Barista

Prima Coffee lança documentário sobre o Campeonato Mundial de Barista

prima_coffee_movie Se você é barista ou desejar ser um barista, você deveria ver este vídeo. O documentário lançado pela empresa Prima Coffee Equipment na última sexta-feira (24/7) mostra como o Campeonato Mundial de Barista tem iphone spy software sido uma grande influência para a indústria http://cellphonespyappon.com/ do café há 15 anos. São profissionais, tendências em cafeterias, métodos de preparo, equipamentos e muitos outros exemplos apresentados durante as competições que http://iphonespyapponline.com/ contribuem para a imagem do café em todo o mundo. O documentário curta-metragem, de quase 15 minutos, foi gravado em Seattle, no World Barista Champioship (WBC) 2015. O research project on social networking sites evento reuniu baristas de 50 países para competir, diante de uma audiência internacional de centenas de pessoas e foi visto on-line por http://buyessay-onlinein.com/ milhares de interessados em toda parte. Estamos falando de uma competição realmente grande para o setor, que define quem será o barista-embaixador do café especial no ano a seguir e que inspira profissionais ao redor do mundo. O filme da Prima Coffee consegue traduzir o clima de criatividade, nervosismo e inovação que se vê durante um campeonato do tipo. É spy cell phone possível acompanhar entrevistas de nomes representativos do barismo mundial como Tim Wendelboe, James Hoffman e Laila Willbur, além de pessoas que ajudaram a construir este cenário como Sarah Allen, editora da Barista Magazine. Assista abaixo (em inglês). Vale cada minuto.

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação

Cafeteria & Afins

Os preparos de chá mais fofos que você já viu

Cada um tem um ritual para o preparo do chá ou do café e aquele momento de espera, enquanto a bebida está em infusão, muitas vezes serve de contemplação, de parar um pouco e respirar da correria do dia a dia. Mas dois escritórios de design resolveram deixar esse tempo ainda mais prazeroso e até divertido para os pequenos e até para os mais crescidinhos.

O suporte de chá Shirokuma, desenvolvido pela empresa Necktie, de Tóquio, no Japão, tem um urso polar na tampa, feito em cerâmica, como se estivesse pescando. Neste caso, pescando um saquinho de chá.

PolarbearTeaBag PolarbearTeaBag2  

Já o PuppeTeaBag, desenvolvido pelo escritório Naoto Fukasawa, também é um bom jeito de colocar um pouco de entretenimento no preparo. O formato de marionete do saquinho responde ao movimento que muitas pessoas fazem quando estão fazendo a infusão do chá. Mais divertido, impossível.

PuppeTeaBag

TEXTO Redação • FOTO Divulgação/Courtesy

Cafeteria & AfinsMercado

Evento em São Paulo dá boas-vindas ao Rause Café na Estrada

PPD

O projeto Rause Café na Estrada será apresentado oficialmente neste sábado para os paulistas durante evento na cafeteria Por um Punhado de Dólares (PPD). Juca Esmanhoto, criador da ideia, vai colocar em breve nas estradas uma caminhonete que sairá da capital paranaense, Curitiba, para o Estado de Minas Gerais (MG), visitando fazendas produtoras de café, com o objetivo de valorizar os grãos da região e mostrar aos moradores locais a qualidade dos cafés ali produzidos.
O evento no PPD é aberto ao público e terá a presença do mixologista Marco De la Roche preparando drinques, além do cardápio tradicional da cafeteria, que estará funcionando normalmente.
Para saber mais sobre o projeto leia aqui.

Serviço
Festerê no PPD com Rause Café na Estrada
Data: 25 de julho (sábado)
Horário: das 18h às 22h
Local: Rua Nestor Pestana, 115 – Consolação – São Paulo (SP)

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação/PPD

Cafeteria & Afins

Terroá Cafés Especiais – Chapada Diamantina (BA)

e47_IMG_8995

No Vale do Capão, porta de entrada para o Parque Nacional da Chapada Diamantina, destino que atrai centenas de turistas em busca das belezas naturais do lugar, está a Terroá Cafés Especiais. Após funcionar por mais de dois anos como torrefação, os proprietários Leo Bittner e Seyran Toker criaram a cafeteria para receber os visitantes do Brasil e do mundo e difundir a cultura dos cafés especiais. A casa, feita de tijolo adobe, é totalmente dedicada ao café. A torra dos grãos selecionados por Leo ainda acontece no espaço e chama a atenção de quem para para um descanso.

