CafezalMercado

Semana Internacional do Café abre inscrições para Sala de Cupping & Coffee of the Year 2015

Provadores do Brasil e do mundo se encontram na Sala de Cupping da Semana Internacional do Café

Provadores do Brasil e do mundo se encontram na Sala de Cupping da Semana Internacional do Café

Um dos eventos mais aguardados da Semana Internacional do Café 2015 (SIC) é a Sala de Cupping&Negócios e Coffee of The Year 2015. Amostras nacionais de café, enviadas por produtores de todo o País, serão provadas por classificadores nacionais; os 10 melhores serão selecionados, para que os visitantes tenham a oportunidade de degustar e votar no melhor café do ano.

Os visitantes têm a oportunidade de provar e ajudar a eleger o café campeão do Coffee of the Year

Os visitantes têm a oportunidade de provar e ajudar a eleger o café campeão do Coffee of the Year

Os produtores vencedores receberão menção honrosa e o campeão será anunciado e premiado no último dia do evento. Para compor a mesa de prova, produtores enviam amostras das espécies Coffea arabica ou Coffea canephora – produzidas em território brasileiro, que passam pelo mesmo processo de torra, dentro dos padrões de cupping profissional. A seleção dos cafés inscritos é feita por comissão de provadores, criada especialmente para a dinâmica, que faz análise às cegas, segundo protocolos da Specialty Coffee Association of America (SCAA). A iniciativa este ano tem o apoio da InovaCafé – Pólo de Tecnologia em Qualidade do Café, da Universidade Federal de Lavras (Ufla).

O produtor Clayton Barrossa, campeão do Coffee of the Year 2014

O produtor Clayton Barrossa, campeão do Coffee of the Year 2014

A avaliação sensorial classificará o café quanto aos itens: aspecto, seca, cor, porcentagem de peneiras, tipo, teor de umidade, torração e qualidade da bebida. Serão expostas na mesa 20 amostras de café, por Sala de Cupping&Negócios, comercializadas com exclusividade na feira. Em 2014, os negócios gerados renderam compra e venda de mais de 4 mil sacas de café. Para 2015, a previsão é de 6 mil sacas.

Serviço Semana Internacional do Café (SIC) – Sala de Cupping & Coffee of the Year 2015
Prazo para envio de amostra: 31 de agosto
Inscrições: semanainternacionaldocafe.com.br

TEXTO Redação • FOTO Vitor Macedo e Bruno Lavorato/Café Editora

Cafezal

Nescafé Dolce Gusto lança concurso Colheita Premiada no Brasil

Foto: Café Editora

A Nescafé Dolce Gusto anunciou na última terça-feira (4/8) o lançamento do Concurso Colheita Premiada. O concurso vai eleger o melhor café do Brasil e produzir uma edição especial de cápsulas Nescafé Dolce Gusto, 100% brasileira com o produto. A linha será comercializada no Brasil e em outros países onde a marca está presente a partir de julho de 2016. Os 15 finalistas receberão premiações em dinheiro no valor total de R$ 450 mil.

Produtores de todo o País podem participar com cafés da safra 2015, dentro das três categorias Conilon, Arábica natural e Arábica lavado. Um dos pré-requisitos para participar é que os lotes tenham sido produzidos em linha com um padrão independente de sustentabilidade, ou seja, possuam certificação válida, como Certifica Minas ou Rainforest Alliance.

Origens
A edição especial será produzida com café totalmente brasileiro e em solo brasileiro, confirma Paulo Gomes, responsável pelo Marketing da Nescafé Dolce Gusto. As cápsulas, contudo, podem ter cafés de diferentes produtores e até regiões. “Pode ser que seja um blend, caso seja necessário completar o produto. Vai depender das possibilidades do vencedor”.

As inscrições são gratuitas e podem ser feita de forma individual ou em grupo. “O Brasil tem muitas regiões com características distintas e queremos a oportunidade de conhecer cafés diferentes”, explica Gomes, que lembra, ainda, o trabalho dedicado ao café conilon. “Começamos a procurar e conhecemos produtores de conilon com uma qualidade que nós nem acreditávamos que fosse possível. Esperamos que entre os vencedores estejam produtores de todas as regiões produtoras e tipos de café”, conclui.

