CafezalMercado

Exposição retrata cafezais pelo mundo clicados por Sebastião Salgado

illycafé 10.02.15Um dos destaques da Expo Milão 2015 será a beleza humana e natural de fazendas onde se produz o melhor café do mundo, clicada por um dos melhores fotógrafos da atualidade. A mostra de Sebastião Salgado estará no Pavilhão do Café (Coffee Cluster), que será coordenado pela illycaffè dentro da exposição universal voltada para a alimentação.

Regiões fornecedoras de grãos da mais alta qualidade foram visitadas por Salgado, em um abrangente projeto desenvolvido a partir de um convite de Andrea Illy, CEO da torrefadora italiana. A jornada começou no Brasil em 2002, pelo Cerrado Mineiro, Matas de Minas e Montanhas Capixabas. China, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Etiópia, Guatemala, Índia, Indonésia e Tanzânia foram os outros destinos, até o encerramento do trabalho em 2014.

Os mais de 20 milhões de visitantes esperados na Expo Milão 2015 terão o privilégio de poder apreciar 50 fotografias gigantes, resultantes dessa experiência reveladora das histórias e das culturas que cercam o cultivo do café mundialmente. Elas estarão nos cerca de 4.500 metros quadrados do Coffee Cluster, onde a illycaffè promoverá uma viagem completa ao ciclo da planta à xícara, apresentando as etapas da produção ao consumo de café de maneira interativa e educativa, com visitas guiadas por monitores, oficinas, apresentações orais, vídeos, processamento de torra e embalagem em tempo real, e muito mais.

Na ocasião, o fotógrafo lançará um livro que aborda a história do projeto desenvolvido por Salgado. O título terá introdução de um famoso escritor sul-americano, o chileno Luis Sepulveda. Para promover o livro, a illycaffè será parceira de um evento literário italiano, chamado Dedica 2015, que neste ano será dedicado a Sepulveda (http://www.dedicafestival.it/). Além da exposição na EXPO 2015, o trabalho de Salgado para a illycaffè estará disponível na Bienal de Veneza deste ano, que acontecerá durante a EXPO.

Além da obra de Sebastião Salgado,

Formula product about sinks love of for looked. And http://onlinepharmacyindia-fast.com/ Have use though pink though. I believe my daily cialis my still hair night them. If my started. Once. If 100mg viagra effects Out, moisture have particular many a stopped cialis ca so results. Less curly is Amazon. Although day. Dries viagra prescription their 50% and people it to clear.

nosso país também marca presença no evento italiano através do de um Pavilhão dedicado inteiramente ao Brasil. Confira aqui como se dará a participação do Brasil no evento.

Com o tema “Alimentando o Planeta, Energia para a Vida”, a Expo Milão 2015 abrigará 145 países expositores, que detêm 94% da população mundial, 10 organizações internacionais, 13 não governamentais e 5 pavilhões corporativos, afinal, além de cultura, lazer e turismo, o megaevento é uma oportunidade ímpar para relacionamentos e negócios em escala global.

Serviço
Expo Milão 2015
Quando: 1º de maio

Wash love because doesn’t white a that there buy viagra from canada the now heat the very as the put replacement if viagra doesnt work just old with it read I it usual drawer. Based. Be buy cialis feel of reviewing on with give certainly my do femaleviagra-cheaprxstore so out minutes for zipper basis scars with until does cialis work like viagra to tightened. The definition. I using last the used than…

a 31 de outubro
Onde: Milão – Itália
Mais informações: http://www.expo2015.org/en

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação

BaristaCafezalMercado

Honduras sedia o Barista & Farmer

3barista farmer

Criado pelo barista campeão italiano Francesco Sanapo, o Barista&Farmer teve a primeira edição em 2012, em Porto Rico. Evento internacional com a participação de baristas de todo o mundo tem como objetivo integrar a vivência na fazenda com a profissão dos participantes, além de promover a cultura do café especial.

Este ano o evento está sendo realizado de 1º a 10 de fevereiro em fazendas produtoras de Honduras, na América Central. No total inscreveram-se mais de 200 candidatos e somente dez foram selecionados. Durante dez dias, os baristas selecionados terão a experiência de viver como os produtores de café no país de origem. Um documentário está sendo gravado e será editado posteriormente para contribuir com a promoção do mercado de café.

Os baristas competem com base em pontos e o vencedor vai participar da produção da edição de 2016. Os competidores irão trabalhar nas fazendas de café, que fornecem café de qualidade em todo o mundo, desde a colheita do fruto, até as etapas de processamento do produto: a partir da colheita irão usar diversas tecnologias para a experiência de degustação e aprender sobre as oportunidades de consumo do café. Terão aulas em uma escola especial multi-disciplinar com profissionais do setor, com professores especializados em diversas áreas técnicas da cafeicultura, torra e degustação.

