Mercado

BSCA define nova diretoria

Foto: Café Editora

A Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) realizou, no dia 1º de novembro, Assembleia Geral Ordinária, na qual foi definida a composição de seus Conselhos Diretor e Fiscal para o próximo biênio, cujo mandato terá vigência de 1º de dezembro de 2014 a 30 de novembro de 2016.

Conforme a definição dos associados, o novo Conselho Diretor será composto por Sílvio Leite, Javier Faus Neto, Maria Dircéia Mendes, Luiz Paulo Dias Pereira Filho, José Francisco Pereira, Henrique Sloper, Adolfo Henrique Vilela, Marcos Mendes Reis e Edgard Alexandre Bressani. O Conselho Fiscal para o próximo biênio será composto por Luiz Otavio Franco de Souza, José Renato Gonçalves Dias, Antonio de Azevedo e Silva Jr., Marco Suplicy, Luiz Roberto Saldanha Rodrigues e Carmem Lúcia Chaves de Brito.

Ao tomar posse no dia 1º de dezembro, os conselheiros terão como primeira missão a definição do presidente e do vice-presidente, os quais comandarão a entidade no próximo ano, entre 1º de dezembro de 2014 e 30 de novembro de 2015. Tudo indica que o próximo presidente será o especialista em classificação, degustação e controle de qualidade de café, Silvio Leite, que atua nas empresas Proud & Agricafé Cafés Especiais.

TEXTO Redação • FOTO Café Editora

Receitas

Milk-shake de café

Milk-shake de café

Ingredientes
• 3 bolas de sorvete de café
• 200 ml de leite integral
• caldas de chocolate e caramelo

Preparo
Bater o chocolate com o leite em agitador de milk-shake ou liquidificador. Servir em copo com as caldas nas bordas.

Rende
1 milk-shake

Sugestão de sorvete de café da Espresso
• 4 ovos
• 2 latas de creme de leite
• 2 colheres (sopa) de café solúvel café solúvel liofilizado (100% arábica)
• 1 xícara (chá) de leite fervente
• 1 xícara (chá) de açúcar

Preparo
Bata as gemas e a metade do açúcar. Junte o leite e bata até obter um creme. Transfira para uma tigela refratária e leve ao fogo em banho-maria. Cozinhe, sem parar de mexer com um batedor manual, por 4 minutos, sem deixar ferver. Retire do fogo e reserve. Misture em uma panela o açúcar restante e ½ xícara (chá) de água. Leve ao fogo, sem mexer, até obter uma calda em ponto de fio grosso. Retire do fogo, salpique com café solúvel e reserve. Bata as claras na batedeira até obter o ponto de pico. Sem parar de bater, junte a calda bem quente, aos poucos, e continue a bater até obter um merengue brilhante. Incorpore o creme de leite batido rapidamente à parte, mexa com cuidado e, por fim, adicione o creme de gemas. Despeje em uma tigela e leve ao congelador de um dia para o outro.

Rende 4 porções

FOTO Rogério Voltan • RECEITA Sorveteria Stuppendo

Mercado

Ateliê do Café encerra operações em Valinhos

Laboratório em Valinhos (SP) foi transferido para Patrocínio (MG). Torrefação e venda ficará com parceiros.

Laboratório em Valinhos (SP) abrigava Centro de Treinamento e Torrefação (CEPEC) e degustações e cursos.

Laboratório do Ateliê do Café Daterra fechou em setembro, em Valinhos (SP), e transferiu a torrefação e a venda do café para parceiros. A torrefação Villa Borghesi, de Marcos Jannuzzi, está responsável pela torra e atendimento de cafeterias e restaurantes. E a venda para apreciadores será feita pela Nossa Casa Café, em Amparo (SP). Com o objetivo de unir todas as etapas da cadeia cafeeira, o Ateliê do Café Daterra montou um laboratório e showroom em Patrocínio (MG), dentro da fazenda. Para coordenar a área de qualidade, a empresa contratou recentemente a barista Cecilia Sanada. A Fazenda Daterra, localizada no Cerrado Mineiro, tem como foco a venda do café verde para torrefadores e cafeterias nacionais e internacionais. Foi a primeira no Brasil a conquistar a certificação Rainforest Alliance. A novidade neste ano é que a equipe da Daterra preparou um total de seis micro e nanolotes de café da safra atual, que batizou de Masterpieces. Os cafés receberam os nomes de Peróla Orgânica, Joia Orgânica, Jardim Laurina, Supernatural, Essência e Sobre Maduro. Serão oferecidas, no máximo, seis sacas por lote, em leilão pela internet em 2 de dezembro. Para informações http://coffee.stoneworks.com/auction/

FOTO Guilherme Gomes/Café Editora

Mercado

Exclusivo: Suplicy terá cápsula compatível com sistema Nespresso

suplicy_lorena (2)

Loja própria do Suplicy Cafés Especiais na Alameda Lorena, em São Paulo (SP).

