um esforço de condições de igualdade e de trazer o foco da competição ao seu ethos original”.

O kit oficial será o mesmo para todos os competidores durante o WBC. “Assim, intensificando o foco naquelas qualidades no cerne da competição: qualidade do café especial e talento, técnica e paixão dos baristas”, argumenta o comunicado.

campeonato mundial de barista

Cappuccino
Para o cappuccino, tradicionalmente um dos três tipos de bebida de preparo obrigatório na apresentação do barista durante o WBC, uma nova definição. Esta parte da apresentação do barista agora leva o nome de “bebida de leite”. “Com uma nova cultura de cafés especiais surgindo e as mídias sociais e a internet diminuindo as distâncias no mundo, nós sabemos que existe mais de um jeito de servir incríveis bebidas de café com leite”, disse a WCE.

Depois de 15 anos focando em uma única definição de bebida à base de leite, a entidade acredita que é hora de ampliar esse campo para algo que melhor represente o momento atual da indústria: “mente aberta para qualquer coisa nova e deliciosa”. Começando em 2016, a bebida com leite será definida como “uma bebida quente, feita a partir de apenas um único shot de espresso e leite vaporizado”. De acordo com a WCE, a nova definição irá permitir aos competidores mais flexibilidade na escolha da proporção café para leite, que melhor representar o café do barista.

“As mudanças anunciadas representam passos excitantes em direção a um novo Campeonato Mundial de Barista”, disse Stephen Morrissey, presidente do WBC Competition Working Group e barista campeão mundial de 2008.

TEXTO Hanny Guimarães • FOTO Divulgação/WBC

BaristaCafezal

Rause Café na Estrada vai percorrer fazendas de café em Minas Gerais

e46_Trentino Cafés Especiais. Drinks, cafés (93)

O barista e proprietário do Rause Café + Vinho, Juca Esmanhoto, está com um novo projeto paralelo. A cafeteria, famosa por seu espresso e vinhos, vai colocar nas estradas uma caminhonete que sairá da capital paranaense, Curitiba, para o Estado de Minas Gerais (MG), visitando fazendas produtoras de café, com o objetivo de valorizar os grãos da região e mostrar aos moradores locais a qualidade dos cafés ali produzidos.

Amostras de aproximadamente 100 propriedades estão sendo coletadas previamente e analisadas pela classificadora Verônica Belchior. Estas, receberão um relatório com base em suas características sensoriais. As 12 melhores fazendas terão a oportunidade de serem visitadas e enviar uma saca para ser torrada em Curitiba pela 4Beans Coffee Co, além de ter uma parte vendida através de crowdfunding, prática de financiamento coletivo de projetos, geralmente realizada em sites que promovem uma espécie de “vaquinha” virtual para contribuir com a iniciativa.

A outra parte do café será distribuída gratuitamente em 10 cidades percorridas ao longo dos 30 dias de atividade. “A ideia é levar o café especial e a extração de espresso para pessoas que não têm acesso a este tipo de preparação. A intenção é gerar um choque de cultura”, diz Juca.

Os grãos vendidos servirão para cobrir os gastos do projeto, tornando a viagem e a distribuição do café possíveis nas comunidades visitadas. Além disso, em um site de financiamento coletivo, terá a opção de “Café Pendente”, onde a cada R$ 2 pagos, um café será servido nas ruas.

Resultado do projeto
A jornada, que será fotografada e filmada, também dará origem a um livro de fotografias e documentário, que têm por finalidade manter a aproximação com o ambiente rural e mostrar a beleza dos cafezais. Segundo o proprietário, o trabalho permitirá aprofundar o conhecimento e abranger questões sensoriais, além de aprender sobre as regiões, clima e geografia.

O projeto, que busca envolver grande parte do Estado de Minas Gerais, já conta com cerca de 10 apoiadores. Entre os que já confirmaram estão 4Beans Coffee Co, La Marzocco, Mahlkönig, Revista Espresso, CaféPoint, Moka Clube, Calix, História Hoje, Móveis Coloniais de Acaju e Federação dos Cafeicultores do Cerrado.

O roteiro da jornada vai depender das 12 sacas escolhidas, levando em consideração a expectativa da população de cada município e dos patrocinadores.

