Cafeteria & Afins

Bonita Café – São Paulo (SP)

A esquina da Praça da República com a rua Araújo, no centro da capital paulista, ganhou uma cafeteria há cerca de seis meses. O Bonita Café abriu em uma área com restaurantes famosos, como A Casa do Porco e Z Deli, e ao lado do Cineclube Cortina, espaço cultural também conhecido. A poucos metros dali, está a estação República do Metrô, que facilita o acesso para quem quer visitar a casa.

O Bonita Café é bem movimentado – mesmo em uma tarde de terça-feira chuvosa. O coração da cafeteria é a área de operações, situada bem no meio do ambiente. Ao seu redor ficam as banquetas, para quem quiser sentar no balcão e manter um contato mais direto com os baristas – foi onde escolhemos ficar. De frente para o balcão estão as mesas, dispostas entre a entrada e a calçada.

O espaço, confortável, tem decoração clean, de cores claras. Mesmo pequeno, duas grandes portas ampliam o lugar e permitem ao cliente ter uma boa visão da rua e do movimento. A arquitetura antiga e rústica do prédio da Secretaria de Estado de Educação de São Paulo, bem à frente, faz um contraste interessante com o design moderno do interior da cafeteria.

Espresso, que pagamos R$ 8

O atendimento foi um ponto positivo em nossa visita. Na hora de escolher o café, pedimos indicações à barista, que nos apresentou quatro opções, explicando sobre o sensorial de cada uma delas. Torrados pela torrefação local Ito Cafés Especiais, escolhemos dois grãos preparados na hario v60: um catucaí amarelo 2SL, da produtora Jozeane Santos, e um catuaí amarelo, do cafeicultor Augusto Borges, ambos cultivados em solo mineiro. A casa tem outros métodos de preparo, como clever, aeropress e french press. Nossas bebidas estavam equilibradas e bem extraídas. O destaque foi o café da Jozeane, que entregou notas de morango e malte, uma acidez alta de fruta madura, corpo médio e retrogosto limpo e prolongado. Realmente, uma boa pedida.

Além da oferta de grãos, a casa oferece o coado do dia, uma alternativa mais em conta. No menu, há também bebidas com leite, como latte, cappuccino, mocha, chai latte e chocolate quente. Entre as opções geladas, estão cold brew, espresso tônica, frappe Oreo, affogato e soda italiana.

Sanduíche copa, que pagamos R$ 25

Para acompanhar os filtrados, escolhemos uma empanada boliviana de palmito e o sanduíche copa, feito de copa, tomate, rúcula e queijo minas padrão no pão ciabatta. A empanada, com recheio cremoso, bem temperado e com pedaços generosos de palmito, cumpriu o papel de salgado (há outros sabores, como carne, carne picante e margherita). O sanduíche, bem montado, destacou-se pelo frescor dos ingredientes e pelo pão bem feito. O único deslize foi a participação do queijo, que ficou em segundo plano, apagado, quando poderia ter mais presença no conjunto.

Entre os doces, escolhemos a tortinha de banana – indicação de um dos baristas pela boa saída que tem na casa – e o brownie. A tortinha fez juz à fama, com casquinha crocante e doce na medida certa. Combinamos o doce com um espresso bem tirado de uma Wega, da Astoria, com notas frutadas, de chocolate e de caramelo, e acidez média. Já o brownie, embora tivesse doçura na medida certa, estava um pouco ressecado, o que atrapalhou de certo modo a experiência de harmonização com o café.

Torta de banana, que pagamos R$ 15

Os utensílios utilizados no Bonita Café contribuíram para uma experiência agradável. Todas as comidinhas chegaram à mesa bem arranjadas em panelinhas de alumínio, decoradas com papel quadriculado, que dava charme ao conjunto. Os filtrados foram extraídos em canecas brancas com o logo da cafeteria e o espresso, servido na clássica xícara da Schmidt, que, apesar de detalhada, não roubou o destaque da bebida.

Gastos:
Hario V60 — R$ 17 (cada)
Espresso — R$ 8
Sanduíche copa — R$ 25
Empanada boliviana — R$ 15
Torta de banana — R$ 15
Brownie — R$ 14
Total: R$ 111

A equipe da Espresso visitou anonimamente a casa e pagou a conta.

Texto originalmente publicado na edição #83 (março, abril e maio de 2024) da Revista Espresso. Para saber como assinar, clique aqui.