O Concurso Colheita Premiada contará com duas etapas. Na primeira fase (eliminatória), serão escolhidos até 45 finalistas, sendo 15 em cada categoria. As amostras serão classificadas quanto ao tipo, qualidade da bebida e outros aspectos, de acordo com a metodologia SCAA (Specialty Coffee Association of America) para as duas categorias de café arábica e de acordo com o protocolo de avaliação de robustas finos do CQI (Coffee Quality Institute) para a categoria de café conilon.
Na segunda etapa do concurso (classificatória), as amostras finalistas serão degustadas utilizando a metodologia de avaliação de qualidade da Nestlé, com acompanhamento da BSCA e da auditoria Safe Trace. Uma comissão julgadora vai avaliar as amostras, selecionar os cinco finalistas premiados de cada categoria e apontar o grande campeão de acordo com o nível de qualidade dos lotes apresentados. A nova cápsula será parte da série “cafés do mundo”, incrementada com dois novos sabores a cada ano, sendo que esta é a primeira vez que o café brasileiro será escolhido para a ação.

Investimentos no Brasil
A edição limitada 100% brasileira de Nescafé Dolce Gusto será produzida na nova fábrica de cápsulas que será inaugurada no final deste ano, na cidade de Montes Claros (MG). Esta é a primeira fábrica de Nescafé Dolce Gusto fora da Europa e está recebendo um investimento de aproximadamente R$ 200 milhões em sua construção. (Leia mais sobre a instalação na fábrica, aqui) Segundo a Nestlé, a fábrica irá gerar inicialmente cerca de 90 empregos diretos e outros 1 mil indiretos.

Serviço
Concurso Colheita Premiada da Nescafé Dolce Gusto
Inscrições e regulamento: http://bsca.com.br/concurso?id=31
Anúncio do vencedor: novembro de 2015

Artigo originalmente publicado no site CaféPoint

TEXTO Thais Fernandes • FOTO Café Editora

Cafezal

Concurso de qualidade dos cafés de Minas Gerais abre inscrições

e36_Cafe Fazendas-127

Os escritórios da Emater-MG já começaram a receber as amostras de café dos produtores do Cerrado, das Chapadas de Minas, das Matas de Minas e do Sul de Minas, as quatro regiões cafeeiras do Estado. São grãos que chegam para participar do 12º Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais.

Os produtores podem concorrer com o café tipo arábica nas categorias Café Natural e Café Cereja Descascado. Ao fazer a inscrição, o agricultor deve entregar as amostras do café e apresentar a documentação exigida: ficha de inscrição, além do termo de conhecimento e concordância com o regulamento do concurso. A participação é isenta de taxas ou qualquer ônus para os participantes. A entrega das amostras nos escritórios da Emater-MG deve ser feita até o dia 8 de setembro.

Ao todo, são três etapas de avaliação. Na primeira, são feitas análises física e sensorial. Na avaliação física, são observados o tipo dos grãos, a umidade e a coloração. Na sensorial é feita a classificação das amostras de acordo com as qualidades da bebida pronta (classificação quanto ao sabor e aroma). Na segunda etapa, há mais uma análise sensorial. Na terceira e última fase, serão realizadas novamente as análises física e sensorial. A comissão julgadora é composta por no mínimo dez profissionais da área. As etapas de análises das amostras são realizadas entre setembro e novembro.

“As maiores contribuições do concurso para a cafeicultura são motivação, educação e tecnologia. O concurso é um meio de mostrar que em qualquer local de Minas Gerais é possível produzir cafés com qualidade e características diferentes para agradar a todos os paladares. O retorno para o produtor das análises das amostras gera oportunidade para conhecer, analisar e planejar um próximo ciclo da cultura, corrigindo os rumos e adotando tecnologias para obter resultados positivos para a melhoria constante da qualidade e da produção”, diz o gerente regional da Emater-MG em Lavras, Marcos Fabri Júnior.

A cerimônia de encerramento acontece entre a segunda quinzena de novembro e a primeira quinzena de dezembro. Os vencedores recebem certificados e prêmios. Entre os vencedores, os dois que obtiverem a melhor pontuação de cada categoria serão eleitos os melhores cafés de Minas Gerais. Também será entregue a Medalha Destaque em Sustentabilidade, oferecida a um produtor pela participação no programa Certifica Minas Café.