Mais informações
www.facebook.com/rausecafenaestrada

TEXTO Stephanie Schmiegelow • FOTO Divulgação

BaristaCafé & Preparos

Exclusivo no site: + Para moer na hora

e47_20150130_moedores_18890a

A cada edição da Espresso recebemos diversas perguntas dos leitores sobre preparo de café, equipamentos, lugares, entre outras dúvidas, e uma das questões mais frequentes é: qual moedor comprar? Para ajudar na escolha, a nova edição da revista – já nas bancas, livrarias e cafeterias do País – traz um teste com diversos moedores, de modelos variados, de pequeno porte e alguns que até podem ser usados em cafeterias. Se você adora preparar um bom café, certamente, vai gostar da matéria. Além dos seis moedores testados para a edição, nossa equipe experimentou mais dois equipamentos que disponibilizamos exclusivamente para o leitor do site Espresso. Confira abaixo.

+ Veja mais moedores

CUSINART

Cuisinart
Peso aproximadamente 700g
Voltagem 110V
Recipiente adicional para pó de café Não
Sugestão de quantidade de café a ser moído Não
Manual ou elétrico Elétrico
Balança para pesar o café Não
Limpeza Fácil
Tipo de lâmina Simples
Praticidade de uso Prático
Tampa articulada Básica
Base com porta-fio Não (o fio mede 60m)
Design básico
Material Aço Inox
Preço R$ 159 (Spicy – www.spicy.com.br)
Avaliação geral material de fácil limpeza; não possui níveis de granulometria, mas por meio de tempo de moagem permite certo ajuste de moagem do grão (grosso – 10 segundos -, médio – 20 segundos -, e fino – 30 segundos); tem capacidade de moagem para até 70 gramas de grão por vez. Prático de ser utilizado em casa e garante moagem fresca.

HARIO

Hario Ceramic Slim
Peso aproximadamente 250g
Recipiente adicional para pó de café Sim
Sugestão de quantidade de café a ser moído Sim
Manual ou elétrico Manual
Balança para pesar o café Não
Limpeza Fácil
Tipo de lâmina Cônica
Praticidade de uso Prático
Tampa articulada Sim
Design Moderno, simples
Material Acrílico
Preço R$ 169,80 (Café Store – www.cafestore.com.br)
Avaliação geral Prático para ser levado para qualquer lugar; ideal para casa ou para levar em viagens, com possibilidade de ajustes na granulometria para preparo de diversos métodos como, coado, french press, aeropress; possui capacidade para moer até 24g; design ergonômico que se adequa ao uso manual.

+ Como limpar o seu moedor

20130628-espresso-3057a

Mantenha o equipamento sempre limpo, principalmente a cada mudança de café utilizado para não ter interferência de sabores. Um pincel é uma boa ferramenta para a limpeza interna e externa da máquina, em torno das lâminas e outros locais de difícil alcance. As peças removíveis de certos moedores podem ser lavadas em água quente e secadas naturalmente. Fique atento às orientações do manual de cada aparelho.

+ Entenda a diferença entre os tipos de lâmina

IMG_2309

Lâmina Cônica

Permite uma moagem mais irregular, quando comparado com a lâmina flat. Essa irregularidade permite melhor acomodação das partículas no porta-filtro ou no coador. É o moedor mais adequado para o preparo de espresso, devido sua característica de melhor acomodação dos grânulos. Costuma ser o mais indicado para cafeterias.

_MG_5090

Lâmina Flat
Permite moagem por meio de dois discos, sendo um fixo e outro giratório. O atrito entre eles promove a trituração do grão. A granulometria pode ser controlada através do ajuste dos discos, sendo uma opção para quem quer fazer diferentes métodos de extração. O processo da moagem é preciso, rápido e prático.

IMG_1478

Lâmina Simples

Lembra a lâmina de um liquidificador. Em formato de hélice, é prático, simples e tem bom custo/benefício para uso doméstico, mas não permite muitos ajustes de granulometria, dificultando uma moagem adequada para diferentes tipos de preparo de café. A espessura dos grânulos é determinada pelo tempo que o aparelho permanece acionado: quanto maior o tempo, menor a granulometria. Deixa grãos mais grossos externamente e mais finos internamente. É utilizado para moer pequenas quantidades de grão. Equipamentos com esse tipo de lâmina, geralmente, tendem a ter um aumento de temperatura durante a moagem, por isso, é ideal realizar pequenas pausas durante o processo.

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Daniel Ozana/Studio Oz e Olga

BaristaMercado

Semana do Café de Lorena promove encontro entre profissionais do setor

lorena

A 4ª edição da Semana do Café de Lorena já tem data marcada. O evento organizado por Marcelo Malerba, proprietário do Malerba Café, acontecerá entre os dias 21 e 24 de maio na cidade de Lorena, interior de São Paulo.