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Praça da República, 167
Bairro República
Cidade São Paulo
Estado São Paulo
País Brasil
Website http://instagram.com/_bonitacafe
TEXTO Equipe Espresso • FOTO Equipe Espresso

Cafeteria & Afins

Siriema Coffee Roasters – São Paulo (SP)

Nascidos e criados em um ambiente que cheira a café, os irmãos Laura e André Mello se inspiraram nos cafezais da família, localizados na cidade de Batatais, no interior do estado, para planejar uma torrefação na capital paulista. “A fazenda de nossa família foi a principal inspiração ao idealizar a comunidade Siriema Coffee Roasters, oferecendo cafés especiais que possuem mais do que apenas uma longa história: possuem uma alma”.

O espaço foi inaugurado em março de 2020 e é dedicado à torra dos grãos, etapa comandada pelas mestres de torra Angélica Luiz e Nayra Caldas. “Sonhamos com um mundo onde todos possam tomar um café de verdade, humanizando essa relação e enxergando a fruta e as histórias que estão por trás de cada xícara”. Às quartas, quintas e sextas, é possível passar no local para tomar espresso, cappuccino, macchiato, latte, espresso tônica, latte vegetal, espresso laranja e o cold Siriema, acompanhado do pé de moleque ou do cajuzinho, feitos em Piranguinho (MG).

Além do laço e do vínculo sólido com a região da Alta Mogiana, a Siriema Coffee Roasters seleciona cafés de pequenos produtores de outras regiões, como Sul de Minas, Mantiqueira de Minas, Cerrado Mineiro, Matas de Minas e Caparaó. “Mantemos contato ativo diretamente com os produtores parceiros e, sempre que possível, realizamos visitas às fazendas. Outra prática que adotamos é realizar cuppings com mestres de torra de outras torrefações”, dizem os proprietários.

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Rua Artur de Azevedo, 747
Bairro Pinheiros
Cidade São Paulo
Estado São Paulo
País Brasil
Website http://instagram.com/siriemacoffee
Horário de Atendimento Quarta, quinta e sexta, das 11h às 17h
TEXTO Gabriela Kaneto • FOTO Fabiano Battaglin

Cafeteria & Afins

Studios Coffee – São Paulo (SP)

Muitas coisas unem os irmãos André, Anderson e Adilson Ng, e uma delas é o café. Sempre que fazia viagens ao exterior, o trio buscava conhecer diferentes cantinhos que serviam a bebida e que fossem fora das áreas turísticas. Com uma bagagem cheia de referências, eles resolveram levar uma nova experiência à loja de tênis que já tinham na Praça Benedito Calixto. Assim, misturando moda, discos e café, nasceu o Studios Coffee, em 2018. 

A inauguração do novo espaço contou até com o lançamento do tênis 574 BARISTA, fruto de parceria entre a cafeteria e a marca New Balance. Com ambiente descolado e descontraído, a casa é uma boa opção de parada para quem está passando e deseja fazer uma pausa para um café. Há cadeiras, bancos e banquetas dispostos para todos os tipos de cliente, inclusive na calçada, para aqueles mais apressados.

“Geralmente trabalhamos com três grãos diferentes: um exclusivo para o espresso, um para o coado da batch brew e um mais singular, para os métodos”, contam os irmãos. As regiões produtoras dos grãos disponíveis na casa são Chapada de Minas, Matas de Minas e Chapada Diamantina. A torra dos cafés fica por conta da paulistana Sabino Torrefação. Além do batch brew e do espresso, tirado de uma La Marzocco FB80, os baristas preparam a bebida na hario v60 e na aeropress. “Mas, conversando com os baristas, conseguimos fazer outros métodos, como kalita e chemex”, completam. Para os fãs de cold brew, a opção da casa é de produção própria.

Os sanduíches são feitos na cozinha do Studios. As empanadas, famosas entre os clientes, trazem recheios de queijo com cebola, pernil e frango, e são preparadas pelos parceiros da Casa Quena. Já as salteñas, também requisitadas, são produzidas pelas mãos de Erick Fernandes, da La Cholita. Bolos, cookies, brownie, pain au chocolat e o cinnamon roll são algumas das opções doces. “Para acompanhar o espresso, sempre indicamos algo com sabor mais potente, como um cookie de chocolate ou um pão de queijo.”

