Café & Preparos

Rio de Janeiro (RJ) recebe concurso e feira de cafés especiais neste sábado

No próximo sábado, 30 de novembro, o Palácio Guanabara, no Rio de Janeiro (RJ), será sede do III Concurso dos Cafés Especiais do Rio de Janeiro e da I Feira de Cafés Especiais e Produtos Agrícolas do Rio de Janeiro. Os eventos acontecem das 9h às 17h e a entrada é gratuita.

Com apoio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Seappa), realização Sebrae, Ascarj e Emater, a ação pretende oferecer gratuitamente cursos e workshops com baristas sobre bebidas, gastronomia, degustação e torra dos cafés do estado, proporcionando diferentes experiências sensoriais aos visitantes.

O III Concurso dos Cafés Especiais contará com cafeicultores do interior do estado que chegam nesta última etapa com os dez finalistas (vias úmida e seca). Após a apresentação dos vencedores, haverá um leilão com a venda das sacas de cafés em grão cru dos finalistas premiados. Confira a programação:

9h Cerimônia de abertura
9h45 Apresentação dos cafés especiais pela Academia do Café
10h45 Cupping com participação dos compradores
11h45 Divulgação do ranking dos melhores cafés
12h Leilão dos dez melhores cafés
12h30 Premiação
13h Encerramento do concurso e do leilão

Já a feira, que acontece durante todo o período, apresentará barraquinhas leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Gui Gomes

Café & Preparos

Deguste cafés especiais em Pernambuco até o próximo domingo

O Festival Eu Amo Café acontece até o próximo domingo (01) e engloba 31 cafeterias espalhadas pelas cidades de Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes, oferecendo sugestões de espresso + sobremesa por R$ 15,90.

Segundo a Associação de Cafeterias de Especialidade de Pernambuco (Ascape), que realiza o evento, duas das regras de seleção são: a casa precisa trabalhar com grãos especiais e ter um barista profissional especializado.

Confira abaixo as cafeterias participantes:

Jaboatão dos Guararapes
Fridda Café

Olinda
Olinda Café
Xêro Café
Arte e Zoco Café

Recife
A Vida é Bela (Derby e Várzea)
Amai Café
Café com Dengo
Café do Brejo
Café da Jaqueira (Jaqueira e Paço Alfândega)
Café Lumiére
Café Mais Prosa
Castigliani (Parnamirim)
Coffee Cube
Confitaria Cake and Coffee
Cordel Cafés
Dom Afonso Café & Bistrô leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Filipe Ramos

Café & Preparos

Café como protagonista em sessão de degustação

Durante o painel “Os paladares e os cinco gostos básicos” foi abordado o protagonismo do café dentro das degustações por se tratar de uma bebida complexa em sabores como o vinho. Doce, salgado, ácido, amargo e umami (sensação agradável que dá água na boca e deixa um gosto duradouro) podem ser percebidas em torno de uma xícara. “Todos os sentidos têm que estar conectados para sentirmos o sabor da bebida”, comenta o palestrante Daniel Carvalho, fundador da 55 Coffee Hub.

A harmonização de um café fermentado do cerrado mineiro – preparado por Paulinha Dulgheroff, do Mundo do Café – com queijo e chocolate foi oferecida para os participantes, “para que eles relatassem a experiência sensorial da combinação desses alimentos”, diz Hellen Maluly, presidente da Associação Brasileira de Ciências Sensoriais.

A proposta do painel foi mostrar que além do café ser uma bebida complexa, muitos outros fatores (ambiente, xícara utilizada, por exemplo) também influenciam na experiência do sabor.

TEXTO Janice Kiss, direto da Semana Internacional do Café • FOTO Nitro

Café & Preparos

Cafeicultura valoriza produtos e ações sustentáveis

A sustentabilidade tem sido tema recorrente durante a sétima edição da Semana Internacional do Café (SIC), em Belo Horizonte, MG. Durante o painel Produtos e Ações Sustentáveis para a Cadeia do Café, realizado na Cafeteria Modelo, a torrefadora Fabíola Jungles apresentou o projeto paranaense Consolida (do qual é idealizadora), criado em 2017, e que tem o objetivo de promover o protagonismo feminino na produção cafeeira.

