Mercado

Noite de autógrafos com Tim Wendelboe acontece quarta-feira em SP

Nesta quarta-feira (15), a cafeteria paulistana Coffee Lab receberá o barista norueguês Tim Wendelboe, autor do livro Coffee com Tim Wendelboe. A obra foi traduzida e lançada no final do ano passado, através de uma parceria entre a Café Editora e a barista e empresária Isabela Raposeiras, proprietária da casa.

A sessão de autógrafos tem início às 19h e será aberta ao público. Já para quem quer um conteúdo mais aprofundado, o evento apresentará duas rodas de conversas realizadas por Tim e por Gabriel Agrelli, da Fazenda Daterra.

Na primeira, que começa às 17h30, Gabriel falará sobre o processo de produção dos lotes campeões produzidos na fazenda, como, por exemplo, os grãos usados pela barista Emi Fukahori, campeã do Mundial de Brewers do ano passado.

Às 18h, o vencedor do World Barista Championship de 2004 apresentará sua opinião sobre o status do Brasil no mercado mundial de cafés especiais, dando dicas nas áreas de produção, torra e técnicas de preparo. Tim é um dos maiores especialistas do mundo em cafés especiais, além de ser produtor na Colômbia e possuir uma cafeteria referência em Oslo, capital da Noruega.

A sessão de autógrafos é gratuita, já as rodas de conversa possui um valor de R$ 180 por pessoa e é necessário se inscrever aqui.

Serviço
Tim Wendelboe no Coffee Lab
Quando: 15/5
Onde: Rua Fradique Coutinho, 1340 – Vila Madalena – São Paulo (SP)
Horário: Palestras a partir das 17h30; sessão de autógrafos às 19h
Mais informações: www.coffeelab.com.br

TEXTO Redação • FOTO Divulgação

Muito além da xícara: a reinvenção do café solúvel no Brasil

Cápsulas. Grãos. Cafés premium. Certificação de origem. 100% arábica. Cafeterias. Não faltam exemplos de termos relacionados à indústria do café que ganharam relevância ao longo dos últimos anos e que indicam que a oferta e a demanda miravam outros atributos de produto e diferentes ocasiões de consumo da bebida ao longo do dia dos brasileiros.  

No oposto deste cenário, o mercado externo para café solúvel mantém o Brasil como um dos principais exportadores, abastecendo importantes países como Estados Unidos, Japão, Rússia, Indonésia e Argentina. A diversificação das ocasiões de consumo e um reposicionamento do produto em alguns destes mercados contribuíram para manter aquecida a demanda mundial. Mas como traduzir este potencial de demanda no mercado brasileiro?

Entre 2013 e 2018, o Brasil registrou uma taxa média de crescimento anual de menos de 1% em volume de vendas de café solúvel no varejo, inclusive com declínio em alguns subtipos, como os descafeinados. De acordo com a ferramenta Industry Forecast Model da Euromonitor International, capaz de quantificar a importância de cada fator na demanda atual e futura leia mais…

TEXTO Angelica Salado, Consultora, Euromonitor International

Café & Preparos

Participe! 1ª edição do Cupping House acontece neste sábado

Buscando alternativas para enfrentar o difícil momento da cafeicultura, em que as sacas estão sendo vendidas por preços muito baixos, mas os custos de produção estão elevados, os produtores do Sul de Minas Samuel Mangia, do Sítio da Careta, de Baependi; Catarina Kim, da Fazenda São Sebastião, de São Thomé das Letras; e Flávia Betoni Monteiro, da Fazenda Nova Fortaleza, de São Gonçalo do Sapucaí, criaram o Cupping House, com curadoria do tetracampeão brasileiro de Cup Tasters, Edimilson Generoso.

O projeto, que é voltado para donos de cafeterias, pequenas torrefadoras e coffeelovers, consiste em realizar sessões de degustação com os grãos cultivados nas fazendas dos idealizadores. Nessa primeira edição, a torra foi feita em parceria com a Cafebras. Essa é uma forma criativa de driblar a situação negativa do momento e apresentar para as pessoas os cafés produzidos.

De uma maneira acolhedora e informal, os cuppings acontecem sempre em locais diferentes, em casas de pessoas ligadas à iniciativa. O objetivo dessa escolha é justamente manter a neutralidade da experiência, sem envolver nenhuma empresa.

A 1ª edição do Cupping House está marcada para o dia 11 de maio, das 10h às 14h, no bairro Vila São Francisco, zona oeste da cidade de São Paulo. Para participar, é necessário se inscrever neste link.