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Praça Benedito Calixto, 100
Bairro Pinheiros
Cidade São Paulo
Estado São Paulo
País Brasil
Website http://instagram.com/studioscoffee
Horário de Atendimento Segunda a sábado, das 9h30 às 18h
TEXTO Gabriela Kaneto • FOTO João Marcelo Stark

Cafeteria & Afins

Coado Shop – São Paulo (SP)

A Coado Shop começou como uma loja de revenda de tênis exclusivos, mas os idealizadores, Kym Kobayashi e Rafael Brasilino, sempre foram apaixonados por café. Em suas reuniões, deixavam na mesa um café de qualidade feito na hora, o que acabou virando tradição. Depois de quatro anos de funcionamento virtual, em 2019, o negócio ganhou uma unidade física, tornando-se uma cafeteria com tema exclusivo de tênis e toy art. No mesmo ano, Vitor Vaz entrou na sociedade.

A Coado funciona no mesmo sobrado que o estúdio de tatuagem Casa Caos. O espaço da cafeteria é pequeno, mas conta com decoração moderna e um ambiente gostoso para aproveitar uma tarde ensolarada. As mesinhas, dispostas na parte externa, podem ser aproveitadas por quem pede o cold brew ou outros drinques gelados, como o cold tônica, o cold citrus ou o cold coco, que leva água de coco. 

Filtrado para aproveitar São Paulo 

Em parceria com o pessoal do Fruto Mineiro, o café servido é produzido em Natércia (MG). Como a casa trabalha apenas com filtrados, os baristas preparam a bebida nos métodos hario v60, french press, clever, moccamaster e aeropress. Não há opções com leite.

Para os fãs de salgado, o cardápio oferece quiches de cogumelo e marguerita, empanada de carne chilena e de frango com requeijão, pão de queijo e pão na chapa com requeijão. Já para quem prefere doces, é possível pedir cookies de Nutella e pistache, feitos pela Ooey Cookie, brownie e bolos de laranja e cenoura com chocolate. As indicações da equipe para acompanhar o café são o cookie de chocolate e o pão na chapa.

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Rua Simão Álvares, 526
Bairro Pinheiros
Cidade São Paulo
Estado São Paulo
País Brasil
Website http://instagram.com/coadoshop
Telefone (11) 97449-5424
Horário de Atendimento De segunda a sábado, das 9h às 18h
TEXTO Gabriela Kaneto • FOTO Divulgação

Cafeteria & Afins

Urban Kitchen – São Paulo (SP)

Localizada no bairro paulistano do Campo Belo, a Urban Kitchen tem como propósito apresentar uma consciência para além do menu, com o aproveitamento integral de produtos e a conscientização de funcionários e fornecedores.  Na cozinha, a chef Jacqueline Iwao busca usar alimentos orgânicos em suas criações para o brunch, almoço e jantar.

O brunch da casa conta com mais de 20 opções, entre elas tostadas com pão de fermentação natural, como a Pink Farms, que traz homus de beterraba, avocado ou abacate e microgreens; ou a Poché, que conta com boursin, avocado, tomates confit, ovo orgânico poché e microgreens. Outra alternativa é o Urbano, um prato vegano que apresenta fatias de batata-doce, avocado grelhado, scramble de tofu orgânico, espinafre, mix de cogumelos e microgreens. 

Outro destaque do menu são as panquecas americanas, com três opções: a Peanut, com creme de amendoim, banana, chips de coco, mel e frutas vermelhas; a Berries, com banana, morango, pasta de avelã e chocolate zero açúcar e coulis de frutas vermelhas; e a que leva doce de leite, banana, morango, ganache de doce de leite e chips de coco. O brunch fica disponível durante os dias de semana das 9h às 11h30 e das 15h30 às 19h, e all day aos finais de semana.

No almoço, o menu tem sugestões veganas, vegetarianas, além do kids. Para as entradas, um dos destaque é a burrata, ideal para dividir, que chega à mesa com pesto de espinafre, tomates confit e pão de fermentação natural. Nos pratos principais, algumas opções são a pescada amarela em posta ao molho de moqueca com banana da terra grelhada e arroz negro, e as tiras de frango grelhado com creme de shimeji e cebolinhas, batata doce e legumes à julienne. Para os vegetarianos, a chef sugere o picadinho com tofu, que é acompanhado com molho à base de tomate, cebolas e vinho tinto, arroz negro, feijão, espinafre banana da terra grelhada, ovo frito, farofa de nuts.