Segundo ela, os aspectos social e econômico que compõem a sustentabilidade estão presentes no projeto, além da visibilidade da mulher no campo, tema bastante atual na cafeicultura e agronegócio como um todo. “Encontramos cafeicultoras que dividem de igual por igual os negócios da família, mas elas não têm uma conta bancária própria”, comenta.

Por outro lado, Marcelo Brussi, da Minas Hill, empresa sediada em Melbourne, na Austrália, contou sobre sua experiência na comercialização de cafés brasileiros no mercado externo. Não é incomum, segundo ele, o cliente “relevar” a qualidade em detrimento das condições ambientais e de trabalho nas lavouras. “É inaceitável para os consumidores australianos e neozelandeses, por exemplo, tomarem uma xícara de café que não respeite essas condições”, diz.

Durante a feira, Brussi lançou a Harvest, um saco de plástico fabricado com um percentual de milho em sua composição, diminuindo o consumo de energia na produção. Ele serve como um “forro” da tradicional saca de juta para evitar a contaminação do alimento. O produto não contém metais pesados, BPA (substância tóxica utilizado na fabricação de plástico) e organismos geneticamente modificados (GMO, na sigla em inglês). A previsão para a saca ser comercializada no Brasil é fevereiro de 2020 e o preço dela está estimado em torno de três dólares.

TEXTO Janice Kiss, direto da Semana Internacional do Café • FOTO Gustavo Baxter / NITRO

Café & Preparos

Melhor torrefadora de café da França estará na SIC 2019

Eleita a melhor torrefadora da França em 2018, sendo a única mulher a receber o título Meilleur Ouvrier de France, na categoria torrefador, a brasileira Daniela Capuano estará presente na Semana Internacional do Café (SIC) deste ano, feira que será realizada na próxima semana, entre 20 e 22 de novembro, no Expominas, em Belo Horizonte (MG).

Durante o evento, a torrefadora vai participar das torras de amostras que concorrem ao Prêmio Coffee of The Year, competição que indica os melhores cafés do Brasil nas categorias arábica e canéfora. Além disso, ela também ministrará um workshop sobre torra dos grãos dentro da programação do Torra Experience, um dos 25 eventos simultâneos que ocorrem nos três dias de feira.

“Vai ser interessante trocar experiências com os torrefadores brasileiros e espero que eu possa somar, dividindo com eles minha experiência aqui na França. A SIC é o evento mais importante para o setor nacional, onde todos os profissionais no setor se encontram, debatem, acompanham as tendências, com visibilidade cada vez maior no cenário internacional”, conta ela.

Com temática Torra de café – O que realmente importa no seu dia a dia na torrefação, o workshop instruído por Daniela acontecerá no dia 20/11, das 16h às 20h, e explicará como fazer diferentes perfis de torra do café e porque devemos rever o conceito de cor e outras informações práticas. Clique aqui para conferir a programação completa do Torra Experience.

Serviço
Semana Internacional do Café
Quando: 20 a 22 de novembro
Onde: Expominas, Belo Horizonte (MG)
Mais informações: www.semanainternacionaldocafe.com.br

TEXTO Redação • FOTO Divulgação

Café & Preparos

Conheça as cafeterias participantes do Festival Café & Cultura

Até o dia 23 de novembro acontece, em Poços de Caldas (MG), o Festival Café & Cultura. O evento gastronômico tem como objetivo valorizar a tradição cafeeira da região e estimular o consumo dos cafés especiais. Para isso, reúne 11 cafeterias da cidade.

As casas têm a missão de preparar e servir combos compostos por uma bebida + um doce ou salgado por um preço de até R$ 15. Além disso, a programação conta com atividades abertas e gratuitas, incluindo workshops, degustações e exposição artística.

