Receitas

Bibi com limão

drinque Thiago Nego

Ingredientes
• 1 colher (sopa) de geleia de laranja
• 70 ml de café filtrado na hario v60 (sugestão de café: use um grão com bom corpo, como o bourbon vermelho do Sofá Café)
• 20 ml de suco de limão-cravo
• 6 folhas de hortelã
• 2 pimentas-biquinho
• 1 baga de cardamomo

Preparo
Espere o café esfriar e bata todos os ingredientes em uma coqueteleira. Coe e sirva em um copo longo com bastante gelo e acompanhe com um picolé de limão.

Rende 1 porção

(Receita originalmente publicada na edição impressa da Revista Espresso, referente aos meses de dezembro, janeiro e fevereiro de 2016).

FOTO Daniel Ozana/Studio Oz/Café Editora • RECEITA Thiago Nego, barista e responsável pela cachaça Samba Nego

Barista

Baristas Estela Cotes e Leo Moço preparam-se para campeonatos na Irlanda

leomoço_estela cotes_baristas

Em setembro de 2015 aconteceu na Semana Internacional do Café, em Belo Horizonte (MG), o 15º Campeonato Brasileiro de Barista e o 5º Campeonato Brasileiro de Preparo de Café. Os vencedores foram o carioca Leo Moço e a paulistana Estela Cotes, respectivamente.

Os dois irão representar o Brasil em Dublin, na Irlanda, no mês de junho. Para isso estão arrecadando fundos, através do Catarse (ferramenta que viabiliza projetos), com o objetivo de comprar equipamentos para treinar e se preparar para os mundiais. “Estivemos no World Barista Championship, em 2014, e vimos que baristas dos Estados Unidos, Austrália e Japão, por exemplo, vão extremamente bem equipados e preparados. Tentamos algumas parcerias e patrocínios, porém não obtivemos sucesso. Por isso decidimos partir para o Catarse. Acredito também que essa seja uma forma de divulgarmos a profissão barista, o campeonato nacional e o mundial por aqui”, afirma Estela.

O café que será usado na competição é produzido na região de Cambira, no centro-norte do Paraná, região que Estela e Leo firmaram parceria com sete pequenos produtores e estão realizando testes de diferentes tipos de fermentação para cada bebida que irão servir. Há também uma parceria com o brasileiro Fabio Henrique Ferreira, da Notes Coffee, em Londres, que irá torrar os cafés.

Quem ajudar na arrecadação de fundos ganhará recompensas, que vão desde os cafés que serão levados a Dublin, até cursos de barista, de torra e fermentação. “A ideia é que quem nos apoie possa entrar em contato com o que vamos apresentar no campeonato e com o café que será preparado”, afirma Estela.

O objetivo é alcançar o valor de R$ 38 mil. Os baristas já têm garantidos pela Associação Brasileira de Café e Barista (ACBB) em parceria com a Café Editora as hospedagens e as passagens aéreas ida-volta Brasil-Dublin. Para saber mais sobre a ação acesse o site https://www.catarse.me/baristasdobrasil?ref=ctrse_explore.

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Bruno Lavorato/Café Editora

Mercado

Conheça 16 opções de ovos de Páscoa para combinar com seu café preferido

Ovo de chocolate ao leite, de chocolate amargo, com recheio, sem recheio, com casca decorada… A Páscoa está chegando e com ela muitas novidades para os fãs de chocolate. São diversos recheios e opções como os ovos para comer de colher, além de variedade de preços e tamanhos. Selecionamos 16 produtos para ajudá-lo na escolha e na harmonização com seu café favorito.

Brigadeiro de café, da Octavio Café

ovo de páscoa_octavio café
A tradicional cafeteria de São Paulo, Octavio Café, preparou um ovo artesanal com café, em parceria com Sweet Shot. O de colher é recheado com brigadeiro de café e chocolate belga tem presença marcante do grão e equilíbrio com o doce. Preço: R$ 115 (300 g). Onde encontrar: Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2996 – São Paulo (SP). Mais informações: www.octaviocafe.com.

Cappuccino, da Kopenhagen

ovo de páscoa_kopenhagen

A marca, que completa 88 anos, apresenta o ovo Cappuccino, feito de chocolate ao leite, com recheio de cappuccino e miniovinhos de chocolate ao leite com recheio de cappuccino. O ovo Pistache Cremoso, também faz parte das novidades para 2016. É feito de chocolate ao leite e recheio de creme de pistache com bombons de chocolate ao leite e recheio. Preço: R$ 89,70 (355 g). Mais informações: www.kopenhagen.com.br.