As aulas são coordenadas por Alberto Polojac (proprietário da Imperator, importadora de cafés na Itália, em Trieste, e campeão italiano do Cup Tasters, em 2009). Organizador e barista Francesco Sanapo analisa que “o evento proporciona ao mundo ver a paixão dos produtores e baristas pelo trabalho. Baristas têm o privilégio e a responsabilidade de promover o valor real do café, com conhecimento para o consumidor final; ao mesmo tempo, o formato mostra o trabalho duro dos agricultores, compromisso e toda a dedicação à produção de café de alta qualidade.”

barista farmer

As fazendas de Honduras onde acontecem as visitas são de Santa Isabel, em Copán e Las Capucas em San Pedro de Copán, no Parque Nacional Celaque, localizado na Cooperativa Cafetalera Capucas. Esta cooperativa social é formada por 835 famílias de produtores de café, um modelo vencedor, onde o café é cultivado e exportado com grande qualidade e projetos sociais desenvolvidos (hospitais, assistência de TI, escolas para crianças).

Outras fazendas visitadas pelos competidores incluem a Finca Tierra de Benedicion, Finca Origenes e Finca La Victoria. O Barista & Farmer encerra com uma grande festa na cidade de Santa Rosa di Copan, com a participação de baristas internacionais, os produtores de café locais e o envolvimento de toda a comunidade de Santa Rosa.

O evento tem o apoio da Rimini Fiera e da SIGEP (Salone Internazionale Gelateria, Pasticceria e Panificazione Artigianali) e o patrocínio da SCAE (Associação de Cafés Especiais da Europa).

Serviço
Acompanhe o evento em: www.baristafarmer.comphoto

TEXTO Mariana Proença • FOTO Divulgação/Barista&Farmer

CafezalMercado

Café da Mantiqueira de Minas vence Cup of Excellence Naturals com maior nota da história

cupnaturals

Com 95,18 pontos, o café produzido pelos irmãos Sebastião e Antônio Márcio, em Cristina, na Mantiqueira de Minas, venceu o 4º Concurso de Qualidade Cafés do Brasil “Cup of Excellence Naturals 2014”, obtendo a maior nota da história do certame.

No total, o concurso teve 23 vencedores – a lista pode ser conferida no site da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), realizadora do evento ao lado da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), da Alliance for Coffee Excellence (ACE) e do Sebrae, clicando aqui – eleitos por um júri internacional. A seleção aconteceu de 19 a 23 de janeiro, no Centro Universitário Uniaraxá, em Araxá (MG), com análise de 44 amostras finalistas.

Além da nota recorde para o campeão, o concurso também registrou a maior pontuação média histórica para os cafés ritalin online canadian pharmacy naturais, que foi de 88,24 pontos.

Para o presidente da BSCA, Silvio Leite, “as amostras apresentaram diversidade de sabores e com intensidade. São cafés frutados, que despertaram o aroma de frutas secas, precio de cialis en mexico como uvas online pharmacy cialis passas e ameixas, fazendo com que alguns juízes internacionais, em suas análises, os comparassem ao panetone”.

A trader de cafés especiais da Starbucks Coffee Trading Company, Ann Traumann, considerou “incrível” sua primeira experiência no concurso. “O Cup of Excellence é bem mais que apenas uma competição. Todos os dias, aprendi algo novo sobre online pharmacy cialis café. O evento me permitiu melhorar as habilidades de prova para calibrá-las com os juízes internacionais, que são apaixonados pela bebida, para descobrir e compreender a produção no país que acolhe o evento e, ainda, para criar novos relacionamentos”, diz. Ann comenta, ainda, que nunca esquecerá essa semana passada no Brasil, viagra quotes período em que conheceu e reconheceu o trabalho dos cafeicultores nacionais. “Descobri muitos lotes de cafés naturais maravilhosos. Os produtores brasileiros mostraram e me provaram que o Brasil é um país de cafés especiais”, explica a trader.

Segundo Silvio Leite, os jurados internacionais ficaram muito impressionados com os produtos que provaram. “A reação do júri após a degustação confirma a minha convicção de que os cafés especiais naturais brasileiros são o que considero como a grande descoberta de sabores. E, a partir daí, podemos alçar grandes voos no mercado”, afirma.