Confira abaixo as cafeterias participantes:

Âncora Coffee House
Combo: drinque gelado com cold brew, geleia de morango com gengibre e água tônica, acompanhado da quiche salgada do dia
Valores: R$ 15,00 (combo) / R$ 12,00 (bebida)
Endereço: Rua Rio Grande do Sul, 1102 – Centro

Café Beduíno
Combo: açaí batido com espresso e marshmallow, acompanhadode bolo de café com ganache de cappuccino
Valores: R$ 12,00 (combo) / R$ 8,00 (bebida)
Endereço: Rua Junqueiras, 484 – Centro

Café Concerto
Combo: drinque gelado espresso tônica, acompanhado de leia mais…

TEXTO Redação • FOTO Daniel Reche

Café & Preparos

Em busca da consistência perfeita

Observando diferentes extrações em métodos filtrados, o barista grego Stefanos Domatiotis decidiu criar um equipamento que resultasse em uma bebida mais consistente. Junto com a equipe do Brewista, desenvolveu o GEM Dripper, utensílio que faz parte da linha GEM Series.

Feito de cerâmica, sua forma de diamante promove uma melhor extração do pó. Na parte interna, o método tem doze hastes verticais e horizontais. As horizontais diminuem o fluxo da água, deixando-a por mais tempo em contato com o pó a fim de que sejam absorvidas todas as características do grão.

Já as verticais ficam na parte inferior e sua função é controlar esse processo. Dessa forma, o contato não é longo o suficiente para que sejam extraídos os sabores amargos. A parte de cima, mais fechada, consiste em uma tampa que, pelo formato, proporciona maior controle do blooming, que são aquelas bolhinhas de CO2 liberadas quando a água entra em contato com o pó.

Esse é o maior diferencial do método: a tampa retém o vapor produzido no processo, que fica preso junto ao CO2. Com isso é possível obter uma melhor fusão sem que o barista precise ficar balançando a chaleira. Pode-se usar o filtro hario v60 número 2. O equipamento está à venda por cerca de $ 44 na Europa, Ásia e México.

Mais informações: www.instagram.com/thegemseries

TEXTO Redação • FOTO Divulgação

Café & Preparos

Roteiro por cafeterias de Belo Horizonte começa nesta sexta-feira (01/11)

Buscando apresentar aos consumidores as cafeterias de Belo Horizonte que valorizam a produção do café mineiro, a origem dos grãos, história de um produtor, sabor e textura, a Semana Internacional do Café criou o circuito Café da Semana. O roteiro será lançado na próxima sexta-feira (01/11) e segue por todo o mês de novembro.

As cafeterias participantes contam com cafés de diferentes regiões mineiras, como Cerrado Mineiro, Mantiqueira de Minas, Matas de Minas, Sul de Minas e Chapada de Minas, e seguem algumas condições especiais para servir a bebida: ter ao menos um barista na casa; diferentes métodos de extração, além do tradicional espresso; e ter o café como carro-chefe do negócio.

Neste ano, o projeto conta com a participação de 32 casas, entre elas Academia do Café, OOP, Tost, Café Jetiboca, Mona Café, Mierím Empório e Café. “Os apaixonados pelo café terão a oportunidade de desfrutar de experiências sensoriais ricas, experimentando harmonizações exclusivas e especialidades dessas casas”, destaca Mariana Proença, diretora de conteúdo da Café Editora e uma das organizadoras do evento.

Aqui você confere a lista completa de todas as cafeterias participantes!

A Semana Internacional do Café acontece de 20 a 22 de novembro, em Belo Horizonte (MG) e tem como foco o desenvolvimento do mercado brasileiro e a divulgação da qualidade dos cafés nacionais para o consumidor interno e países compradores, além de potencializar o resultado econômico e social do setor.

O evento terá 25 atividades simultâneas, como seminários, cursos, workshops, campeonatos e sessões de cupping (prova de cafés). É voltado para os profissionais do setor cafeeiro e apreciadores da bebida, que podem participar como visitantes. Saiba mais no site!