Serviço
1ª edição Cupping House
Quando: 11/5, às 10h
Onde: Vila São Francisco, zona oeste de São Paulo
Mais informações: www.bit.ly/2JsVpVv

TEXTO Redação • FOTO Lucas Albin/Agência Ophelia

Mercado

Blue Bottle Coffee abre primeira loja na Coreia do Sul

A Blue Bottle Coffee abriu seu primeiro café na Coreia do Sul no dia 3 de maio, marcando uma nova fase de crescimento para a empresa na Ásia. A sede, de aproximadamente 4.300 metros quadrados, em Seul, inclui uma torrefadora e um laboratório de treinamento, que estão abertos para visitas, aulas e degustações públicas. A segunda unidade na cidade será aberta no final do segundo trimestre, mas a marca já tem planos para mais cafés até o final de 2019.

O país é o segundo mercado internacional da empresa, que inaugurou sua primeira casa em Tóquio, em 2015, inspirada na hospitalidade da tradicional cultura japonesa kissaten, palavra japonesa para cafeteria. “Toda vez que visitamos a Coreia do Sul ficamos profundamente honrados pelo entusiasmo e amor pela nossa marca”, disse o CEO da Blue Bottle Coffee, Bryan Meehan.

O prédio industrial de tijolos vermelhos, novo lar da Blue Bottle Korea, está localizado no bairro de Seongsu, muitas vezes chamado de ‘Brooklyn’ de Seul. “Nossa conta no Instagram tem mais seguidores em Seul do que em qualquer outra cidade  leia mais…

FOTO Clay McLachlan

Café & Preparos

André Aguila ganha o Campeonato Brasileiro de Cup Tasters 2019

O começo de maio já foi agitado na O’Coffee, em Pedregulho (SP), com o Campeonato Brasileiro de Cup Tasters 2019, que começou ontem (2/5). Após várias rodadas de prova e 48 participantes, o resultado saiu na tarde de hoje: André Aguila, da Ouro Verde Corretagem de Café, da Ibiraci (MG), levou a melhor e se tornou o atual campeão brasileiro.

Até que chegasse a final, tiveram algumas etapas. Os participantes tinham apenas oito minutos para desvendar qual era a xícara de café diferente, em uma série de três xícaras e oito sequências.

Foto: Thiago Wulfert Pereira Valverde

Ao longo da fase de classificatória foram doze rodadas com quatro integrantes cada. Nesta sexta-feira (3) foram divulgados os 16 finalistas que tiveram mais acertos em menos tempo. As apresentações aconteceram hoje. Confira os  leia mais…

TEXTO Natália Camoleze, de Pedregulho (SP)

Barista

Campeonatos nacionais são confirmados na SIC

Foi confirmado hoje (3/5), durante a final do Campeonato Brasileiro de Cup Tasters, que os próximos Campeonatos Brasileiros de Barista, Cup Tasters e Brewers Cup acontecerão na Semana Internacional do Café (SIC), maior feira brasileira do setor, que tem data prevista para os dias 20, 21 e 22 de novembro deste ano.

Os Brasileiros de Coffee in Good Spirits e Latte Art também já estão com data e local confirmados: eles serão realizados de 16 a 18 de agosto na mineira São Lourenço, cidade que já recebeu essas modalidades antes. Já a competição de Torra, em parceria com a Leogap, acontecerá na primeira semana de setembro, na capital paranaense Curitiba. Os dias ainda não estão definidos.

Os próximos passos…

O de 2019 ainda nem aconteceu, mas o próximo já está com previsão de realização. O Campeonato Brasileiro de Torra 2020 (referente ao Mundial de 2021) está planejado para acontecer na O’Coffee, em Pedregulho (SP), em fevereiro de 2020.

TEXTO Redação • FOTO Daniel Ozana / Studio Oz

Café & Preparos

Sujou, limpou

Dicas valiosas de como se livrar daqueles resíduos indesejáveis de máquinas e utensílios de café.

Encarnar o espírito de barista e extrair um bom café em casa com os próprios equipamentos de preparo é uma experiência e tanto. O que muitos apreciadores de café, porém, esquecem é que esses utensílios são sensíveis às impurezas e demandam atenção em uma etapa fundamental: a limpeza. A Espresso preparou uma seleção de dicas de como manter os objetos do café em ordem e, principalmente, não se esquecer da regra: sujou, limpou.

Coador de pano

Logo após o uso, ele deve ser escaldado com água quente. Uma técnica eficiente é mantê-lo na geladeira em um recipiente tampado com água, para evitar a proliferação de micróbios. leia mais…

TEXTO Mariana Meira • FOTO Daniel Ozana/Studio Oz

Café & Preparos

4ª edição do Recife Coffee será lançada neste domingo

Neste domingo (28) começa a 4ª edição do Recife Coffee. Para iniciar o evento, haverá a ação Café na Rua, das 9h às 16h, no Bairro do Recife, que pretende distribuir mais de três mil doses aos participantes, podendo ser espressos, cappuccinos e cafés filtrados no método pernambucano Koar.