Castanha de caju, da Sucré Patisserie


A chef pâtissier Lia Quinderé, da Sucré Patisserie, elaborou o Praliné Crocante – ovo de chocolate branco com praliné de castanha de caju e farofa crocante do chef Thomas Troisgros (Olympe, RJ). Os tradicionais produtos da Sucré continuam em linha, com 15 tipos de ovos. A linha ainda oferece opções diet e sem lactose. Preço: A partir de R$ 98 (500 g). Mais informações: www.sucre.com.br.

Chocolate Maltado, da Amor aos Pedaços

ovo de páscoa_amor aos pedaços
Entre as novidades dos ovos recheados da marca está o Ovo Maltado, meio ovo de chocolate ao leite com recheio de creme crocante de chocolate maltado e brigadeiro branco, decorado com chocolate com flocos. Vem acompanhado de colher. Preço: R$ 81 (300 g). Mais informações: www.amoraospedacos.com.br.

Cocada, da Brunella

ovo de páscoa_brunella
A marca traz seis opções de ovos, entre elas, destacam-se os sabores de cocada e brigadeiro. Os ovos são feitos com chocolate belga. Preço: sob consulta (400 g). Mais informações: www.brunella.com.br.

Colmeia, da Mara Melo

ovo de páscoa_mara melo
A chef pâtissier Mara Melo traz os ovos Colmeia em dois tamanhos, produzidos com diferentes tipos de chocolates. Um é feito com Callebaut ao leite 41% Origem Alunga (160 g – R$ 70; 380 g – R$ 115) e o outro com Callebaut amargo 67% Origem Brasil (160 g – R$60; 380 g – R$ 96). Mais informações: www.maramello.com.br.

Crème brûlée e limão siciliano, da Addolcire

ovo de pascoa_addolcire
Em parceria com a chef Stephanie Mantovanie, a marca traz ovos com casca recheada para comer de colher. Um dos sabores de gelato mais tradicionais da casa: o Addolcire, ganha a versão ovo de colher, com chocolate belga 54% cacau, recheado de ganache de crème brülee e limão siciliano e crostinha de açúcar maçaricado. Preço: R$ 68 (350 g). Mais informações: (11) 4305-4001 ou www.addolcire.com.br.

Cupuaçu, da Mendoá

ovo de pascoa_mendoa
Ovos recheados de brigadeiro Duo e Cupuaçu são os lançamentos da marca para este ano. A versão de Brigadeiro Duo é de chocolate amargo e ao leite, metade dele é recheado com leite condensado e chocolate com 50% e a outra metade com um brigadeiro mais intenso e variação de chocolate 70%. Já o ovo de Cupuaçu tem o recheio da fruta pura e cremosa entre as duas camadas. Ambos acompanham bombons com castanha-do-pará e de caju. Preço médio sugerido: de R$ 89,90 (300 g) à R$ 119 (600 g). Mais informações: www.chocolatesmendoa.com.br.

Kit especial ovo + caneca, da Starbucks

ovo de páscoa_starbucks
A marca criou um kit para a Páscoa com um ovo de chocolate meio amargo, desenhado no formato do fruto de cacau, e uma caneca. Os dois produtos vêm embalados para presente em uma caixa. Preço: R$ 59,90 (peso do ovo: 250 g). Mais informações: www.starbucks.com.

Leite ninho, da Dona Deola

ovo de páscoa_dona deola
Conhecida por seus ovos generosamente recheados, a Dona Deola apresenta o ovo de Leite Ninho, com uma casca de chocolate branca recheada com creme de leite ninho e pão-de-ló. Outro lançamento é o ovo Palha Italiana, com casca de chocolate ao leite recheada com brigadeiro e bolacha maisena, coberta com farelo e bolacha maisena. Preço: R$ 78 (700 g). Mais informações: www.donadeola.com.br.

Moça Doce de Leite, da Nestlé

ovo de páscoa_nestlé
Ovos para comer de colher, como é o caso do Alpino (360 g), ovo de chocolate ao leite com recheio sabor chocolate Alpino e o lançamento Moça de Doce de Leite (340 g), que tem o recheio de doce de leite. Preço: sob consulta. Mais informações: www.nestle.com.br.

