Receitas

Caipirinha de 3 limões

Ingredientes
– 1 limão-taiti
– 1/2 limão-siciliano
– 1/2 limão-cravo
– 30 g de açúcar refinado
– 100 ml de cachaça branca
– Gelo para completar o copo

Preparo
Corte os limões em quatro e coloque-os em um copo longo. Adicione o açúcar e, com um macerador, esmague bem os limões para que soltem todo o seu suco e o açúcar se misture bem com ele. Complete o copo com gelo, coloque a cachaça de sua preferência e mexa bem!

Rende 1 copo

FOTO Daniel Ozana/Studio Oz • RECEITA Rodrigo Oliveira, do Mocotó

Mercado

Burger King lança serviço de assinatura de café nos EUA

A rede de fast food Burger King lançou, nos Estados Unidos, um serviço de assinatura de café. Ao se inscrever no programa do BK Café, por meio do aplicativo da empresa, os usuários podem desfrutar de uma xícara diária de café quente por um total de US$ 5 por mês.

Para comprovar que a novidade vale a pena, a empresa fez as contas e mostrou que se o cliente optar por ir ao Burger King todos os dias durante um mês de 30 dias, ele pagaria menos de 17 centavos por xícara de café por dia.

“Continuamos aproveitando a tecnologia para melhorar a experiência de nossos clientes em nossos restaurantes”, disse Chris Finazzo, presidente da rede na América do Norte, em um comunicado. “Estamos orgulhosos de lançar o nosso próprio serviço de assinatura”, completou. O programa não está disponível nas regiões do Alasca, Havaí e Porto Rico.

As informações são do USA Today / Tradução Juliana Santin

FOTO Julian Lopes

Café & Preparos

2ª edição do Festival do Café acontece no Rio de Janeiro

Neste ano, o Festival do Café acontecerá nos dias 23 e 24 de março, no Museu da República, na capital do Rio de Janeiro. O evento, que está em sua 2ª edição, tem como objetivo promover a cultura da bebida e contribuir para que mais pessoas conheçam e apreciem os cafés especiais.

“Nossa primeira edição, realizada no Parque das Ruinas, foi um grande sucesso. Conseguimos oferecer tudo que os apreciadores de café mais gostam em um lugar especial”, relembrou Leonardo Lanzetta, um dos organizadores , que acontece este ano nos jardins do Palácio do Catete. “Essa edição não será diferente. Temos ainda mais participantes e os cafés mais variados”, explicou.

O Festival do Café pretende reunir visitantes, cafeicultores e produtores de iguarias que combinam com a bebida. Para isso, haverá cerca de 30 expositores, palestras com especialistas e muita música. Confira a programação abaixo:

Sábado (23/3)
11h “Benefícios e resultados de uma gestão estratégica em cafeterias” | Bruna Lobianco
14h “A importância do turismo rural para a valorização do café especial” | Vou pra Roça
15h “O novo barista” | Gabriel Guimarães

Domingo (24/3)
11h “Produção de cafés especiais” | Fazenda Paradiso
14h “Cultivo de café arábica ‘do pé à xícara’” | Famiglia Bassoto
15h “Benefícios do café na saúde” | Fernanda Grandra
15h40 “A importância do barista” | Adriana Valinhas

A entrada e as palestras são gratuitas, mas estão sujeitas a lotação.

Serviço
Festival do Café
Quando: 23 e 24 de março
Horário: das 10h às 18h
Onde: Museu da República – Rua do Catete, 153 – Catete – Rio de Janeiro (RJ)
Mais informações e inscrições: www.facebook.com/festivaldocafe.br

TEXTO Redação • FOTO Divulgação

Café & Preparos

Orfeu lança café em homenagem ao pesquisador José Braz Matiello

A marca Orfeu Cafés Especiais lança hoje (19/03) a edição limitada em homenagem ao maior especialista em genética do café do Brasil, José Braz Matiello. O resultado do seu trabalho, que envolve anos de testes e estudos, foi a variedade Acauã, fruto do cruzamento entre duas variedades: Sachimore e Mundo Novo, que teve os testes iniciados em 1982, chegando agora ao mercado.