A marca paulistana, nascida em 2003, começará, muito em breve, a vender cápsulas compatíveis para máquinas da Nespresso. Depois de pesquisa realizada com consumidores, o proprietário, Marco Suplicy, avaliou que o melhor seria ter um blend único. “Ainda estamos estudando se teremos descafeinado”, ele comenta. A operação começará logo. As cápsulas estão sendo produzidas em Ribeirão Preto (SP) pela Kaffa e o café, provavelmente, será da região do Cerrado Mineiro, já que o empresário arrematou sacas dos finalistas do II Prêmio da Região, em 30 de outubro. Vamos aguardar.

FOTO Divulgação

CafezalMercado

Cerrado Mineiro premia os melhores cafeicultores da região

Foto por Mariana Proença

O produtor Eduardo Pinheiro Campos, das Fazendas Dona Nenem e São João Grande, de Presidente Olegário, levou o 1º lugar da categoria Natural, com café de 91,25 pontos

A região do Cerrado Mineiro é a primeira, e por enquanto, a única no Brasil a possuir o status de Denominação de Origem para café.

Desde o ano passado, a Federação dos Cafeicultores do Cerrado, em parceria com o Sebrae, criou o Prêmio Região do Cerrado Mineiro, para prestigiar os cafeicultores locais. Hoje são 55 municípios e 4.500 produtores.

Mas a história começou na década de 1970, quando cafeicultores migraram do Paraná após uma geada que dizimou os cafezais. Frente a esta dificuldade, surgiram empreendedores que começaram a desbravar as cidades e plantar café onde nunca se havia imaginado existir terreno fértil.

Em 2013, após longo processo junto ao INPI, a região conquistou o título de Denominação de Origem, que atribui características especiais a uma região e produto. Em meio a 600 pessoas, a Espresso acompanhou dentre autoridades, cafeicultores, torrefadores, cafeterias, cooperativas e baristas, o Prêmio anunciado no Center Convention, em Uberlândia (MG). Vinte finalistas nas categorias natural e cereja descascado foram anunciados, além de homenagens aos técnicos de campo e compradores dos lotes campeões. leia mais…

TEXTO Mariana Proença • FOTO Café Editora

Receitas

Tiramisu

tiramissu

Ingredientes
• ½ litro de creme de leite
• 500 g de mascarpone
• 5 colheres (sopa) de açúcar
• 5 gemas
• 2 colheres (chá) de licor Amaretto
• 3 colheres (sopa) de rum
• 2 caixas de bolacha champanhe
• café forte a gosto.

Preparo
Bata o creme de leite em uma batedeira até que adquira uma consistência firme e reserve. Ainda na batedeira, junte o açúcar e as gemas até a mistura ficar bem aerada e o volume dobrar. Misture na mão o rum, o licor e o mascarpone até que fique homogêneo. Combine as três misturas delicadamente incorporando tudo. Umedeça as bolachas no café forte, rapidamente para que elas não se quebrem. E vá alternando ao colocar na travessa, camadas de creme e de bolacha até preencher a travessa, e deixando o creme por cima. Leve à geladeira por 4 horas e decore com chocolate em pó ou raspas de chocolate ao servir.

Rende 15 porções.

(Receita originalmente publicada na Espresso#26)

FOTO Rogério Voltan • RECEITA Jean et Marie (www.jeanetmarie.com.br)