Os bowls aparecem como uma refeição variada e colorida. Com uma base fixa com quinoa, arroz negro, mix de cogumelos, avocado ou abacate grelhado, abobrinha e cenoura à julienne, ovos orgânicos, batata-doce e mix de sementes, o cliente escolhe a opção de proteína, que pode ser salmão com molho missô, camarão com molho de gengibre e mel, frango com molho caesar ou tofu com molho agridoce.

Na parte das sobremesas, a banoffe low carb é preparada com creme de doce de leite, banana, chocolate, canela e chantilly. Outras opções que são servidas no potinho são o merengue, banana peanut cake, o devil’s cake callebaut e o arroz doce. Para comer no prato, há a pavlova com suspiro, creme de vanilla, morango, coulis de frutas vermelhas e chantilly.

Para os fãs de café, a Urban Kitchen apresenta opções de grãos orgânicos cultivados por pequenos produtores dos estados de São Paulo e Minas Gerais. A bebida pode ser preparada em seis métodos diferentes, sendo a french press, chemex, aeropress, hario v60, koar e o espresso.

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Rua Gabrielle D'anunnzio, 1.334
Bairro Campo Belo
Cidade São Paulo
Estado São Paulo
País Brasil
Website http://www.instagram.com/urbankitchen.br
Telefone (11) 5096-1861
Horário de Atendimento Todos os dias, das 9h às 23h
TEXTO Redação • FOTO Divulgação

Cafeteria & Afins

Tectonica – São Paulo (SP)

“É um nome potente e feminino que a gente adora!”, conta Tatiana Azevedo, proprietária do Tectonica ao lado de sua amiga Bruna Ary. As jovens se conheceram quando ambas estavam morando em Paris. Bruna, que trabalhava como gestora de comunicação, sempre esteve atenta aos cafés que provava na capital francesa. Já a roteirista Tatiana passava os dias organizando shows na sala e na garagem de sua casa. “Juntamos nossas forças e vontades para montar um espaço cultural com bons cafés e comidas vegetarianas artesanais.”

A partir desse desejo – e de volta ao Brasil – as amigas planejaram e inauguraram a cafeteria, em julho de 2018. Localizada no tradicional bairro da Pompeia, a casa traz um ar acolhedor, que abraça todas as pessoas. O espaço lembra o quintal de uma casa simples de bairro, com cadeiras de praia, plantinhas no muro e uma simplicidade que encanta.

A cara de São Paulo

Para conhecer melhor a Tectonica, vale pedir uma xícara de café! Atualmente, a cafeteria trabalha com os parceiros da Cafeína Records, da Siriema Coffee Roasters e do Café e Cold Bixo. “Durante a pandemia, escolhemos trabalhar apenas com hario v60, aeropress e french press. Devolvemos nossa máquina de espresso e estamos estudando se queremos uma nova ou se vamos ficar apenas nesses métodos. Em breve lançaremos a nossa receitinha de kalita!”, explica Tatiana. A casa também conta com opções como o “coado-tônica”, o “coaduccino” (que consiste em um cappuccino com café coado) e o drinque de café com bourbon.

O cardápio é totalmente vegetariano e apenas o pão não é feito na própria cozinha – é preparado pelos parceiros da Bâtard Padaria Artesanal, em São Paulo. Um dos pontos fortes da casa é a variedade de toasts, feitas com pão de fermentação natural: manteiga de amendoim com mix de cogumelos glaceados, homus de beterraba com abacate temperado, ricota de amendoim com chutney de tomate, entre outros sabores. “Nosso carro-chefe é o banana bread, mas a pancake de geleia de amoras com calda de limão também faz sucesso, assim como a nossa banoffee”.

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Rua Ministro Ferreira Alves, 686
Bairro Pompeia
Cidade São Paulo
Estado São Paulo
País Brasil
Website http://instagram.com/tectonica.sp
Telefone (11) 98351-6024
Horário de Atendimento Quinta e sexta, das 12h às 18h; sábado e domingo, das 9h às 15h
TEXTO Gabriela Kaneto • FOTO Bruno Graziano e Bruna Ary

Cafeteria & Afins

Bogo Café – São Paulo (SP)

Após algumas viagens pelo Brasil visitando de micro a grandes produtores, o curitibano Samuel Teixeira chegou à conclusão sobre qual seria o Norte do seu negócio: “gostaria de ter um espaço onde o interesse de beber um bom café viesse dos clientes e não da cafeteria querendo provar sua qualidade. Queria que fosse um local de descompressão cerebral e relaxamento”. 