Acauã é o nome de uma ave comum no sertão nordestino e sua resistência à seca foi a inspiração para o nome da variedade. Segundo a marca, a Edição Limitada Matiello traz um café de maturação tardia, com frutos vermelhos vivos e colhidos no seu ponto de maturação ideal. Com uma torra média, ele apresenta acidez e corpo equilibrados, com notas de cacau e baunilha, e atingiu 87 pontos na avaliação da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA).

“O Brasil é o berço mundial da inovação e pesquisa de novas variedades de café. Nesta edição limitada, homenageamos Dr. Matiello, um de nossos cientistas responsáveis por levar cafés raros e premiados à xícara dos brasileiros”, explica Amanda Capucho, CEO da Orfeu Cafés Especiais.

José Renato Gonçalves Dias, diretor geral das fazendas da Orfeu e engenheiro agrônomo, demonstra orgulho ao trabalhar ao lado de Matiello. Em busca de grãos de qualidade, os dois caminham pela plantação para avaliar as melhorias. “A ideia é que o café Orfeu seja voltado apenas para o consumo interno, valorizando cada vez mais nossos grãos. A parceria com o Matiello é ótima, ele avalia diretamente nossa plantação e, assim, usamos a genética a favor, ao lado de uma condição climática que facilita a produção”.

Matiello é pai de outras variedades já lançadas pela Orfeu, como o Arara, Japy e Beija-Flor, e acumula livros e três mil artigos científicos publicados, baseados em cruzamentos naturais para se obter híbridos e não são transgênicos.

Engenheiro agrônomo, Matiello vem de uma família de italianos que trabalhavam na lavoura. Criado no Espírito Santo, seguiu a tradição de cuidar do café e há mais de cinquenta anos acompanha a trajetória do grão em busca de melhorias e novas variedades.

“Para o café Orfeu atuo na parte agrícola, com consultoria para a Fazenda Sertãozinho, em relação a variedades, adubação, em busca da melhoria da qualidade e produtividade”, conta Matiello.  Segundo ele, a ideia é seguir desenvolvendo novas pesquisas, variedades, “e que os produtores se livrem da crise dos preços do café e se motivem para seguir trabalhando”, finaliza.

Curiosidades sobre o café
Tipo: Arábica
Variedade: Acauã
Fazenda: Sertãozinho
Região: Sul de Minas
Altitude: 1.100 metros
Plantação: Talhão do Pomar
Solo: Podzólico
Processo: Cereja Descascado

O café Edição Limitada Matiello de Orfeu pode ser encontrado nas versões grãos, torrado e moído e cápsulas biodegradáveis compatíveis com máquinas Nespresso na loja virtual da marca e nos principais supermercados.

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Lucas Albin/Agência Ophelia

Café & Preparos

Campeonato Brasileiro de Cup Tasters será em maio

Durante os dias 2 e 3 de maio, a cidade de Pedregulho, no interior de São Paulo, sediará o Campeonato Brasileiro de Cup Tasters. Realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), o evento acontecerá na O’Coffee.

A abertura das inscrições será dia 26 de março, às 8h, no site da BSCA. O campeão da modalidade representará o Brasil no Campeonato Mundial de Cup Tasters, em Berlim, na Alemanha, entre os dias 6 e 8 de junho.

Para quem não conhece a competição: os degustadores passam por oito testes triangulares, com o objetivo de distinguir entre três xícaras, aquela que tenha um café diferente, no menor tempo possível, até no máximo 8 minutos.

O atual campeão brasileiro de Cup Tasters, Carlos Henrique da Silva, da Mogiana Assessoria, representou o Brasil na etapa Mundial, que aconteceu em novembro, do ano passado, durante a Semana Internacional do Café, em Belo Horizonte (MG). Carlos chegou a semifinal e ficou em 11° lugar.