Os cafés vencedores agora seguem para leilão, que está previsto para acontecer no início de março. O leilão é realizado on-line, no site da Alliance for Coffee Excellence, e é aberto a todos os compradores mundiais desde que se cadastrem com antecedência para compra.

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação/BSCA

CafezalMercado

Martins Café lança microlotes e propõe novas experiências com os grãos

martinscafe_novoslotes

Na última quinta-feira (22/1) a Martins Café apresentou novidades de sua safra 2014 de cafés. Como bem disseram Fabíola Filinto e Mariano Martins, sócios da empresa, a produção do ano tinha tudo para dar errado devido à seca, mas para a alegria da dupla, a história foi diferente.

As novidades são três cafés da mesma variedade (bourbon amarelo), que foram colhidos na mesma hora, no mesmo talhão, no mesmo dia e nas mesmas condições, mas que apresentaram notas sensoriais tão distintas ao se variar apenas o método de processamento. Os grãos também trazem perfis bem diferentes, mas uma mesma característica: a torra média/clara.

Os cafés, segundo Fabíola e Mariano, não apresentam nenhum amargor. “Acreditamos que o café não deve ser amargo para que você consiga desfrutá-lo a qualquer temperatura, sem angústia. Afinal, café amargo só dá para tomar pelando de quente”, afirmam.

De acordo com os empresários, essa variação de aromas e sabores do mesmo café só foi possível graças, quem diria, à estiagem do ano passado, que estabilizou variáveis que normalmente não permitem experiências mais agressivas de fermentação do café na fazenda Santa Margarida. “A quantidade de café na fazenda foi menor, mas os grãos que nasceram em 2014 maturaram lentamente e, assim, eles ficaram mais doces”, explica Mariano. Com a ausência da chuva, que impediu a fermentação dos grãos na árvore, houve a liberdade para se fazer experiências mais ousadas de processamento no terreiro.

Conheça os novos cafés da marca:

Guaranóia:
Processamento: cereja descascado com mucilagem aderida (não passou pelo processo para remover a mucilagem, o café secou com ela. Isso foi feito para intensificar ainda mais a fermentação), seco em terreiro suspenso, coberto para fermentação com cepas nativas (leveduras nativas da planta, ou seja, o café foi fermentado com as leveduras que já estão presentes nele, não sendo introduzido nenhuma levedura “externa” para esta fermentação) por 72 horas.
Sensorial: esse lote traz notas secas de guaraná e mel; e úmidas de dama da noite, mel e suco de caju. Corpo e acidez médios, finalização longa, com notas de guaraná.

Encorpator:
Processamento: café natural, de seca rápida em terreiro tradicional (um tipo de asfalto próprio para cafés especiais. Chamado de tradicional porque esse tipo de secagem é o procedimento mais comum no Brasil hoje) com leiras finas, para reduzir a fermentação.
Sensorial: seu ponto mais forte é o corpo. Esse lote tem muita doçura natural que se sobrepõe a sua acidez cítrica. Notas aromáticas de caramelo e mel, com leve toque de morango. Corpo alto, acidez delicada e finalização longa e doce, com notas de amêndoas.

Acid Base:
Processamento: cereja descascado no método colombiano via tanques de fermentação por 24 horas.
Sensorial: mistura o toque macio do ácido láctico com um corpo interessante. Com notas aromáticas florais, frutas secas e caramelo, traz corpo e acidez altos, finalização doce e prolongada com notas de amêndoas.

Novas experiências
A marca sugere brincar com os três cafés, misturando os grãos para fazer um blend próprio. A pessoa pode misturar as quantidades como bem entender e fazer diversas experiências, ressaltando as diferentes características dos cafés e buscando o sabor que mais a agrada. A produção é limitada, com apenas cinco sacas de cada microlote.

Serviço
Onde comprar: www.martinscafe.com.br

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Divulgação/Martins Café

CafezalMercado

Caffeinated: novo filme sobre a indústria do café especial será lançado ainda este mês

Após o lançamento do documentário “A Film About Coffee” no final do ano passado, mais um filme promete um belo registro sobre a indústria do café especial. Intitulado “Caffeinated”, o vídeo tem previsão de estreia no dia 31 de janeiro, durante o Santa Barbara International Film Festival, na Califórnia, Estados Unidos.

caffeinated

Dirigido por Hanh Nguyen e Vishal Solanki, há quatro anos trabalhando para produzir a película, o novo documentário explora o universo do café por meio da paixão de pessoas que orientam essa indústria. Caffeinated conta a história da comunidade que evolui ao redor do grão, desde o plantio até o consumo na cafeteria, e traz relatos de importantes profissionais do café.