Em outubro de 2018 inaugurou o Bogo Café, no bairro Jardim Paulista. Uma cafeteria pequena, mas que chama a atenção de quem passa pela famosa Alameda Lorena, com seu grande letreiro que diz “café”. Assim, simples e direto. Possui design moderno, paredes pretas com detalhes em vermelho na entrada e tijolinhos ao fundo que deixam o espaço aconchegante. Prateleiras com pacotes de café, um balcão do lado de dentro e bancos do lado de fora para quem quer fazer uma parada mais demorada. 

Valorização da agricultura familiar

“Decidi que só trabalharia com pequenos produtores”, conta o empresário e barista. Os grãos servidos na casa são produzidos nas regiões da Mantiqueira de Minas, Matas de Minas e Chapada Diamantina, e a torra é feita pela própria equipe do Bogo. O método de preparo mais indicado é o batch brew, porém a cafeteria disponibiliza também hario v60, french press, aeropress, clever e a invenção brasileira Arame, de acordo com o café escolhido pelo cliente. O espresso é feito em uma Kees Van der Westen e compõe bebidas como macchiato, cappuccino, latte e flat white. O diferencial da cafeteria são as variáveis do cold brew, que pode ser pedido puro, com tônica ou com caldo de cana.

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Alameda Lorena, 448 Loja A
Bairro Jardim Paulista
Cidade São Paulo
Estado São Paulo
País Brasil
Website http://www.instagram.com/bogo.cafe
Telefone (11) 95814-0189
Horário de Atendimento De segunda a sexta, das 8h às 18h; sábado, das 11h30 às 18h
TEXTO Gabriela Kaneto • FOTO Cafeinação

Cafeteria & Afins

Perseu Coffee House – São Paulo (SP)

Inaugurado em setembro de 2018, no edifício Santos Augusta, o Perseu Coffee House se destaca no piso térreo por sua elegância. Idealizada pelo arquiteto Isay Weinfeld, que buscou fazer uma conexão entre a arte e o design, a casa possui mobiliário vintage original dos anos 50 e 60 e obras que ficam permanentemente expostas. Além disso, recebe exposições temporárias que se renovam a cada três meses.

Administrado por Andrea Tchalian, o Perseu conta com uma carta de cafés e drinques clássicos que tornam o ambiente ideal para vários momentos do dia. Para quem gosta de prolongar a visita, a cafeteria oferece wi-fi gratuito, estacionamento local e música ambiente de artistas brasileiros. Não é cobrada taxa de serviço.

Os grãos servidos são de marca própria, cultivados em fazendas da região do Cerrado Mineiro. A cada três meses, novos lotes de locais diferentes ficam disponíveis e a torra é sempre feita por conta do pessoal da paulistana True Coffee Inc.

Do café da manhã à happy hour

Cinco métodos de extração podem ser pedidos pelos amantes da bebida: aeropress, hario v60, chemex, clever e french press. Para quem prefere o tradicional espresso, os baristas tiram de uma máquina Wega.

Para comer, algumas das opções são tostex, tapioca, crepioca, pão na chapa, omelete e sanduíches, como o Omicron, composto de uma mistura de sabores de avocado com ovo poché e molho de limão, e o Croque Perseu, um sanduíche de queijo emmental, presunto artesanal e molho bechamel.

Entre as sobremesas, o cardápio oferece brigadeiro de café, diversos sabores de bolos e naked cakes de bem casado, brigadeiro e red velvet. Um dos destaques é o bolo Perseu, feito de chocolate com um toque do café da casa e licor, mas a indicação é a combinação do espresso com o bolo de laranja com rum. Todos os pães e doces são fornecidos pela Marie Marie Bakery.

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Alameda Santos, 2159
Bairro Cerqueira Cesar
Cidade São Paulo
Estado São Paulo
País Brasil
Website http://www.perseucoffeehouse.com.br
Telefone (11) 4420-3136
Horário de Atendimento de segunda a sexta, das 8h às 20h; sábado e domingo, das 9h às 21h
TEXTO Gabriela Kaneto • FOTO Divulgação

Cafeteria & Afins

L’OR abre primeira cafeteria no Brasil

Em uma das mais conhecidas ruas de São Paulo, a francesa L’OR inaugurou hoje a primeira cafeteria da marca no Brasil. Localizada na rua Oscar Freire, a CHEZ L’OR, é uma parceria com o restaurante CHEZ Oscar. No ano passado, a marca lançou seus produtos no Brasil e está com presença bem forte no varejo nacional, principalmente com as cápsulas.