Mais informações: www.bsca.com.br

TEXTO Redação • FOTO Gui Gomes

Cafeteria & Afins

Chez Nous Patisserie et Café – Belém (PA)

Ao participar de um curso de pâtisserie e boulangerie em Curitiba, a paraense Jéssica Ferreira teve seu primeiro contato com o universo do café especial, quando, segundo ela, foi amor à primeira vista. Com a novidade na cabeça, juntou a determinação e buscou se aprofundar no assunto com um curso de barista que fez na cafeteria paulista Coffee Lab.

Com a intenção de unir os aprendizados de confeitaria com o novo mundo dos cafés, a jovem decidiu abrir um espaço próprio. Como a capital paranaense já estava fervendo com a 3ª Onda, Jéssica apostou no tímido mercado paraense e abriu, em julho do ano passado, a Chez Nous.

O espaço foi montado com o objetivo de oferecer algo diferenciado à cidade, tanto estrutural quanto conceitualmente. “Queríamos que todos se sentissem parte do lugar. Se sentissem em casa”, conta a proprietária, que escolheu o nome francês Chez Nous por significar “nossa casa” em português. As paredes levemente decoradas e as luzes penduradas ajudam a dar um toque simples e aconchegante ao local.

Para beber e comer
A Chez Nous busca trabalhar de maneira simples com os cafés, para que os clientes sintam o verdadeiro sabor e o aroma da bebida. Disponibiliza sempre quatro opções e os grãos são trocados a cada mês, alternando os produtores e as regiões. A torra fica por conta da cafeteria parceira Amika Coffeehouse, localizada em Fortaleza (CE).

Servidos por uma turma de baristas treinada e capacitada, os frequentadores podem experimentar o carro-chefe nos métodos hario v60, clever, french press e espresso, tirado de uma Sanremo. Também estão disponíveis opções como cold brew e bebidas à base de espresso (cappuccino, moca, mocaramelo, frapê de café e latte caramelo gelado).

A cozinha prepara todos os produtos oferecidos no estabelecimento, até mesmo as caldas que complementam alguns drinques. No cardápio de comidinhas, itens salgados e doces, entre eles tapioca, crepioca, quiches, sanduíches, bolos e tortas.

Informações sobre a Cafeteria

Endereço Rua Cônego Jerônimo Pimentel, 188
Bairro Umarizal
Cidade Belém
Estado Pará
País Brasil
Website http://www.facebook.com.br/cheznous.belem
Telefone (91) 98072-2121
Horário de Atendimento De segunda a sábado, das 15h às 20h30
TEXTO Gabriela Kaneto • FOTO Divulgação

Mercado

Evento busca conectar mulheres do setor de produção de alimentos

Aproveitando que estamos no mês da mulher, o Food Female – mulheres que se conectam busca engrandecer aquelas que produzem, cozinham, servem, criam e cooperam para alimentar o mundo.

Realizado no dia 19/3, das 10h às 21h30, na cidade de São Paulo (SP), o evento pretende unir diversas frentes da cadeia de produção do alimento para entender as lacunas existentes, falar com a indústria e conectar os participantes.

A programação contará com entrevistas e palestras, com mulheres especialistas; rodadas de negócios, para quem quer ser empreendedor no setor; loja colaborativa, com marcas feitas por mulheres; e um happy hour, momento para trocar cartões e fechar negócios. Confira os horários abaixo:

Palestras e conversas:
10h00 Regerando a terra e o homem | Keila Malvezzi, Comida Da Floresta
Convidadas: Sandra Maria (Pesquisadora) e Valéria Paschoal (Nutricionista)
11h00 Cozinha Social Ambiental | Daniela Leite, Comida Invisível
Convidadas: Lis Cereja (Enoteca San VinSaint) e Cláudia Visoni (Jornalista e ambientalista)
12h00 Precisamos falar sobre nossa relação com a comida | Manoela Figueiredo
Convidadas: Marle Alvarenga (Nutricionista) e Helena Jacob (Jornalista e professora)
13h às 14h30 Almoço
14h35 Educação: Rosa Moraes (Laureate International Universities)
Convidadas: Janaína Rueda (Bar da Dona Onça), Adélia Rodrigues (Gastronomia Periférica) e Aline Cardoso (Secretaria Municipal do Desenvolvimento – SP)
15h35 Indústria | Convidada em confirmação*
16h15 Coffee break
16h30 Novos negócios na era digital – Thaís Azevedo, UBER EATS
17h15 Repense seu formato| Patrícia Abbondanza Food Lab
Convidadas: Helena Mattar (Assessora de comunicação gastronômica) e Camila Dutra (Feito com Amor)
16h30 Do serviço | Gabriela Monteleone (D.O.M)
Convidadas: Patrícia Durães (Clandestino Restaurante) e Valéria Gonçalves (Giulietta)