FOTO Divulgação/ Academia do Café

Café & Preparos

Vietnã, franceses e sua rica cultura cafeeira

Desde a minha primeira visita ao país, há três anos, fiquei inebriado com a cultura local, seus costumes, tradições, crenças e sua gastronomia. O Vietnã é um país fascinante, com história riquíssima, na qual muito de seu legado vem de invasões de outros povos, como a dos chineses, que durou cerca de mil anos, mongóis, japoneses, russos, franceses, entre outros, que, de alguma maneira, fizeram dessa amálgama um país encantador e único.

Os franceses deixaram três grandes heranças: a escrita, que tem como base o latim, a arquitetura e, principalmente, a gastronomia. E foi na comida e na bebida que tive as melhores surpresas, descobrindo a rica cultura do café no país. Ao longo da última década, o Vietnã se tornou uma potência mundial na produção cafeeira, sendo hoje o segundo maior produtor mundial de grãos, com pouco mais de 14% do total.

Para poder explicar a história do café no Vietnã, é preciso entender a narrativa da colonização francesa no país e na região, que durou cerca de oitenta anos. Além do Vietnã, os franceses ocuparam dois países do Sudeste Asiático: Laos e Camboja. Os três formariam a chamada União Indochinesa, referente não só ao poderio colonial do império francês, mas a essa região que ficava entre a Índia e a China, a Indochina.

Em parte da Europa, incluindo a França, já existia a cultura cafeeira desde o século XVII, e boa parte desse consumo era garantido por suas colônias, principalmente no Caribe, onde eram produzidos dois terços do café mundial. Após revoltas de escravos, essas colônias perderiam sua capacidade de cultivo; iniciava-se então um ciclo de novos produtores, como a Indochina.

A planta de café local

A lavoura de café foi introduzida na região em meados do século XIX, trazida de Bourbon, e, embora o Laos e o Camboja tenham sido os primeiros a produzir café, foi no Vietnã que a produção leia mais…

TEXTO Felipe Lima • FOTO Giancarlo Ceccon

Café & Preparos

7 cafeterias para visitar em Curitiba

Passeando por Curitiba (PR)? Então aproveite para conhecer as cafeterias da cidade e degustar bons cafés. Em nossas viagens para a capital paranaense, conseguimos visitar algumas delas e listamos aqui!

Supernova Coffee Roasters

A cafeteria é também uma microtorrefação e centro de estudos de café especial habilitado nos módulos da Specialty Coffee Association. Com três unidades em Curitiba, inaugurou, no início deste ano, uma em São Paulo. Na loja conceito ocorrem as torras. Duas lojas são no estilo “to go” e uma conta com um espaço para você sentar e apreciar com calma o seu café! A dica é: harmonize sua bebida com os brigadeiros deliciosos!

Onde: Batel – Rua Coronel Dulcídio, 544 – Batel
Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 19h; sábado, domingos e feriados, das 10h às 19h

Onde: 24h – Rua Visconde do Rio Branco, 1687 – Centro
Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h30 às 18h30; sábado, das 10h30 às 14h

Onde: Supernova Coffee HUB – Rua Barão do Rio Branco, 222 – Loja 14-15 – Centro
Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 10h30 às 16h30
Instagram: www.instagram.com/supernovacoffee

Moka Clube

Um serviço de assinatura de cafés especiais, em que todo mês o assinante recebe em casa um pacotinho de 250 gramas do produto recém-torrado pela equipe Moka. Você também encontra os grãos no e-commerce da marca. O espaço que visitamos estava em reforma e é onde as torras são realizadas, mas pudemos participar da degustação dos cafés, aberta ao público, que eles realizam aos sábados. Ali você também encontra os cafés e alguns acessórios para comprar.

Onde: Rua Barão dos Campos Gerais, 372 – Juvevê
Horário de funcionamento: segunda a sexta das 10h às 19h; sábado degustação das 9h às 14h
Instagram: www.instagram.com/mokaclube

Rause Café

A casa surgiu com a ideia de ter uma decoração estilo cômodos de casa: sala de estar, sala de jantar, cozinha e escritório. Ótimo espaço para ficar a vontade na hora da leia mais…

TEXTO Natália Camoleze