Ovo com whisky, da Season Food Market

ovo de páscoa_season
O Season Food Market em parceria com a Liz Chocolaterie preparou um ovo com base de chocolate belga Callebaut e a casca e bombons recheados com whisky. Preço: R$ 152 (250 g). Mais informações: www.facebook.com/seasonfoodmarket.

Pão de Mel, da Munik

ovo de páscoa_munique
A marca Munik lançou oito opções este ano. Uma delas foi o ovo Pão de Mel, elaborado com chocolate ao leite, recheado com pão de mel no sabor leite. Preço: R$ 65 (350 g). Mais informações: www.munik.com.br.

Pé de moleque, da Confeitaria Dama

ovo de páscoa_dama
A marca usa chocolate belga e se inspira na confeitaria francesa e nos doces clássicos brasileiros para trazer novidades, como é o caso do lançamento deste ano com o Pé de Dama, uma releitura do pé de moleque, feita com praliné de amêndoas. Preço: R$ 80 (250 g). Mais informações: www.confeitariadama.com.br.

Petit Gâteau, da Cacau Show

ovo de páscoa_cacau show
Uma das novidades da marca é o ovo Dreams Petit Gâteau. Feito com chocolate ao leite traz três camadas de recheio, elaboradas com cookies, trufa tradicional e cremoso de chocolate. Preço: R$ 49,90 (400g). Mais informações: www.cacaushow.com.br.

Por países, da Madame Formiga

ovo de páscoa_madame formiga
A chef Isabela Ferracini traz uma proposta diferente para a marca Madame Formiga: uma volta ao mundo por meio dos chocolates. Para o México o ovo é composto de brigadeiro de churros com doce de leite. Já para a Espanha, o doce é feito de brigadeiro de queijo com mel e amêndoas tostadas. No caso da França, o sabor traz brigadeiro branco, frutas vermelhas e suspiros. A inspiração para a Holanda combina brigadeiro branco de leite com raspas de chocolate branco e o da Inglaterra é feito com brigadeiro tradicional e pedaços de chocolate. Também tem Brasil, com brigadeiro feito com achocolatado belga e Bélgica, puro chocolate belga. Preço: entre R$ 104 a R$ 162. Mais informações: www.madameformiga.com.br.

CURSOS
Que tal preparar o seu próprio ovo de Páscoa? Confira dicas e aprimore suas técnicas
Técnicas para rechear ovos de Páscoa
Data: 23/03
Horário: 9h às 12h
Local: Chocolândia Guarulhos – Avenida Monteiro Lobato, 300 – Centro – Guarulhos (SP)
Inscrições: centroculinario@chocolandia.com.br
Mais informações: www.chocolandia.com.br
Valor: R$ 35

Curso online de ovos de Páscoa de colher
Data: 22/03
Carga horária: 1 hora
Duração: 30 dias
Valor: R$ 22,50
Mais informações: www.portaldaeducacao.com.br

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Divulgação/ Sucré Patisserie - Raphael Criscuolo/ Addolcire - Thays Bittar/ Dona Deola - Tadeu Brunelli/ Madame Formiga - Junior Vedovello

Cafeteria & Afins

Brunch e jazz animam domingo no Isso é Café

isso é café_cafeteria_mirante

O Isso é Café, instalado no Mirante 9 de Julho, em São Paulo, oferece neste domingo (20/3), a terceira edição do seu brunch. Desta vez, o evento será realizado em parceria com o Canastra Food Truck. O menu de acento mineiro será comandado pelo chef Pedro Savastano, que levará os queijos da Serra da Canastra em receitas de tostex e tapioca (R$ 18), preparadas, segundo a casa, com produtos orgânicos, frescos e sazonais – mel, mussarela e chutney – da Fazenda Ambiental Fortaleza (FAF). Além de sanduíches, o brunch contará, ainda, com salada e ovos mexidos com bacon (R$ 28).

Todos os pratos terão opção de harmonização com os cafés do cardápio da cafeteria a preços de R$ 22 e R$ 32.

queijos_isso é café_canastra

“Nossa ideia é fazer um brunch a la carte, como forma de trazer a fazenda para a cidade em receitas criadas sob o conceito da sustentabilidade, com produtos que cresceram junto com os nossos cafés”, explica Felipe Croce, proprietário do Isso é Café.

menu_brunch_isso é café

Menu traz indicação de café para harmonização com comidas

Para acompanhar o brunch, o Mirante 9 de Julho realiza uma tarde de Jazz ao vivo, com o som do coletivo Superjazz, que reúne os músicos Márcio Negri (sax), Reginaldo 16 (trompete), Igor Wilcox (bateria), Bruno E. (baixo acústico) e participação especial da cantora Patrícia Marx.