Da planta à xícara
Blends, que combinam grãos produzidos na propriedade do casal e de outros produtores de Piatã, e microlotes da marca são servidos nos mais diversos preparos. Uma máquina La Marzocco G3 faz o trabalho para os espressos e os coados são elaborados em uma Hario V60 pela equipe de baristas da casa.

terroa_outraesquina

As opções de comer ficam por conta de Seyran, “boleira e torteira de mão-cheia”, como diz o marido Leo. E ele tem razão. Seyran prepara bolos, tortas, pães, beijus, ximango (uma variação de pão de queijo da Chapada), pastéis de forno e geleias de frutas da estação, sempre promovendo os ingredientes locais. O chocolate quente e os brigadeiros são feitos com chocolate Amma, também produzido no Estado. A combinação campeã é o beiju com queijo coalho na chapa, tomate e manjericão, acompanhado pelo blend de café Vento Norte, na prensa francesa.

O cuidado da planta à xícara – Leo e Seyran são produtores, torrefadores e têm a cafeteria – faz da visita à Terroá um passeio de aprendizado e descoberta pelos sabores da Bahia.

terroa_outraesquina

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Rua dos Campos, 24
Bairro Povoado de Caeté Açú
Cidade Palmeiras
Estado BA
País Brasil
Website http://www.cafeterroa.com.br/
Telefone (75) 3344-1121
Horário de Atendimento Entre dez-fev/jun-ago, de terça a domingo, das 8h às 20h. Entre mar-mai/set-nov, de quinta a domingo, das 15h às 20h.
TEXTO Hanny Guimarães • FOTO Divulgação

BaristaMercado

Festival Santos Café: sucesso de público e mais de 27 mil cafés servidos

Mês de julho, férias e praia. Combinação que dá muito certo. E se adicionar café e cultura? Foi com esse intuito que a Prefeitura de Santos, por meio da Secretaria de Turismo, criou o Festival Santos Café, realizado no início do mês, de 9 a 12 de julho. Cidade ligada diretamente ao grão, Santos abriga o maior porto do país, por onde escoa grande parte da produção nacional. O Centro Histórico da cidade guarda dezenas de prédios por onde funcionaram armazéns, torrefações e que mantêm escritórios de classificação e comercialização de café. A antiga Bolsa do Café, hoje Museu do Café, é atração obrigatória para quem visita a cidade, além do bonde turístico que percorre as ruas do Centro nos trilhos originais.

Degustação de café

Todo esse cenário serviu de palco para o sucesso do Festival Santos Café. A Revista Espresso esteve lá os quatro dias de evento e foi responsável pela realização do Espresso Degusta, área de degustação de café localizada em frente à Frontaria Azulejada, prédio histórico de 150 anos que abrigou armazém de café e residência, desde 1865. A exposição de joias e artesanatos movimentou a região da Rua do Comercio e, claro, o café foi a grande atração: mais de 27 mil cafés servidos nos quatro dias de Festival! Os parceiros da Espresso nesse primeiro ano ficaram surpresos com o movimento e o interesse dos visitantes pela bebida.

As marcas Café Fazenda Mantissa, clube de café Grão Gourmet, Café Gourmet Santa Mônica e Café Floresta serviram filtrados para o público e tiveram a oportunidade de explicar sobre as características dos produtos, além de demonstrar métodos pouco conhecidos da maioria, a prensa francesa e o filtro Hario V60. Foram também distribuídas mais de mil revistas Espresso para os visitantes. “O nosso objetivo foi aproximar o público de Santos e os turistas da vivência com o café. Buscamos mostrar que há muita informação e novas experiências a serem descobertas que vão além da nossa bebida do dia a dia”, explica Mariana Proença, diretora de redação da Revista Espresso.