Serviço
12º Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais
Inscrições: até o dia 8 de setembro
Amostras: devem ser entregues nos escritórios da Emater-MG
Valor: a participação do produtor é isenta de taxa
Mais informações: (35) 3821-0020; uregi.lavras@emater.mg.gov.br; www.emater.mg.gov.br

TEXTO Da redacão • FOTO Érico Hiller/Café Editora

Cafezal

Rause Café na Estrada lança campanha de financiamento coletivo

rause_cafe_na_estrada O projeto Rause Café na Estrada, que vai levar conhecimento e café especial para as regiões produtoras de café de Minas Gerais, lançou uma página no site de crowdfunding Benfeitoria (espaço para financiamento coletivo) para arrecadar fundos e colocar o trabalho na estrada a partir de agosto. Ao final da campanha, Juca. Abaixo, assista o vídeo sobre o projeto:  

TEXTO Da redação • FOTO Reprodução/YouTube

Cafezal

Curso Da Semente à Xícara leva alunos para fazenda no interior de SP

cafe_fazenda_octaviocafe

Entre os dias 8 e 12 de julho, o Octavio Café realiza o curso “Da Semente à Xícara”, em Pedregulho, interior de São Paulo.

As aulas contam com a supervisão de Tabatha Creazo (barista e gerente de qualidade e atendimento do Octavio Café), Denis Guilherme (coordenador de recepção) e equipe da fazenda. As aulas englobam todo o processo desde a semente até a degustação da bebida.

cafe_fazenda_octaviocafe

Os participantes aprendem sobre plantio, planejamento da colheita, colheita seletiva, manual e mecânica, irrigação, preparo do café e secagem, técnicas de extração de espresso (máquina, moinho e compactação), degustação e controle das variáveis de 15 métodos de preparo (qualidade da água, temperatura, pré-infusão e granulometria), vaporização de leite para cappuccinos, o conceito de latte art, entre outros.

cafe_fazenda_octaviocafe

O programa inclui hospedagem e pensão completa na Hospedaria Chapadão – aberta apenas para quem faz o curso – e translado da pousada à fazenda produtora. As vagas são limitadas a dez pessoas por turma e, caso não atinja o número mínimo de interessados, o curso é adiado e os inscritos têm reembolso total do valor pago.

Serviço
Da Semente à Xícara
Data: 8 a 12 de julho
Local: Fazenda Octavio Café – Pedregulho (SP)
Valor: R$ 2.100 (por pessoa para o quarto single); R$ 1.800 (por pessoa para quarto duplo ou triplo)
Inscrições e mais informações: (11) 3074-0110 ou cursos@octaviocafe.com

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação/Octavio Café

CafezalMercado

Cidade santista sedia festival em homenagem ao café

Degustacao Cafe Astoria

Entre os dias 9 e 12 de julho, a cidade de Santos será palco da primeira edição do Festival Santos Café, organizado pela prefeitura local, cujo objetivo é promover o café e o turismo na cidade, com diversos eventos culturais que levarão o público para o Centro Histórico santista.

Com o intuito de homenagear e relembrar a história do grão que mudou o destino da cidade, considerada desde o século 19 a maior exportadora de café do Brasil e a pioneira na implantação de ferrovia do Estado, a Prefeitura de Santos, por meio da Secretaria de Turismo, promoverá atividades culturais, gastronômicas, lúdicas, interativas e de lazer em pleno Centro Histórico de Santos, contando com a degustação de cafés de diversas marcas.

A programação gratuita e voltada para um público livre, envolvendo turistas, moradores e interessados de todas as idades, divide-se em vários pontos da região, contando com apresentações teatrais sobre a cafeicultura e um passeio com o Bonde Café, veículo dotado de moinho, máquina de espresso e frigobar.

Hotéis da região, como o Cosmopolitan Praia Flat, Ibis, Mendes Plaza, Mercure e Parque Balneário disponibilizarão pacotes exclusivos para o festival, com transfer para o centro histórico. Além disso, os restaurantes Allegra Café, Jamblan, Tasca do Porto, Café da Praça, Café Mauá, Estação Bistrô, Restaurante-escola, Almoço, Largo do Café e Atami permanecerão abertos para almoço durante os quatro dias de evento, dispondo de sobremesa especial à base de café ao custo de R$ 8, seguido de café como cortesia.