SERVIÇO
Brunch no Mirante
Data: 20 de março
Horário: das 10h às 17h; Jazz ao vivo a partir das 15h
Local: Mirante 9 de Julho – Rua Carlos Comenale, s/n – Bela Vista – São Paulo/SP
Mais informações: www.facebook.com/issoecafe

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação

Mercado

Expectativa de preço do café faz produtor investir em qualidade

Femagri O primeiro dia da 15ª Feira de Máquinas, Implementos e Insumos Agrícolas (Femagri), realizada entre os dias 16 e 18 de março, em Guaxupé (MG), superou as expectativas da Cooxupé, maior cooperativa de café do País e organizadora do evento. O volume de negócios gerados no período, na feira, já é 30% maior do que o mesmo período de 2015. “O produtor está consciente de que deve melhorar a qualidade e ser mais competitivo, reduzindo custo e investindo em equipamentos para aprimorar o seu café”, diz Carlos Paulino, presidente da Cooxupé. Para ele, o momento é positivo para a cafeicultura, devido aos preços favoráveis. “O preço do grão está em alta na Bolsa de Nova York, o consumo está crescendo e tudo isso anima o produtor”, afirma Paulino durante coletiva de imprensa, realizada nesta quinta-feira (17/3). A feira, que acontece desde 1997, reúne produtores de café do Sul de Minas, de familiares a grandes, em busca de acesso às novas tecnologias e maquinários. Este ano, o cenário político e econômico atual não atrapalhou o público, que lotou a área de exposição da Femagri nesta quinta-feira.

Carlos Paulino, presidente da Cooxupé

Carlos Paulino, presidente da Cooxupé

O clima é outro fator que está favorecendo o agricultor, que não deve sentir o problema da seca nesta safra. “A granação este ano vai ser muito melhor. A previsão é que vamos ter menos grãos de peneiras baixas e isso facilita bastante a comercialização”, explica Paulino. A baixa na produção de robusta no Vietnã e no Espírito Santo – maior estado produtor da espécie no Brasil -, segundo estimativas do mercado, também deve estimular a melhora de preços para o produtor, o que, consequentemente, eleva o valor do grão na gondôla. “O consumidor pode se preparar, porque vai ter aumento”, salienta o presidente. Paulino aponta, ainda, a baixa nos estoques de café como fundamento para a melhora no preço do grão. “O preço está na dependência do estoque. O estoque está baixo, nós vamos chegar na colheita com estoque baixo e 2016 e 2017 vai continuar o mesmo cenário. A alta de preços é reflexo deste momento”, indica. A Femagri segue até esta sexta-feira (18/3), com cerca de 112 marcas expositoras, centro de negócios e bancos com linhas de crédito na feira, além de atrações como Fazendinha, com profissionais de assistência técnica, de geoprocessamento, laboratório de análise de solo e núcleo de educação ambiental para orientação ao produtor. SERVIÇO 15ª Feira de Máquinas, Implementos e Insumos Agrícolas (Femagri) Data: até 18 de março Horário: das 8h às 18h Local: Av. Vereador Nelson Elias, 1300b – Bairro Japy, Guaxupé (MG)

TEXTO Hanny Guimarães • FOTO Divulgação

Café & Preparos

Conheça o filtro Kyuemon Ceramic e saiba como preparar o café

Método Kyuemon_Espresso 50

Composto de filtro de cerâmica e base de porcelana, o método permite o preparo tanto de café quanto de chá. Aposta na simplicidade para entregar uma bebida limpa e saborosa. O filtro é colocado dentro da base de porcelana e, a seguir, sobre o copo ou recipiente que vai receber a bebida final.

O grão – moagem grossa como recomendação – é disposto no filtro e a água quente é adicionada em fluxo contínuo até que o líquido seja extraído completamente, passando pelos poros da cerâmica.