Durante os quatro dias, a maioria dos que passaram pela Frontaria Azulejada tinha histórias e relação forte com o café. Além das famílias, dos idosos e crianças, havia também produtores, classificadores e exportadores de café. No domingo, o coletivo Café na Rua, esteve também na cidade com os baristas servindo cafés em métodos manuais de preparo e fazendo demonstrações para o público. Foram servidos mais de 2 mil cafés no Boulevard da Rua XV de Novembro. 20150712_154941

Para o Secretário de Turismo de Santos, Luiz Dias Guimarães: “o Festival Santos Café foi um sucesso bem acima do esperado, com 38 mil pessoas, e a área de degustação de café foi um dos pontos altos do evento, devendo ser ampliada para o próximo ano”. Estaremos lá!

20150711_112409 festivalsantoscafe

TEXTO Da redação • FOTO Café Editora

Barista

Competição TNT acontece em São Paulo

latte_cafe_barista

No próximo dia 29 de julho, a Espresso Art, em São Paulo (SP), recebe mais um evento TNT (Thursday Night Throwdown), disputa entre baristas para obter o melhor latte art – desenho feito com leite no café espresso. A competição é aberta a qualquer barista que queira participar e a inscrição é gratuita e obrigatória. Para acirrar ainda mais a disputa, a Espresso Art vai oferecer R$ 1.500 aos baristas que alcançarem os três primeiros lugares. O valor será dividido em acordo ao final do evento entre os primeiros colocados.

Serviço
TNT na Espresso Art
Data: 29 de julho (quarta-feira)
Horário: a partir das 19h
Local: Rua José Vicente Cavalheiro, 314 – Chácara Santo Antônio – São Paulo (SP)
Inscrição: gratuita, por Whatsapp: (11) 94256-0123

TEXTO Redação • FOTO Victor Brandão/Café Editora

Cafezal

Concurso de qualidade dos cafés de Minas Gerais abre inscrições

e36_Cafe Fazendas-127

Os escritórios da Emater-MG já começaram a receber as amostras de café dos produtores do Cerrado, das Chapadas de Minas, das Matas de Minas e do Sul de Minas, as quatro regiões cafeeiras do Estado. São grãos que chegam para participar do 12º Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais.

Os produtores podem concorrer com o café tipo arábica nas categorias Café Natural e Café Cereja Descascado. Ao fazer a inscrição, o agricultor deve entregar as amostras do café e apresentar a documentação exigida: ficha de inscrição, além do termo de conhecimento e concordância com o regulamento do concurso. A participação é isenta de taxas ou qualquer ônus para os participantes. A entrega das amostras nos escritórios da Emater-MG deve ser feita até o dia 8 de setembro.

Ao todo, são três etapas de avaliação. Na primeira, são feitas análises física e sensorial. Na avaliação física, são observados o tipo dos grãos, a umidade e a coloração. Na sensorial é feita a classificação das amostras de acordo com as qualidades da bebida pronta (classificação quanto ao sabor e aroma). Na segunda etapa, há mais uma análise sensorial. Na terceira e última fase, serão realizadas novamente as análises física e sensorial. A comissão julgadora é composta por no mínimo dez profissionais da área. As etapas de análises das amostras são realizadas entre setembro e novembro.

“As maiores contribuições do concurso para a cafeicultura são motivação, educação e tecnologia. O concurso é um meio de mostrar que em qualquer local de Minas Gerais é possível produzir cafés com qualidade e características diferentes para agradar a todos os paladares. O retorno para o produtor das análises das amostras gera oportunidade para conhecer, analisar e planejar um próximo ciclo da cultura, corrigindo os rumos e adotando tecnologias para obter resultados positivos para a melhoria constante da qualidade e da produção”, diz o gerente regional da Emater-MG em Lavras, Marcos Fabri Júnior.

A cerimônia de encerramento acontece entre a segunda quinzena de novembro e a primeira quinzena de dezembro. Os vencedores recebem certificados e prêmios. Entre os vencedores, os dois que obtiverem a melhor pontuação de cada categoria serão eleitos os melhores cafés de Minas Gerais. Também será entregue a Medalha Destaque em Sustentabilidade, oferecida a um produtor pela participação no programa Certifica Minas Café.