Rodadas de negócios:
10h às 11h30 Turma I
14h30 às 16h Turma II

Happy hour: 19h às 21h30

Serviço
Food Female – Mulheres que se conectam
Quando: 19/3
Horário: das 10h às 21h30
Onde: Unibes Cultural – Rua Oscar Freire, 2500 – São Paulo (SP)
Mais informações: www.foodpass.com.br/evento/talks-food-famale-2019

TEXTO Redação • FOTO Agência Ophelia

Barista

Agnieszka Rojewska, primeira barista campeã no Mundial

Aga trabalha há mais de dez anos no mundo do café. Engana-se quem pensa que ela parou um dia e pensou: vou trabalhar com isso. “Eu não decidi trabalhar com café, estava apenas procurando uma ocupação de férias no verão em uma lanchonete na estação ferroviária de Poznań, na Polônia. A ideia era que, com o término do verão, eu deixasse aquele trabalho, mas nunca o fiz”, conta.

Tudo na vida de Aga foi por acaso. Sua entrada nos campeonatos foi através de um gerente da cafeteria em que trabalhava. Ele a encorajou, e desde 2011 ela tem participado de diversas competições. “Se não fosse esse incentivo, eu nunca teria começado a disputar. Era muito tímida para estar no palco, isso me tirou da zona de conforto”. O ano de 2018 não foi o primeiro ano que Aga participou de um Campeonato Mundial de Barista. Em 2015, em Seattle, ela ficou em 34º lugar, e, no ano seguinte, em Dublin, ficou na mesma posição. Deu uma pausa em 2017, para voltar em 2018 como campeã.

Foram dois meses de preparação para o Nacional e o Mundial. “Contei com a ajuda das minhas colegas de equipe, Paula e Kamila, e dos meninos do Project Origin e ONA Coffee, Yanina, Sasa, Sam, Hugh, Matthew, Gus”. Sam Corra, que faz parte da equipe de treinamento de Aga e da empresa ONA Coffee, conta que foi um prazer trabalhar com ela.

“Agnieszka foi quem transformou sua performance vencedora. Nós éramos apenas um meio para ela ter sucesso e mostrar seu talento”. Na competição, Aga optou por um café da Etiópia, que, segundo ela, foi o melhor que pôde escolher, com característica intensa de frutas amarelas e doçura. O café foi torrado pela ONA Coffee.

Aga, ao receber o troféu de Campeã Mundial de Barista: “Eu não tenho uma memória muito clara daquela hora, só lembro que olhei para o meu time nos bastidores e eles estavam pulando de alegria. Na minha cabeça havia apenas: o quê? Eu ganhei?”

Em sua apresentação, Aga foi minimalista, com poucos objetos, e mostrou aos jurados como ajustar o estilo de serviço ao nível de experiência que o cliente tem com cafés especiais, compartilhando apenas as informações certas sobre a bebida. “Eu queria oferecer um bom atendimento e, para isso, precisava de uma excelente conexão com meus clientes – também conhecidos como juízes. Para fazer isso, optei por estar na frente deles a maior parte do tempo, não lhes virar as costas e não correr para outras mesas. Acho que é bom durante a apresentação incorporar elementos criativos, desde que se tenha um motivo”.