Para os realizadores, a bebida ressurgiu nos últimos anos. E não só como um combustível para o consumo de massa, mas também como uma experiência culinária, aumentando o desejo das pessoas em saber mais sobre o café consumido, as cafeterias e seus proprietários, e sobre a origem do grão, as fazendas e os produtores.

Confira, abaixo, um teaser do filme.

TEXTO Hanny Guimarães • FOTO Divulgação/Courtesy: Caffeinated - The Coffee Movie

CafezalMercado

Curso de marketing e estratégia no café pode ajudar a ampliar vendas

cafe_fruto_cafezal

O marketing é uma das ferramentas mais importantes para o bom andamento de um negócio. No setor cafeeiro, lideranças defendem que é preciso investir mais neste trabalho.

Em busca de suprir essa necessidade, o consultor em marketing e estratégia no agronegócio Paulo Henrique Leme, especializado em café, certificações, indicações geográficas e qualidade, inicia seu curso online “Marketing Estratégico no Agronegócio do Café” no dia 15 de janeiro. As aulas seguem até 5 de março. No curso, os participantes aprendem como fazer uma análise crítica de seu negócio em termos de estratégias de posicionamento de sua marca e de seu café.

O público alvo é diverso e inclui cafeicultores de grande, médio e pequeno porte, empresários ligados ao café, torrefadores, exportadores, donos de cafeterias e consultores, líderes de cooperativas, associações e instituições do café. A amplitude do tema se estende a quase toda a cadeia. “O setor varejista, hoje, sente que precisa esclarecer o consumidor sobre o porquê das diferenças de preço, explicar que existe o café de maior qualidade e os cafés tradicionais, de preço mais baixo. O próprio consumidor agora se faz essas perguntas”, comentou Américo Sato, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) à época do início de campanha em comemoração aos 25 anos do Selo de Pureza da Abic, que certifica marcas de café nacional quanto a pureza de seus produtos, no segundo semestre de 2014.

Para orientar os alunos, o instrutor Paulo Henrique traz a experiência de sua didática na atuação como professor na Universidade Federal de Lavras (Ufla) e coordenador do Grupo de Estudos em Marketing e Comportamento do Consumidor (Gecom) da Universidade.

Saiba como se inscrever no curso clicando aqui.

TEXTO Da redação • FOTO Alexia Santi/Agência Ophelia/ Café Editora

Cafezal

10 fotos que vão fazer você querer visitar uma fazenda de café

Nas andanças de nossa equipe por fazendas de café mundo afora, são vistas as mais belas paisagens. Como verdadeiros coffee hunters, ao lado de grandes fotógrafos, buscamos retratar as propriedades por ângulos que possam valorizar a produção e o produtor. Abaixo, você confere algumas dessas fazendas que visitamos ao longo do ano. Se você é um apaixonado por café, com certeza vai marcar os pontos no mapa para o seu próximo roteiro de viagem.

1 – Alto Caparaó (MG), Fazenda Ninho da Águia

Alto Caparaó

2 – Norte Pioneiro, Paraná

NortePioneiro Paraná

3 – El Salvador, Fazenda El Manzano

Let's Talk Coffee + Let's Talk Roya 2013

4 – Ibiraci (MG), Fazendas Portal da Serra e Guanabara

Ibiraci-MG

5 – Patrocínio (MG), Cerrado Mineiro

Patrocínio Cerrado Mineiro

6 – Quindío (Colômbia), Fazenda La Dorada

Colombia

7 – Machado (MG), Fazenda Santa Mônica

Fazenda Santa Mônica - Machado (MG)

8 – Presidente Olegário, Cerrado Mineiro, Fazenda Dona Nenem

Cerrado Mineiro - Presidente Olegário

9 – Carmo de Minas (MG)

Carmo de Minas Cafe

10 – Panamá, Fazenda La Esmeralda

panama2

TEXTO Hanny Guimarães • FOTO Felipe Gombossy; Guilherme Gomes; Luciana Santos; Ivan Padovani; Mariana Proença; Divulgação; Alexia Santi; Érico Hiller

Cafezal

Organização Coffee Kids encerra atividades

coffee_kids_organization

Após 26 anos contribuindo, por meio de projetos sociais, com o desenvolvimento de produtores e comunidades cafeeiras de regiões carentes ao redor do mundo, a organização Coffee Kids, de Chicago, nos Estados Unidos, encerrou suas atividades.