O festival também conta com o apoio da Revista Espresso, que fará a curadoria de uma área de degustação de cafés em frente ao Museu Pelé.

santos

Confira abaixo o calendário de quem já está confirmado para o evento:

9/7
– Violinha do Café
– Contação de Histórias
– Curso Meu Expresso

10/7
– Cursos Minibarista
– Ballet da cidade

11/7
– Técnicas de latte art
– Visitas monitoradas

Museu Pelé
Dias 9/7 e 10/7, das 14h às 15h
– Oficinas gastronômicas: preparação de receitas à base de café
– Oficina Literária: produção de haicais

Casa de Frontaria Azulejada
9/7 à 12/7, das 11h às 17h
– Exposição de arte, artesanato, joalheria e antiguidades.
Tema: café e a cidade de Santos

Rota do Café
Dias 9/7 e 12/7
Horários: 10h, 12h, 14h e 16h
– 40 minutos de passeio guiado por guia de turismo

Serviço
Festival Café Santos
Mais informações: www.santos.sp.gov.br/festivalsantoscafe

TEXTO Da redação • FOTO Felipe Gombossy, Divulgação/CaféEditora

Cafeteria & AfinsCafezal

Agenda para comemorar o Dia Nacional do Café: programe-se!

e41_20130812-sabores-4272a

Milenar, o café é um importante produto agrícola do país. Consumido por muitos brasileiros diariamente, o Brasil é o segundo maior consumidor do mundo e tornou-se o maior exportador de café, compartilhando as variedades de cada região do país com outros continentes.

Desde 2005, o dia 24 de maio foi incorporado ao Calendário Brasileiro de Eventos como o Dia Nacional do Café, por sugestão da ABIC (Associação Brasileira da Indústria de Café), simbolizando o início da colheita em grande parte das regiões cafeeiras do Brasil.

Hoje são tantos eventos, que há opções para comemorar o Dia Nacional do Café durante a semana toda. Programe-se para essa celebração!

Lorena (SP)
16/5 a 24/5
4ª edição da Semana do Café de Lorena – palestras, oficinas de degustação e workshops.
Local: Malerba Café – Praça Rosendo Pereira Leite, 7 – Centro Mais informações: www.facebook.com/semanadocafelorena

Londrina (PR)
21/5 a 24/5
4ª edição da Semana do Café de Londrina – atrações musicais, oficinas gastronômicas, programação infantil e roteiro turístico.
Local: Museu Histórico de Londrina Mais informações: www.cafepoint.com.br

Vitória (ES)
23/5 e 24/5
Kaffa Cafeteria – harmonização de queijos artesanais e café especial, curso de preparo de café filtrado e aulas teóricas sobre o grão.
Horário: 14h e 17h Local: Rua Darcy Grijó, 50 – lojas 3 e 4 Mais informações: www.kaffacafeteria.com.br

Belo Horizonte (MG)
24/5
Café na Rua – cafés especiais servidos na rua, promovido pela Liga dos Baristas, coletivo de profissionais mineiros.
Horário: 8h às 13h Local: Praça da Liberdade Mais informações: Instagram @ligadosbaristas

Rio de Janeiro (RJ)
24/5
Casa do Barista – Curso Básico de Barista
Local: Casa do Barista, Santa Teresa, Rio. Mais informações: contato@casadobarista.com.br ou (21) 3852-3932

São Paulo (SP)
24/5
Octavio Café – workshops e degustação de cafés em diferentes métodos com baristas campeões da casa.
Horário: 10h Local: Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.996 – Jardim Paulista Mais informações: www.octaviocafe.com

26/5
Lançamento do Guia do Barista e noite de autógrafos da 4ª edição, de Edgard Bressani
Horário: 19h às 22h Local: Octavio Café Mais informações: www.cafeeditora.com.br

25/5
Café Journal – inauguração da Carta de Cafés com drinques alcóolicos que homenageiam a bebida
Horário: 12h a 0h, domingo das 12h às 17h Local: Alameda dos Anapurus, 1.121 – Moema Mais informações: www.cafejournal.com.br