Aga afirma que não tem como controlar o nervosismo durante uma competição. “Você só precisa saber como seu corpo se comporta sob o estresse. O jeito é repetir o treino, repetir e repetir”. Já no quesito bom profissional, Aga acredita que manter a hospitalidade e as habilidades no atendimento ao cliente, além de sempre aprender coisas novas, é fundamental. “Nós, como baristas, precisamos do mais importante: educação com nossos clientes e um serviço extraordinário, que proporcionará conhecimento e uma grande experiência no momento da degustação do café”.

Sobre o Brasil

Aga participou do Barista Farmer de 2016, que aconteceu na Fazenda do grupo O’Coffee, em Pedregulho, na Alta Mogiana (SP), e confirma a qualidade altíssima dos cafés brasileiros. “Acredito que algumas pessoas subestimam o café brasileiro. Para mim são cafés que trazem uma tendência de sabores em uma direção diferente. No Barista Farmer fiz ótimas amizades”.

(Texto originalmente publicado na edição impressa da Revista Espresso referente aos meses setembro, outubro e novembro de 2018 – única publicação brasileira especializada em café. Receba em casa. Para saber como assinar, clique aqui).

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Jeff Hann para a WCE

Mercado

Dia Internacional da Mulher: 6 ações para comemorar

Hoje, 8 de março, é o Dia Internacional da Mulher. Essa data especial, comemorada em muitas partes do mundo, serve para marcar e relembrar as lutas e conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres, que buscam espaço e reconhecimento até os dias atuais.

Para promover e celebrar todos os avanços conquistados até hoje, muitas ações estão sendo realizadas pelo Brasil. Separamos seis programações para você aproveitar o dia e dar muito valor às mulheres que fazem deste mundo um lugar melhor e mais justo. Girl power!

1- Octavio Café

Foto: Daniel Ozana/Studio Oz

Chamada de “Presenteie uma mulher com um café especial”, a ação tem como objetivo estimular a troca de gentilezas e fortalecer o sentimento de conexão.  A ideia é que os clientes que estiverem em qualquer unidade da rede no dia 8/3 tenham a opção de pagar R$ 10 e escrever um bilhete para presentear qualquer mulher que for à loja no dia.

As mulheres que entrarem na loja serão abordadas pelo barista, que explicará que há um café pago esperando por elas. Recebendo o bilhete, as presenteadas podem escolher qual método deseja tomar.

Serviço
Presenteie uma mulher com um café especial
Quando: 8/3
Onde: – Avenida Brg. Faria Lima, 2996 – Jardim Paulistano – São Paulo (SP)
– Avenida Magalhães de Castro, 1200 – Morumbi – São Paulo (SP)
– Avenida Rebouças, 3970 – Pinheiros – São Paulo (SP)
– Rodovia Santos Dumont, km 66 – Parque Viracopos – Campinas (SP)
Mais informações: www.octaviocafe.com.br

2- Museu do Café

Foto: Ian Lopes

Buscando difundir a história das catadeiras, mulheres que desempenharam um papel essencial na cadeia produtiva do café, a curadoria do Museu do Café apresenta a exposição temporária “Pianistas de armazém: trabalho feminino na catação de café”.

Inaugurada em 2018, a mostra ficará disponível até o mês de abril. Os visitantes podem conhecer as memórias do ofício e das personagens através de recursos audiovisuais que incluem imagens, depoimentos, trechos de notícias e vídeos, tudo isso em um ambiente temático. Gratuita aos sábados, o ingresso custa R$ 10.

Serviço
Pianistas de armazém: trabalho feminino na catação de café
Quando: até o mês de abril
Onde: Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos (SP)
Mais informações: www.museudocafe.org.br

3- Sterna Café

Foto: Daniel Ozana/Studio Oz

Para homenagear o Dia Internacional do Café, a rede de cafeterias Sterna Café organizou um café da manhã especial que acontece amanhã, dia 9 de março, na unidade Sumaré. Na ocasião também serão realizados uma degustação dos métodos de extração da casa e um bate-papo com Cristiane Zancanaro, empreendedora do ramo de cafés especiais. Não é necessário fazer reservas.