Mais informações www.kyuemongama.com

TEXTO Da redação • ILUSTRAÇÃO Marcus Penna

Mercado

Empresário foca em café em cápsula e lança clube para mercado on-line

Clube das Capsulas

Apostando no mercado em crescimento, o empreendedor Rafael Joseph criou o Clube das Cápsulas, com a ideia de facilitar o acesso a diferentes marcas de monodoses. A loja on-line, lançada na semana passada, reúne uma variedade de cafés, incluindo cápsulas de pequenos produtores.

Os produtos podem ser adquiridos por consumidores de todo o Brasil de forma avulsa. Há, ainda, a possibilidade de receber o café todo o mês, como uma assinatura mensal. A escolha, neste caso, pode ser feita em diferentes categorias de combos como o Gourmet, que pretende reunir alguns dos melhores cafés em cápsula do mercado; o Degustação, que traz três cafés diferentes a cada mês; o Vantagem, com descontos para compras acima de 150 cápsulas; e o Intensidade, para aqueles que querem experimentar diferentes marcas em uma determinada intensidade de café. Segundo Rafael, a ideia é ter um mix de produtos com opções para todos os paladares.

Rafael Joseh

O site oferece informações como a procedência do grão, percepção sensorial de cada tipo, dicas de consumo e harmonização. Não é cobrado frete para entregas no estado de São Paulo e cidades como Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba e Florianópolis em compras acima de R$ 100.

SERVIÇO
Clube das Cápsulas
Mais informações: www.clubedascapsulas.com.br

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Divulgação

Mercado

Loja virtual Café Store lança segundo microlote exclusivo

Café Store_Série Coleção Café Sítio da Torre

A loja virtual Café Store segue com sua série Coleção, projeto que busca parceria direta com produtores e microtorrefadores para disponibilizar cafés exclusivos e de edição limitada. Em sua segunda edição, a série traz um dos grãos finalistas do concurso Cup of Excellence – Pulped Naturals 2015. O café do produtor Álvaro Antonio Pereira Coli, do Sítio da Torre, de Carmo de Minas (MG), ficou em 7º lugar na competição, alcançando 87.91 pontos.

Os grãos do lote, da variedade bourbon amarelo, passaram pelo processo cereja descascado e foram torrados pela microtorrefação Pereila Villela. O Sítio da Torre, com área de 23 hectares – 18 hectares plantados com café – está situado no município de Carmo de Minas, na região da indicação de Procedência (IP) denominada Mantiqueira de Minas, com as lavouras variando de 1.100 a 1.300 metros de altitude.

A equipe da Espresso provou o café nos métodos Hario V60 (20g-273 ml de água); Aeropress (17g – 170 ml de água) e prensa francesa (22g – 264 ml de água) e a bebida apresentou características sensoriais distintas em cada método, com destaque para o bom corpo, a acidez média/alta, as notas de cana, limão e morango, dependendo do equipamento, e a finalização bastante agradável. A equipe indica os preparos na Aeropress e prensa francesa para este café.

Volta de microlote

O primeiro café a participar da série Coleção foi o grão bicampeão do Coffee of the Year 2014/2015, da Fazenda Ninho da Águia, Alto do Caparaó (MG), do produtor Clayton Barrossa Monteiro. O lote está de volta ao site da marca, em embalagem de 250 g, pelo preço de R$ 44.90.

A cada dois meses novos microlotes especiais e exclusivos serão lançados, com o objetivo de aproximar o produtor do apreciador de café.

Serviço
Coleção Café Store – Sítio da Torre
Embalagem: 250g
Preço: R$ 42,50
Mais informações: www.cafestore.com.br

TEXTO Da Redação • FOTO Café Editora

Barista

BSCA abre inscrições para cursos de formação de Q-Graders

degustacao_cafe_prova de café_sic_

A Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) abriu o prazo para inscrições em seus Cursos de Formação de Q-Graders, destinado a provadores de café que desejam o reconhecimento e o certificado de qualificados, controlados e profissionalmente treinados pelo Coffee Quality Institute (CQI). Os dois primeiros cursos serão realizados de 28 de março a 2 de abril e de 25 a 30 de abril, respectivamente, com inscrições limitadas a 20 vagas cada. Ao final das aulas, serão aplicados rigorosos exames para a obtenção da nomenclatura “Licensed Q-Grader” e da autorização para o uso do logotipo “Q” como uma acreditação profissional.