Brasília (DF)
24/5
Café Cristina – servirá xícaras do microlote vencedor do Cup of Excellence Late Harvest 2014, a maior pontuação da história do país no concurso.
Horário: 11h Local: CLN 202 Norte – Bloco A, Loja 45 Mais informações: www.facebook.com/CafeCristina

26/5
Evento Café de Origem – reunião entre empresários e produtores para discutir sobre o mercado e características do café.
Horário: 14h Local: Sebrae Nacional – SGAS 605, conjunto A – Asa Sul Mais informações: (61) 3348-7390

28/5
Degustação na Câmara dos Deputados – prova de cafés de alta qualidade e de origens distintas, preparados nos métodos espresso e filtrado.
Horário: 9h Local: Praça dos Três Poderes Mais informações: (61) 3216-0000

Campinas (SP)
24/5
Campinas Café Festival – degustação de café no Varejão da Ceasa.
Horário: 10h às 13h Local: Rodovia Dom Pedro I, km 140,5 – Pista Norte Mais informações: (19) 3746-1000

27/5
Curso Barista para iniciantes – mediado por Luciana Ribeiro, barista do Café Gourmet Santa Mônica, o curso inclui material didático, coffee break e certificado.
Horário: 9h e 14h Local: Imeltron Mais informações: www.imeltron.com.br

TEXTO Stephanie Schmiegelow • FOTO Daniel Ozana

CafezalMercado

Semana do Café de Lorena apresenta programação. Confira e agende-se!

semana do cafe de lorena

A 4° edição da Semana do Café de Lorena já tem sua programação definida. O evento, organizado por Marcelo Malerba, proprietário do Malerba Café, será realizado entre os dias 21 e 24 de maio na cidade de Lorena, interior de São Paulo, e vai reunir apreciadores de café, interessados e profissionais do setor para um debate sobre temas que envolvam o universo do grão.

O evento, que busca promover um encontro informal e acolhedor, contará com a participação de 17 palestrantes, além de oficinas de degustação, workshops e uma competição de latte art entre baristas da região. Os interessados também terão a oportunidade de fazer uma visita à Fazenda Sertão, em Carmo de Minas, lavoura da Unique Cafés Especiais.

A participação na Semana do Café de Lorena é gratuita, sem restrições e não há necessidade de inscrição. Confira abaixo a programação completa do evento.

16/05 (sábado)
– Visita à Fazenda Sertão, em Carmo de Minas

21/05 (quinta-feira)
– Exercitando o paladar, com Talita Pereira
– TNT – competição entre baristas da região

22/05 (sexta-feira)
– Espresso: o ponto zero da extração, com Luciano Salomão
– Cachaça e Café, os filhos do Vale, com Marco de La Roche

23/05 (sábado)
– Apresentação do Projeto Fazedores de Café, com Diego Gonzales e Regina Machado
– Degustação do Blend Fazedores de Café
– Serviço de café em restaurante e cafeteria. Barista ou garçom? Reflexões e experiências no Brasil e no mundo, com Giuliana Bastos
– Degustação cafés Coffee Lab
– Café: motor da transformação social. Uma lição da Colômbia, com Kelly Stein
– Degustação cafés colombianos
– Pesquisas e mapeamentos patrimoniais, com Museu do Café de Santos – Bruno Bortoloto do Carmo e Pietro Marchesini Amorim
– Degustação dos cafés Pereira Villela
– O papel de Lorena na evolução do Vale do Paraíba: café e outras atividades industriais, com Ana Luiza Martins
– Degustação Wolff Cafés
– Workshop de Extração de Espresso, com Lucas Salomão
– CAFESTA – Beer Truck da Cervejaria do Gordo

24/05 (domingo)
– Degustação especial com Cafés Pereira Villela
– Da lavoura à xícara: práticas de sucesso do mercado de vinhos que podem ajudar o desenvolvimento do segmento de cafés especiais, com Mariano Martins
– Degustação de Cafés Fermentados Martins Café
– Copo, xícara ou taça?, com Gabriela Monteleone e Giuliana Bastos
– O que é que tem na caixa?, com Cecília Sanada
– Degustação de blends Daterra
– Como tudo começou – a história do café especial no Brasil, com Isabela Raposeiras (Coffee Lab) e mediação de Mariana Proença (Revista Espresso)