Serviço
Café da manhã e bate-papo
Quando: 9/3, às 10h
Onde: Rua Dr. Cândido Espinheira, 338 – loja 3 – Sumaré/Perdizes – São Paulo (SP)
Mais informações: www.sternacafe.com.br

4- Futuro Refeitório

Foto: Lucas Albin/Agência Ophelia

Quer aprender ou aperfeiçoar seu café feito em casa? Conduzido pela barista e torradora Natália Braga, o curso “Coando café em casa”, realizado pela cafeteria Futuro Refeitório, apresenta os grãos da casa e dois métodos coados: Melitta e Hario v60.

A oficina abordará assuntos como diferenças técnicas entre os filtros, importância dos tipos de moagem e processo de extração. Também será realizado um cupping às cegas com quatro lotes da safra 2018/2019.

Serviço
Coando café em casa
Quando: 16/3, às 10h
Onde: Rua Cônego Eugenio Leite, 808 – Pinheiros – São Paulo (SP)
Mais informações: www.futurorefeitorio.com.br

5- Zel Café

Foto: Divulgação

Em parceria com a Livraria do Comendador, a cafeteria paulistana Zel Café está com uma exposição composta por obras do arquiteto, ilustrador, gravurista e fotógrafo Rogerio Bessa Gonçalves. Com o foco da produção sendo a figura feminina, uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher, os desenhos são feitos com aquarela, carvão e café. Todas as artes estarão à venda.

Serviço
Arte com café
Quando: de 8 de março a 8 de abril
Onde: Rua Pamplona, 145 – Jardim Paulista – São Paulo (SP)
Mais informações: www.zelcafe.com.br

6- 3corações

Foto: Vitor Barão

Fruto do Projeto Florada, que engaja toda a cadeia produtiva do café em prol da valorização do trabalho de mulheres cafeicultoras do Brasil, a campanha “Junte-se a elas” oferece a oportunidade de ter uma experiência diferenciada com cafés especiais produzidos por elas, além de conhecer histórias reais de mulheres do setor. Os cafés estão à venda por meio da loja Online Florada. O lucro será revertido igualmente para as 50 produtoras mais bem colocadas na 2ª edição do Concurso Florada Premiada.

Serviço
Junte-se a elas
Onde comprar: www.loja.projetoflorada.com.br

TEXTO Redação

Cafezal

II Fórum Mundial de Produtores de Café já tem data marcada

Durante os dias 10 e 11 de julho, a cidade de Campinas, no interior de São Paulo, será palco do II Fórum Mundial de Produtores de Café. O evento reunirá produtores, exportadores, importadores, compradores, torradores, distribuidores e amantes do café.

Com objetivo de buscar caminhos mais sustentáveis para a atividade cafeeira global, serão debatidos temas como a renda dos cafeicultores, questões socioambientais, clima e sustentabilidade.

Palestras e painéis serão dirigidos por grandes nomes do setor, como Jeffrey D. Sachs, diretor do Centro de Desenvolvimento Sustentável de la Tierra da Universidade de Columbia; Silas Brasileiro, presidente executivo do Conselho Nacional do Café (CNC); e Vanusia Nogueira, diretora executiva da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA).

Além disso, o encontro contará com workshops e sessões de design thinking com temáticas voltadas para assuntos do setor: mercado, preços e promoção e aumento de consumo.

O II Fórum Mundial de Produtores de Café é uma realização entre BSCA, Minasul e Conselho Nacional do Café (CNC). Com valor de R$ 850 (incluindo almoço e coffee break), o ingresso pode ser adquirido no site do evento. A Revista Espresso e o portal de notícias do setor CaféPoint são as mídias oficiais do evento.

Serviço
II Fórum Mundial de Produtores de Café
Quando: 10 e 11 de julho
Horário: 6h30 às 19h (dia 10), 8h às 17h (dia 11)
Onde: Royal Palm Hall – Campinas (SP)
Mais informações: www.worldcoffeeproducersforum.com.br

TEXTO Redação • FOTO Vitor Barão