De acordo com o presidente da BSCA, Adolfo Ferreira, as avaliações incluem 20 seções de conhecimento sobre temas relacionados ao café, como classificação do grão cru, identificação de torra, prova da bebida, habilidades sensoriais e triangulação sensorial. “Esses testes são fundamentais para a obtenção da licença de Q-Grader, haja vista que o aprovado se tornará um especialista profissional e altamente treinado e ‘calibrado’ em café pelo CQI, sendo detentor e podendo fazer uso do protocolo da Associação Americana de Cafés Especiais (SCAA, em inglês) profissionalmente, o que lhe garantirá abertura de mercado, entre outros benefícios”, explica.

O Curso de Formação de Q-Graders da BSCA é voltado aos profissionais do setor com noções sobre degustação e habilita o aprovado a avaliar cafés em nível internacional, seguindo a metodologia SCAA de avaliação sensorial. Os retakes, que são os alunos que desejam refazer seus exames, também podem procurar a BSCA para a realização da avaliação durante o período dos cursos. Para ambas as edições, Joel Shuler, da Casa Brasil, será o instrutor que ministrará as aulas.

Calibragem
Os profissionais que já são detentores da Licença Q-Grader, obrigatoriamente necessitam passar por uma “calibragem” a cada três anos para a renovação do certificado. A BSCA também oferecerá essa oportunidade aos profissionais interessados, com os exames sendo realizados no dia 3 de abril. “Esta recertificação é necessária para que o degustador possa participar como avaliador no processo de certificação de cafés Q-Grader e para continuar utilizando o logotipo “Q” e a nomenclatura ‘Licensed Q-Grader'”, revela o presidente da BSCA.

SERVIÇO
Cursos de Formação de Q-Graders
Datas: 28 de março a 2 de abril; e 25 a 30 de abril
Vagas: 20 alunos
Investimento: R$ 5.5 mil (membros BSCA); R$ 6 mil (não membros)
Pagamento: cartão de crédito (PagSeguro) em até 18x com juros ou 3x sem juros
Boleto: contato com a BSCA (juliana.sb@bsca.com.br)

Retakes (inscrições sujeitas à aprovação do instrutor)
Inscrição: contato com a BSCA (juliana.sb@bsca.com.br)
Investimento: R$ 270 por exame (membros BSCA); R$ 300 (não membros) por exame
Pagamento: cartão de crédito (PagSeguro) em até 18x com juros ou 3x sem juros
Boleto: contato com a BSCA (juliana.sb@bsca.com.br)

Calibragem de Q-Graders (inscrições sujeitas à aprovação do instrutor)
Data: 3 de abril
Investimento: R$ 850 (membros BSCA); R$ 950 (não membros)
Pagamento: cartão de crédito (PagSeguro) em até 18x com juros ou 3x sem juros
Boleto: contato com a BSCA (juliana.sb@bsca.com.br)

TEXTO Redação • FOTO Thiago Fernandes/Café Editora

Cafeteria & Afins

Museu do Café faz aniversário e celebra com programação especial

Museu do Café_Agência Ophelia No próximo sábado (12/3), o Museu do Café, em Santos (SP), completa 18 anos e traz uma programação especial. Às 11 horas haverá uma degustação de cafés especiais na entrada do Museu, já às 15 horas a Orquestra de Violeiros do Sindicato Rural de São Carlos se apresentará gratuitamente com um repertório baseado em músicas de raiz, canções rurais e sobre a lavoura. Os músicos tocam, ainda, sucessos de grandes duplas conhecidas da música brasileira.

Museu do Café_Agência Ophelia

Área interna do Museu

A data é uma oportunidade para os visitantes do Museu passearem no Bonde do Café de graça. O bondinho está restaurado e adaptado com ar condicionado e máquina de café espresso. O passeio se inicia na Estação do Valongo e passa pelos principais pontos ligados à história do café no Centro de Santos. Como cortesia, os visitantes recebem um café espresso. O passeio acontece das 10h às 16h. O mês de março é o último para quem quer visitar as exposições Trama: a indústria da sacaria e Feito à Mão. Elas abordam a história da juta e seu impacto no mercado atual e o trabalho manual no campo. Serviço Museu do Café Endereço: Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos (SP) Horário: de terça a sábado, das 9h às 17h. Domingo, das 10h às 17h. Segunda – feira aberta apenas até o mês de março. Ingresso: R$ 6 (a entrada será gratuita no dia 12 de março) Mais informações: www.museudocafe.org.br

TEXTO Da Redação • FOTO Fernando Genaro/Agência Ophelia/Café Editora