Serviço
4° Edição Semana do Café de Lorena
Data: de 21 a 24 de maio
Local: Malerba Café – Praça Rosendo Pereira Leite, 7 – Centro – Lorena/SP
Encerramento: Teatro Teresa D’Ávila – Avenida Dr. Peixoto de Castro, 539 – Vila Celeste
Mais informações: www.facebook.com/semanadocafelorena

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação/Semana do Café de Lorena

Cafezal

Bahia é destaque em lançamento dos Cafés Premiados do Brasil

e45_IMG_0069 Regiões produtoras da Bahia foram destaque durante a 11ª Edição Especial dos Melhores Cafés do Brasil. Os cafés lançados por diferentes marcas são feitos com os grãos vencedores do 11º Concurso Nacional Abic de Qualidade do Café – Safra 2014, cujo campeão geral e da categoria Cereja Descascado é do município de Piatã e o vencedor da Categoria Microlote vem de Barra do Choça, ambos localizados na Bahia. O evento da última quinta-feira (30/4) marca a chegada ao mercado dos Cafés Premiados do Brasil, selecionados em concurso da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) e adquiridos em leilão por torrefações e cafeterias. A iniciativa que reúne cafeicultores e indústrias, resultando nos lotes vencedores industrializados em embalagens de 250 gramas, que chegam a supermercados, lojas gourmet e cafeterias, em edição limitada e identificada com selo numérico. Durante o encontro, o produtor Cândido Rosa, de Piatã (BA) representou o campeão Antônio Rigno, sendo homenageado com certificado. Segundo Cândido, a vitória no concurso abriu as portas do mercado especializado para o município baiano. “Os produtores de Piatã, mesmo aqueles que não participaram de concursos ainda, já são vistos com outros olhos. Conseguem melhores preços quando dizem onde produzem”, revela. (Leia entrevista completa com os cafeicultores que também venceram o Cup of Excellence, em 2014). Ainda, segundo Nathan Herszkowicz, o diretor executivo da Abic, o destaque em meio à produção de cafés especiais se deve a somatória de alguns fatores. “O trabalho de técnicos e entidades apoiando o trabalho dos produtores é muito importante. Hoje, a diferenciação dos cafés de alto nível está muito ligada a origem, as regiões produtoras”, pontuou. O lote de Rigno, de seis sacas, teve duas delas adquiridas pelas empresas Grupo 2 Irmãos (Café Ghini) e Sobesa Indústria de Alimentos (Café Sobesa), que formaram o Consórcio Qualidade Brasil e pagaram R$ 5.000,00 cada saca, cerca de dez vezes acima da cotação do mercado. Esse foi o maior valor de aquisição pago por saca, o que rendeu para as empresas o título de Campeãs da Categoria Ouro. As outras quatro sacas do lote de Antônio Rigno foram arrematadas pela cafeteria Santo Grão, de São Paulo, por R$ 3.980 cada, totalizando R$ 15.920,00. Foi o maior investimento feito em qualidade, o que garantiu para a rede Santo Grão o título de Campeã na Categoria Diamante. Já o microlote campeão do concurso nesta categoria, de apenas duas sacas, com o café produzido por Eufrásio Souza Lima, em Barra do Choça, também na Bahia, foi arrematado pela cafeteria Armazém do Café, do Rio de Janeiro, que pagou R$ 2.500,00 por saca. Esse foi o maior lance por saca na categoria Microlote, o que rendeu à rede Armazém do Café o título de Campeã da Categoria Especial. Outro destaque nesta edição foi a participação da exportadora Starsantos que, no leilão, arrematou o lote do produtor José Clóvis Borges, de Divinolândia, São Paulo, campeão na Categoria Café Natural, e o lote de Café Natural de Greciano Lacerda Moura, de Espera Feliz, Minas Gerais. A empresa pagou R$ 1.350,00 cada saca do lote paulista (total R$ 8.100,00) e R$ 1.300,00 pelo café mineiro (R$ 7.800,00). Todos esses cafés foram exportados para a China. Confira os cafés desta 11ª Edição Especial: Categoria Cereja Descascado Café Ghini, Café Sobesa, Cafeteria Santo Grão – marcas elaboradas com o café produzido por Antônio Rigno de Oliveira na Fazenda São Judas Tadeu, em Piatã, Bahia. Características sensoriais: bebida aromática e equilibrado, com notas doces, frutas e chocolate, com leve nota de pêssego, acidez frutada e corpo aveludado. Café Baronesa e Café Supremo Arábica – marcas elaboradas com os grãos produzidos por Antônio Alves Vieira na Fazenda Baobá, em São Sebastião da Grama, São Paulo. Características sensoriais: bebida com fragrância frutada, com nota doce e frutada, com fundo achocolatado e caramelo, acidez média, encorpado. Café Ghini, Café Caiçara e Café Odebrecht – marcas elaboradas com os grãos produzidos por Marcos Lavoratto Novak, no Sítio Boa Esperança, em Ibaiti, Paraná. Características sensoriais: bebida com fragrância levemente frutada e com notas de caramelo, equilibrado. Categoria Cafés Naturais Café Ghini, Il Barista e Café Odebrecht – marcas elaboradas com os grãos produzidos por José Eduardo Correa Ferraz na Chácara Campina Verde, em Ribeirão Claro, Paraná. Características sensoriais: bebida com notas de caramelo a caramelo torrado, achocolatado, cereal, amêndoas e cítrico. Notas de banana-passa, com acidez média e encorpado. Café do Chef – marca elaborada com os grãos produzidos por Charles Souza Matos na Fazenda Gameleira 2, em Piatã, na Bahia. Características sensoriais: bebida com notas de especiarias, chocolate com acidez média alta, encorpado e residual sedoso. Categoria Microlote Armazém do Café – marca elaborada com o café produzido por Eufrásio Souza Lima, no sítio Boa Vista, em Barra do Choça, Bahia. Características sensoriais: bebida com notas amadeiradas, floral e amanteigado, com acidez frutada e sedosa, residual amendoado, doce e equilibrado. Café Ghini e Duetto Café – marcas elaboradas com os grãos produzidos por Adriano de Moura Bueno, no Sítio Ribeirão dos Pires, em Ibaiti, Paraná. Características sensoriais: bebida com notas de chocolate, avelã, amanteigado e nozes, com retrogosto de notas amadeiradas e notas abacaxi de fundo, acidez média, encorpado.   O material jornalístico foi produzido e publicado pelo site Café Point, parceira do Revista Espresso.