A cafeteria tem área agradável de mesas externas, que atrai o público da região dos Jardins. O lugar também abriga uma livraria no prédio moderno de cinco andares assinado pela Tryptique Arquitetura.

Para quem aprecia café haverá a opção de espresso e filtrado, na hario V60, dos cafés da marca em grãos e as versões com leite. Para acompanhar, bolos e outros doces franceses. Segundo Hugo Benevento, Master Blender de L’OR, “visitamos várias fazendas no Brasil para conseguir microlotes com sabores diferenciados. Cafés com doçura elevada. Compramos lotes de 20 a 30 sacas para comporem juntos os lotes maiores para fazer os nossos blends”.

Até 9 de maio também funcionará a loja física L’OR em um espaço no segundo andar do restaurante. Os apreciadores do café poderão adquirir todos os produtos disponíveis no Brasil da linha L’OR: cápsulas, solúveis, torrado e moído e grãos.

“Proporcionar uma experiência completa, em que nossos consumidores se sintam literalmente na casa de L’OR, é a forma que encontramos de oferecer a vivência completa do conceito”, explica Guilherme Maciel, Gerente de Categoria da JDE no Brasil.

A L’OR, marca da Jacobs Douwe Egberts (JDE) que tem sede na Holanda, está presente em mais de 120 países pela Europa, América Latina e Austrália. No Brasil é conhecida pelas marcas Pilão, Café do Ponto, L’OR, Caboclo, Damasco, Seleto e Pelé.

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Rua Oscar Freire, 1.128
Bairro Jardins
Cidade São Paulo
Estado São Paulo
País Brasil
Website http://www.chezoscar.com.br
Telefone (11) 3081-2966
Horário de Atendimento De segunda a domingo, das 10h às 20h
TEXTO Mariana Proença • FOTO Divulgação

Cafeteria & Afins

Musette Café – São Paulo (SP)

O Musette, que completou um ano em setembro, é um café de uma mulher só. Viviane Pereira, 36 anos, é psicóloga e agora empresária, cozinheira, barista, atendente, caixa e o que mais for preciso. Também foi pintora de paredes e decoradora na fase de montagem do café, que tem a proposta de ser uma pausa da vida corrida em um dos bairros mais agitados de São Paulo, a Vila Olímpia.

Lá, Viviane uniu o conceito de vida que assumiu depois de passar mais de dez anos trabalhando em multinacionais. Queria algo sustentável, que fosse feito com calma. No Musette, há todo um cuidado com o lixo, com o aquecimento da água, que é feito “a pedal”, e também há um espaço especial para as bicicletas, outra de suas paixões, com cantinho para reparos e itens de ciclismo. O foco na sustentabilidade econômica e ambiental se traduz nos equipamentos, como os canudos de metal, além do reúso da água da chuva e da parceria com produtores locais para as comidinhas que não são preparadas pela Vivi.

Os cafés são escolhidos em parceria com o Moka Clube, que fornece os grãos Tupi Natural – da Fazenda São Jorge, região da Alta Mogiana paulista – para os espressos, que saem da Astoria Avant, e os grãos variáveis do mês para os filtrados. Um dos charmes é a experiência do café coado no filtro de madeira, desenvolvido pela WoodSkull em parceria com o Moka Clube.

No cardápio, disponível também em braile, há opções veganas e vegetarianas, entre elas quiches e tortas, o bolo do dia e pães de queijo feitos pela própria Vivi que são o maior sucesso da casa para acompanhar os cafés. O combinado Caloi 10 leva um pão de queijo, uma fatia de bolo e um café coado ou latte.

(Texto originalmente publicado na edição impressa da Revista Espresso, referente aos meses setembro, outubro e novembro de 2017 – única publicação brasileira especializada em café. Receba em casa. Para saber como assinar, clique aqui)

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Rua Nova Cidade, 402
Bairro Vila Olímpia
Cidade São Paulo
Estado São Paulo
País Brasil
Website http://www.musettecafe.com.br
Telefone (11) 3045-0300
Horário de Atendimento De segunda a sexta, das 8h às 18h; sábados, das 9h às 14h
TEXTO Cíntia Marcucci • FOTO Marcelo Teixeira