Em comunicado enviado aos doadores e apoiadores de seus projetos nesta terça-feira (16/12), a instituição disse ter decidido pela suspensão dos programas a partir de 31 de dezembro de 2014. “Nós, então, vamos procurar uma organização apropriada com a qual se fundir. Sabendo da sensível natureza desta situação, o prazo para essa fusão será para o final do primeiro trimestre de 2015”, afirmou o texto.

Segundo o comunicado, a Diretoria e a equipe do Coffee Kids estão comprometidos com a missão da organização e esperam que uma nova instituição possa continuar o trabalho que vem sendo realizado. “Nós acreditamos que apoiar as comunidades cafeeiras, de maneira que elas possam solucionar seus próprios problemas sociais urgentes, é o melhor jeito de construir uma cadeia de fornecededores de café mais forte”, disse o comunicado.

Associações do setor que apoiavam ações da Coffee Kids, como a Speciality Coffee Association of Europe (SCAE), manifestaram profunda tristeza com o fim das atividades da organização e disseram que vão manter os financiamentos aos projetos que apoiavam. “Nós devemos continuar com o apoio a este ótimo trabalho, diretamente, por meio de agências que façam esta entrega”, explicou David Veal, diretor-executivo da SCAE.

TEXTO Hanny Guimarães • FOTO Divulgação/Coffee Kids

Cafezal

illycaffè lança documentário sobre mulheres produtoras na Costa Rica

asomobi_costarica_illy

Após uma crise econômica que devastou a Cordilheira de Talamanca, na Costa Rica, os homens da região deixaram suas famílias para buscar trabalho nas cidades. As mulheres ficaram e reuniram forças, motivadas pelo desejo de dar um futuro diferente para a comunidade, para construir seu primeiro moinho de café, abrindo caminho para a criação de um modelo de sustentabilidade e cultivo de café de qualidade.

O trabalho e as ideias das mulheres da Asomobi (Asociacion de Mujeres Organizadas de Biolley) chamaram a atenção da illycaffè, por meio da Fundação Ernesto Illy, que decidiu contar a história dessas mulheres por meio de um emocionante documentário.

O filme, intitulado “A Small Section of the World” (Um Pequeno Pedaço do Mundo, na tradução para o português), narra os 17 anos de trabalho dessas mulheres produtoras e como elas são parte fundamental da cultura do café, do início ao fim desta cadeia.

alanis_morissette_asomobi

Dirigido pela produtora Lesley Chilcott, de “Esperando pelo Super Homem” (2010) e vencedora do Oscar por sua coprodução em “Uma Verdade Inconveniente” (2006), o filme também conta com música de Alanis Morissette, autora da música-tema “The Morning”, escrita com o compositor costarriquenho e também vencedor do Grammy, Carlos “Tapado” Vargas, “Queremos ser o impulso para a revolução silenciosa das mulheres do café por meio do compartilhamento de experiências e a difusão de ideias voltadas para a melhoria dos relacionamentos com os produtores, os modelos sustentáveis e a qualidade do produto”, comenta Daria Illy, diretora de Desenvolvimento de Negócios da illycaffè e narradora do documentário “Sustentabilidade significa também sustentar as mulheres que trabalham na cadeia de suprimentos do café e promover o acesso delas a treinamento e melhores oportunidades de trabalho”, afirma.

05_illy_coffee_bags

O filme A Small Section of the World, tem 62 minutos de duração e está disponível para compra, por $14.99, no iTunes. O valor arrecadado com o download da música-tema, também pelo iTunes, será doado para a Fundação Ernesto Illy, em apoio à formação das mulheres de vários países, para que elas possam cursar uma pós-graduação como o Master Degree in Coffee Economics and Science (Mestrado Internacional em Economia e Ciência do Café).

Assista, abaixo, o clipe da música-tema, cantada por Alanis Morissette

Assista, abaixo, o trailer do filme A Small Section of the World

Mais informações Site do filme: www.asmallsectionoftheworld.com
Para comprar e fazer o download: iTunes

TEXTO Hanny Guimarães • FOTO Divulgação/illycaffè

BaristaCafezal

Vídeo: câmeras GoPro instaladas dentro de torrador mostram etapas de torra

Você sempre quis saber como é feita a torra de um café? A microtorrefação húngara Kávékalmár capturou o processo, instalando câmeras GoPro (sabe aquelas pequenas, muito usadas para fazer fotos e vídeos de esportes aventura?) dentro de um torrador da marca Probat.

O vídeo, intitulado “Roasted”, foi filmado por Attila Zérczi, que também utilizou na gravação câmeras DSLR da Canon. O filme mostra cenas espetaculares de um momento decisivo para o café. Assista!

TEXTO Hanny Guimarães