A novidade deste ano é que, além da degustação, o evento contará com atividades culturais e educativas. Para isso, haverá um espaço para palestras, que serão ministradas pelos baristas Lidiane Santos, da Kaffe, e Gabriel Althoff, do Café do Brejo. Para quem quiser colocar a mão na massa, pode aproveitar a oficina de pintura com café, realizada pelo artista Abraão Figueiredo. A atividade possui 10 vagas e custa R$ 30.

Outra ação para este ano são os “Desafios Koar”, em que baristas e apaixonados por café poderão se enfrentar para ver quem faz o melhor café no método. O evento também terá espaços de venda do Koar e de outros produtos, como canecas, camisetas e equipamentos Pressca.

Confira os horários:

9h Abertura
9h30 1° Desafio Koar
10h30 Palestra “Treinando o paladar: os primeiros passos de um coffee lover”, com Lidiane Santos
11h30 Oficina de pintura de café, com Abraão Figueiredo
13h 2° Desafio Koar
14h Palestra “Início do café especial em Pernambuco: criando um deserto fértil”, com Gabriel Althoff
15h 3° Desafio Koar

Recife Coffee

Com realização entre 2 de maio e 2 de junho, o Recife Coffee visa promover as casas e os cafés da região. Neste ano, o roteiro conta com 35 cafeterias das cidades do Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Porto de Galinhas e Petrolina. Na ação, as sugestões dos baristas (café + salgado + sobremesa) dos locais participantes saem por R$ 25,90. Veja abaixo a lista de lugares desta edição:

Jaboatão dos Guararapes: Fridda Café 
Olinda: Olinda Café e Zoco Café
Petrolina: Café de Bule
Porto de Galinhas: Café da Moeda e Moinho do Porto
Recife: A vida é bela, Amai Café, Café com dengo, Castigliani, Café do Bonde, Café do Brejo, Café Lumiére, Café mais Prosa, Cordel Cafés, Coffee Cube, Confitaria Cake and Coffee, Dom Afonso Café, Ernesto Café, Fervo Coffee Shop, GrãoCheff, Kaffe, Ella Café,  Lalá Café e Cozinha Afetiva, Leiva Café, Livraria da Praça, Livraria Jaqueira, Mon Cher, Malakoff, Na Venda Café, Orgânico 22 e Tokyo’s Café.

O festival conta com parceria do Sebrae, apoio da Prefeitura do Recife e patrocínio da Atilla, CoffeeBar, Koar, Pressca, Santa Rita, Bela Vista e Terra Alta.

TEXTO Redação • FOTO Felipe Ramos

Café & Preparos

Sabe como o café era torrado?

Torrar é um processo complexo, científico, com conceitos que mudam o tempo todo, e que exige atenção e cuidado no preparo. Segundo o campeão brasileiro do Campeonato de Torra, Donieverson Santos, no momento da torra do café, é necessário observar as condições da máquina de torra, saber o máximo de informações sobre a matéria-prima que tem em mãos, adequar a temperatura de entrada para iniciar o processo, observar se há algum vazamento de gás e se há recursos para agir em segurança durante todo o processo. “Ou seja, todo cuidado é necessário”, completa.

A torra dos grãos verdes é um processo de ruptura da estrutura molecular do café através do calor. A elevação da temperatura em intervalos de tempo faz com que ocorram diversas alterações físico–químicas nos grãos, como perda de peso, pela evaporação da água, pelo aumento do volume e pela liberação de certos gases. O tempo e a temperatura são os aliados para determinar o grau da torra e as características da bebida.

Funcionários da alemã Probat analisam a torra do café

E a torra do café antigamente?

Não existem muitos relatos ou arquivos sobre como era esse processo. O que pudemos notar é que antigamente o café era torrado em tacho e em panela de ferro, moído no moinho manual, a água do preparo já era adoçada com rapadura e, pronto, tínhamos o café. leia mais…

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Probat

Café & Preparos

Cup Tasters: confira a grade de competição!

Atenção competidores do Cup Tasters, já temos a lista com a grade de competição dos dias 2 e 3 de maio! Fiquem atentos aos nomes e horários, a organização recomenda chegar pelo menos 30 minutos antes do horário agendado. O competidor que não se apresentar quando chamado poderá ser desclassificado.


*Mobile: para visualizar a tabela, melhor a opção paisagem!

Na sexta-feira (3/5) teremos as Quartas de Final a partir das 10h45. Semifinais às 13h45 e 14h30. A grande final será às 15h15. A Revista Espresso é mídia oficial do Campeonato, fique atento ao nosso Instagram e ao Youtube da Tv Espresso.

O Campeonato é realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA). A ação integra o Projeto Setorial “Brazil. The Coffee Nation”, desenvolvido em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A O’Coffee é anfitriã do evento e os apoiadores são AMSC, BUNN e Revista Espresso.

TEXTO Redação