Mercado

Nespresso lança novo café e taça para degustação

, , , , Na última terça-feira (21/10) a Nespresso realizou, em São Paulo, um evento gastronômico, o Nespresso Coffee Dinner, para apresentar seus novos lançamentos, o café Maragogype Reserva Especial e a taça de degustação Reveal, desenvolvida pela marca Riedel Crystal. O jantar foi elaborado pelos chefs Helena Rizzo e Daniel Redondo, que criaram pratos com o intuito de harmonizar com o sabor do novo grão. A variedade Maragogipe, descoberta em 1870 próximo da cidade brasileira de mesmo nome, na Bahia, é conhecida por sua mutação natural, perceptível no tamanho avantajado e com variações da cor verde a marrom claro, e foi apelidada de “grão elefante”. Os grãos utilizados para compor o blend da Nespresso são provenientes do México, da Nicarágua, da Guatemala e da Colômbia. De acordo com informações da marca, o café mexicano e nicaraguense foi torrado junto e por mais tempo para aperfeiçoar as notas suaves e arredondadas. Em contrapartida, os grãos colombianos e os guatemalenses foram torrados juntos por um curto período de tempo para produzir um toque final frutado. Reveal-Collection-Intense-Glass-01 A taça de degustação tem como objetivo desenvolver o potencial aromático da bebida. Feita em cristal, tem proporções consideradas ideais para revelar as nuances dos Grands Crus da marca. Possui diâmetros distintos, sendo o mais estreito para os cafés intensos e o mais largo para as bebidas equilibradas. Com isso, a Nespresso espera revelar as diferentes propriedades de cada perfil. Devido ao número limitado, o Maragogype Reserva Especial está disponível para compra apenas pelo www.nespresso.com, aplicativo mobile (disponível para iPhone, iPad e Android) e 0800 7777 737, por R$ 40 o sleeve (embalagem com 10 cápsulas). Já as taças Reveal estão disponíveis em todos os canais do Nespresso Club (Boutiques, internet, 0800 e aplicativos mobile), pelo valor de R$ 140 o par. Mais informações: www.nespresso.com

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação

Barista

Dani Capuano – L’ arbre à Café, Paris (FR)

dani_capuano1

Desde 2012 morando na Cidade Luz, Paris, a barista e agente de marketing da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) na Europa, Dani Capuano é cosmopolita. “Já morei na Inglaterra, Irlanda e agora na França, mas já fui para diversos países para trabalhar, como Noruega, Bélgica, Itália, Coreia do Sul, Japão e até Coreia do Norte”, diz.

Dani conta que o reconhecimento da profissão no país onde está é o mais gratificante. “Aqui os franceses têm uma expressão que eu adoro, que é métier de bouche, que significa trabalhar na área de comidas e bebidas e o respeito que eles têm por quem pratica essas profissões é lindo. E no Brasil não vejo muito esse respeito por alguém que trabalha atrás de um balcão. Por outro lado, o brasileiro é muito mais criativo e acho que por não termos tradições e rituais tão fortes e antigos, somos mais abertos e ousados em relação à conceitos, combinações, posturas, etc”, diz.

Ela acredita que a cena do café tem evoluído constantemente em Paris. “Quando eu cheguei aqui haviam quatro lugares para se tomar bons cafés. Hoje têm mais de 15 e eles não param de inaugurar novas casas. Torrefações artesanais surgiram, as pessoas estão se interessando mais pelo produto, origem, produção e preparo. A mudança é visível”.  Um de seus objetivos na profissão é fazer com as pessoas conheçam melhor o universo do café para que possam apreciá-lo ainda mais. “Quero mudar a imagem do café. De um cafezinho para um produto que envolve tempo, clima, muitos profissionais, atenção. E que por isso merece respeito e pode custar caro, para remunerar bem toda essa cadeia produtiva. Como eu vou fazer isso eu não sei, mas com certeza não estou sozinha”.

TEXTO Amanda Ivanov • FOTO Divulgação

Receitas

Granita

granita1

Ingredientes
• 50 ml de suco natural de melancia
• 50 ml de suco natural de morango
• 3 colheres (chá) de açúcar
• 12 pedras de gelo
• 40 ml de água

Preparo
Faça os dois sucos adicionando açúcar. Depois bata o gelo com a água no liquidificador. Acomode o gelo batido em um copo e em seguida acrescente os sucos. Decore com pedaços de melancia e morango. Rende 4 porções.

(Receita originalmente publicada na Espresso#26)

FOTO Rogério Voltan • RECEITA Alex Pereira

Receitas

Marzipã Café

marzipa1

Ingredientes
• 1/2 xícara de creme de leite fresco
• 3 a 4 biscoitos amaretti
• 85 g de marzipã
• 7/8 de xícara de leite desnatado
• 1/2 xícara de café frio
• 2 bolas de sorvete de baunilha

Preparo
Bater o creme de leite no mixer ou na batedeira até ficar cremoso. Enquanto isso, quebrar os biscoitos em pequenos pedaços. Juntá-los ao creme, separando uma parte dos biscoitos para depois. Cortar o marzipã em pedaços e dissolvê-lo junto ao leite quente até que se torne uma mistura homogênea. Acrescentar o restante do leite, o café e o sorvete. Bater até se tornar areado. Servir a mistura no copo e colocar por cima o creme de leite. Adicionar o restante dos biscoitos.

Rende dois copos.
Preparo em 10 minutos.

(Receita originalmente publicada na Espresso #19)

FOTO Cia de Foto • RECEITA Cléia Junqueira