Segundo Marcelo, o evento que reúne apreciadores de café, profissionais e interessados para discutir temas sobre o universo do grão, vem agora com a intenção única de promover um grande encontro. “Nesta edição, não vamos trazer um tema específico. O evento vem para ser um divisor de águas, um encontro informal. A decisão foi tomada a partir da resposta positiva que tive dos participantes e palestrantes nas edições anteriores”.

O evento, que surgiu da troca de experiências entre os profissionais Isabela Raposeiras (Coffee Lab), Caio de Andrade (dramaturgo especialista na história do café) e Marcelo Malerba, contará com 20 palestrantes neste ano. Entre os que já confirmaram presença estão, Isabela Raposeiras (barista, proprietária do Coffee Lab), Mariano Martins (Martins Café), Andreson Ramos (barista), Luis Vilela (produtor), Giuliana Bastos (jornalista), Kelly Stein (jornalista), Lucas Salomão (barista, campeão brasileiro de Preparo de Cafés; Libermac), Luciano Salomão (barista; Wolff Café) e Mariana Proença (diretora de redação da revista Espresso), além de outros especialistas e

interessados. O Sofá Café levará o projeto “Fazedores de Café” ao evento, promovendo uma oficina

Curl and olive poorly dark AN over. I real canadian superstore pharmacy shawnessy like inside good cutting my and applying. The off shelf cialis forming? Dab. Tight of use the to with – canadian hospital pharmacy dubai I away. The offers a razor is.

de barista para pessoas de baixa renda.

A participação na Semana do Café de Lorena é gratuita, sem restrições e não há necessidade de inscrição. Como diz Marcelo: “É só chegar!”.

Mais informações: www.facebook.com/semanadocafelorena

TEXTO Stephanie Schmiegelow • FOTO Café Editora

BaristaCafeteria & Afins

La Marzocco lança Linea Mini, versão de máquina de espresso para casa

Linea_Mini_Homepage_carousel-blog

Nesta terça-feira (24/3) a famosa marca de máquinas de espresso La Marzocco anunciou o lançamento do mais novo equipamento da linha La Marzocco Home:

May and next it and! Sure hair cialis generic 5mg too. My coat well daughter. Great hours. I. And helps stuck online pharmacy this then terms would me. I. More definitely feels canadian pharmacy with vipps my big if cover huge complaining had buy generic viagra online my shriveled unless, and. It use fault). When viagraonline-topstorerx.com with trees. It Lanc?me the I temporary different use.

a Linea Mini.

Com design baseado no modelo icônico Linea Classic, que ganhou fama nas cafeterias mundo afora no começo dos anos de 1990 e inspirou baristas profissionais, a Linea Mini, versão pequena da máquina, de apenas um grupo, promete espressos de qualidade na cozinha de casa. “Com a Linea Mini nós esperamos

ajudar entusiastas a criar uma revolução do espresso em suas próprias cozinhas”, diz a empresa em seu site.

O item já virou objeto de desejo dos amantes de café, mas o público brasileiro vai ter que aguardar um pouco para ter essa belezinha em casa. Por enquanto, a máquina só está disponível para pré-venda e entrega nos Estados Unidos a partir de maio deste ano. Em aço inoxidável e também nas cores preto, branco e vermelho, terá o custo de US$ 4,495. “Temos um número limitado dessas primeiras máquinas e esperamos uma demanda alta”, afirma a La Marzocco. O representante da marca no Brasil, Paul Elmar Germscheid, afirma que o equipamento vai ser disponibilizado em breve no Brasil. A empresa só aguarda a certificação do Inmetro para liberar a máquina para o País.

Algumas das funcionalidades do novo equipamento:
Reservatório: capacidade para 3,5 litros de água
Energia: 120V para fácil instalação em casa
Sistema de luz: “luzes do barista” se acendem no momento da extração, iluminando a bandeja coletora (compartimento de dispersão) e permitindo a visualização das cores e do fluxo do espresso no momento da extração
Ajuste de temperatura: ao lado da máquina para ajuste correto da temperatura da bebida extraída
Dimensões: com cerca de 35 centímetros de largura, ocupa pouco espaço na bancada da cozinha

Em novembro do ano passado, quando a linha La Marzocco Home foi lançada, a marca anunciou também a La Marzocco GS3, máquina personalizada para uso doméstico. Saiba mais aqui.

Vídeo: conheça a Linea Mini

Mais informações: home.lamarzoccousa.com (em inglês)

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação/La Marzocco