TEXTO Thais Fernandes • FOTO Alexia Santi/Café Editora

CafezalMercado

Exposição de Sebastião Salgado reúne 75 fotos de cafezais pelo mundo

ILLY

Entre os dias 6 de maio e 27 de setembro, a Fundação Bevilacqua La Masa, em Veneza, na Itália, sediará a exposição “Perfume de um sonho – Uma viagem no mundo do café”, do fotógrafo Sebastião Salgado. A mostra contará com 75 imagens, capturadas durante a jornada do artista por cafezais de 10 países produtores. O trabalho, realizado a convite da illycaffè, com curadoria de Lélia Wanick Salgado, esposa do fotógrafo, homenageia trabalhadores agrícolas de todo o mundo. A exposição em Veneza será a primeira de muitas que acontecerão nos próximos três meses, em locais como Estados Unidos e Ásia.

Durante lançamento para imprensa, no dia 5 de maio, será lançado ainda um livro que dá nome a mostra. Além das imagens do fotógrafo, a publicação contará com textos do próprio Salgado, de Andrea Illy, CEO da illycaffè, do escritor chileno Luis Sepulveda e da crítica de arte italiana Angela Vettese. A exibição é parte de um projeto maior que a torrefação italiana apresentará ao público, por meio de uma série de eventos na segunda metade deste ano, não só em Veneza, mas também em Milão e Trieste, onde fica a sede da empresa. A partir do dia 1° de maio, Milão inaugura a Expo 2015, que terá como tema “Alimentando o Planeta, Energia para a Vida” e a illy é parceira oficial no evento, no comando do Pavilhão do Café, com a apresentação de diversas atrações relativas ao universo do café, do grão à xícara.

Serviço
Exposição “Perfume de um sonho. Uma viagem no mundo do café”
Data: a partir de 6 de maio
Local: Fondazione Bevilacqua La Masa, Piazza San Marco 71/c – Veneza – Itália
Mais informações: www.bevilacqualamasa.it/sebastiao-salgado

TEXTO Da redação • FOTO Sebastião Salgado/Divulgação illycaffè