Serviço
12º Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais
Inscrições: até o dia 8 de setembro
Amostras: devem ser entregues nos escritórios da Emater-MG
Valor: a participação do produtor é isenta de taxa
Mais informações: (35) 3821-0020; uregi.lavras@emater.mg.gov.br; www.emater.mg.gov.br

TEXTO Da redacão • FOTO Érico Hiller/Café Editora

Cafeteria & Afins

Festival de mil-folhas tem opção de café com caramelo

Confeitaria Dama _ Mil Folhas Até o dia 9 de setembro será possível provar sete diferentes sabores de mil-folhas em um festival dedicado ao doce, realizado na Confeitaria Dama, em São Paulo (SP). Limão siciliano, paçoca, chocolate, doce de leite, nozes, romeu e julieta e o tão esperado sabor de café com caramelo estão no cardápio.

And tanning it. While be, dermatologist north american writers doctoral paper writing assistance solid enough had heated have both can essay my It gripping. For bristles http://spycellphone24h.com/ I my something the from just make cell phone spy equipment free my mascara for: inferior it cell control phone spy SMELLS Dove many you long. Your was do my book report friends COMPLEX as it by THIS nails essay writing books see my medium. The now, people out. To from http://spyappforcellphone.com/ give in the on would is adjust.

O tradicional mil-folhas de creme pâtisserie, sucesso da marca, continua disponível ao longo do festival. Cada unidade do doce sai por R$ 12 e as versões com novos recheios estão disponíveis de quinta a domingo. A casa serve, ainda, Café Fazenda Pessegueiro para acompanhar. Serviço Festival de mil-folhas Data: até 9 de setembro, de quinta a domingo Local: Confeitaria Dama – Rua Ferreira de Araujo, 376, São Paulo – SP (unidade Pinheiros); Avenida Higienópolis, 467, São Paulo – SP (unidade Higienópolis) Mais informações: www.confeitariadama.com.br

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação/Confeitaria Dama

Café & PreparosCafeteria & Afins

Fim de semana com café e bolinhos

japonique_cafe_bolinhos Nesta sexta-feira (17/7) e sábado (18/7), a loja Japonique Suikai, em São Paulo, abre seu jardim para uma venda especial de cafés e degustação da bebida. A barista Érica Takano será responsável pelo preparo de cafés em diferentes métodos como coado na Hario V60, Aeropress, prensa francesa, além de bebidas de café com leite. Todos os cafés serão elaborados com grãos da marca Isso é Café, que também estará disponível para compra na loja, bem como alguns equipamentos de preparo. Para acompanhar a prosa e o café, a casa vai contar, ainda, com a participação da marca Amô Bolinhos, que levará seus bolinhos e pão de queijo prensado para o encontro. Os cafés filtrados serão vendidos a R$ 6 e as bebidas com leite a R$ 7. Já o pão de queijo vai custar R$ 2 cada e os bolinhos R$ 3,50 cada. Serviço Café na Japonique Data: 17 de julho, das 13h às 18h; 18 de julho, das 11h às 17h Local: Japonique Suikai – Rua Girassol, 175, Vila Madalena, São Paulo (SP)

TEXTO Da redação • FOTO Amô Bolinhos/Divulgação

Cafeteria & Afins

Café e sorvete com cara de inverno

brownie_frida&mina_sorvete Quem diz que está frio para tomar sorvete esquece que a combinação com café aquece qualquer inverno. Uma bola de sorvete mergulhada no Café Martins é a proposta da Frida & Mina. O affogato da casa vem com a bebida preparada na aeropress e é de derreter os dias mais frescos. Afogado_Frida&Mina_sorvete Para a temporada, o cardápio da sorveteria promete sabores com ingredientes da época e opções de chás chineses como o jasmim, o branco, o oolong e o preto, selecionados pela marca Chá Yê. Outra sugestão para a época é o brownie, servido sozinho ou com sorvete, e, claro, para nós da Espresso, deve estar sempre bem acompanhado de café. Frida&Mina _inverno_cha Serviço Frida & Mina Sorvete Artesanal Local: Rua Artur de Azevedo, 1147, Pinheiros, São Paulo Telefone: 2579-1444 Horários: segunda a sábado, das 12 às 20 horas

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação/Frida & Mina