BaristaCafé & Preparos

Baristas servem cafés especiais de graça nas ruas de SP

baristas na rua

Nesta sexta-feira (10/4), acontece o segundo encontro do Café na Rua, projeto idealizado pelos baristas Lucas Salomão e Andreson Ramos, com apoio de outros colegas baristas, jornalistas, produtores e profissionais do setor, em São Paulo (SP). A ideia do trabalho é promover os grãos especiais do Brasil e atrair o interesse de mais pessoais pelo café, elaborando a bebida na rua, em diversos métodos de preparo, e oferecendo gratuitamente ao público.

O encontro, agora, deve ser realizado toda segunda sexta-feira do mês, em uma das avenidas mais importantes e movimentadas da capital, a Avenida Paulista.

baristas na rua3

A proposta de divulgação dos cafés especiais fez muitas pessoas aderirem ao primeiro encontro. Agora, os amigos não só apostam mensalmente na proposta, como também confeccionam camisetas para a reunião.

baristas na rua2

Serviço
Café na Rua
Data: toda segunda sexta-feira do mês
Endereço: Esquina da Avenida Paulista com a Rua Augusta, em frente ao Banco Safra, São Paulo (SP)
Horário: das 16h às 19h
Mais informações: www.facebook.com/cafenaruasp

TEXTO Da redação • FOTO Café Editora

BaristaCafé & Preparos

Exclusivo no site: + Para moer na hora

e47_20150130_moedores_18890a

A cada edição da Espresso recebemos diversas perguntas dos leitores sobre preparo de café, equipamentos, lugares, entre outras dúvidas, e uma das questões mais frequentes é: qual moedor comprar? Para ajudar na escolha, a nova edição da revista – já nas bancas, livrarias e cafeterias do País – traz um teste com diversos moedores, de modelos variados, de pequeno porte e alguns que até podem ser usados em cafeterias. Se você adora preparar um bom café, certamente, vai gostar da matéria. Além dos seis moedores testados para a edição, nossa equipe experimentou mais dois equipamentos que disponibilizamos exclusivamente para o leitor do site Espresso. Confira abaixo.

+ Veja mais moedores

CUSINART

Cuisinart
Peso aproximadamente 700g
Voltagem 110V
Recipiente adicional para pó de café Não
Sugestão de quantidade de café a ser moído Não
Manual ou elétrico Elétrico
Balança para pesar o café Não
Limpeza Fácil
Tipo de lâmina Simples
Praticidade de uso Prático
Tampa articulada Básica
Base com porta-fio Não (o fio mede 60m)
Design básico
Material Aço Inox
Preço R$ 159 (Spicy – www.spicy.com.br)
Avaliação geral material de fácil limpeza; não possui níveis de granulometria, mas por meio de tempo de moagem permite certo ajuste de moagem do grão (grosso – 10 segundos -, médio – 20 segundos -, e fino – 30 segundos); tem capacidade de moagem para até 70 gramas de grão por vez. Prático de ser utilizado em casa e garante moagem fresca.

HARIO

Hario Ceramic Slim
Peso aproximadamente 250g
Recipiente adicional para pó de café Sim
Sugestão de quantidade de café a ser moído Sim
Manual ou elétrico Manual
Balança para pesar o café Não
Limpeza Fácil
Tipo de lâmina Cônica
Praticidade de uso Prático
Tampa articulada Sim
Design Moderno, simples
Material Acrílico
Preço R$ 169,80 (Café Store – www.cafestore.com.br)
Avaliação geral Prático para ser levado para qualquer lugar; ideal para casa ou para levar em viagens, com possibilidade de ajustes na granulometria para preparo de diversos métodos como, coado, french press, aeropress; possui capacidade para moer até 24g; design ergonômico que se adequa ao uso manual.

+ Como limpar o seu moedor

20130628-espresso-3057a

Mantenha o equipamento sempre limpo, principalmente a cada mudança de café utilizado para não ter interferência de sabores. Um pincel é uma boa ferramenta para a limpeza interna e externa da máquina, em torno das lâminas e outros locais de difícil alcance. As peças removíveis de certos moedores podem ser lavadas em água quente e secadas naturalmente. Fique atento às orientações do manual de cada aparelho.

+ Entenda a diferença entre os tipos de lâmina

IMG_2309

Lâmina Cônica

Permite uma moagem mais irregular, quando comparado com a lâmina flat. Essa irregularidade permite melhor acomodação das partículas no porta-filtro ou no coador. É o moedor mais adequado para o preparo de espresso, devido sua característica de melhor acomodação dos grânulos. Costuma ser o mais indicado para cafeterias.

_MG_5090

Lâmina Flat
Permite moagem por meio de dois discos, sendo um fixo e outro giratório. O atrito entre eles promove a trituração do grão. A granulometria pode ser controlada através do ajuste dos discos, sendo uma opção para quem quer fazer diferentes métodos de extração. O processo da moagem é preciso, rápido e prático.

IMG_1478

Lâmina Simples

Lembra a lâmina de um liquidificador. Em formato de hélice, é prático, simples e tem bom custo/benefício para uso doméstico, mas não permite muitos ajustes de granulometria, dificultando uma moagem adequada para diferentes tipos de preparo de café. A espessura dos grânulos é determinada pelo tempo que o aparelho permanece acionado: quanto maior o tempo, menor a granulometria. Deixa grãos mais grossos externamente e mais finos internamente. É utilizado para moer pequenas quantidades de grão. Equipamentos com esse tipo de lâmina, geralmente, tendem a ter um aumento de temperatura durante a moagem, por isso, é ideal realizar pequenas pausas durante o processo.

TEXTO Natália Camoleze • FOTO Daniel Ozana/Studio Oz e Olga

Café & Preparos

Mestre Queijeiro terá nova harmonização de cafés especiais e queijos artesanais

Harmonizacao Donostia A Mercearia Mestre Queijeiro, em parceria com a True Coffee Brasil, realizará novas aulas de degustação de cafés especiais e queijos artesanais no dia 4 de abril, no bairro de Pinheiros, em São Paulo. Uma harmonização entre cafés e queijos já foi realizada no último mês e, devido ao sucesso de público, uma nova turma foi aberta. No evento, serão degustados três cafés diferentes, preparados no método filtrado Hario V60 pelo barista Ton Rodrigues, e três tipos de queijos, selecionados pelo especialista Bruno Cabral que, ao lado de Ton, orientará a prova. Serão abertas duas turmas (10h e 18h), compostas por até 10 participantes. As aulas são acompanhadas de explicação teórica, com um comparativo entre os cafés e queijos nacionais. Serviço Onde: Mercearia Mestre Queijeiro Endereço: Rua Simão Álvares, 112, Pinheiros Investimento: R$ 40 Contato: (11) 2369-1087; (11) 9-8531-8698 ou truecoffeebrasil@gmail.com

TEXTO Da redação • FOTO Felipe Gombossy

Café & Preparos

Conheça os vencedores do concurso cultural #1_cafenoverao

A Revista Espresso, em parceria com Marina Klink, idealizadora do perfil @1_cafe_e_a_conta no Instagram, realizou um concurso para eleger as 10 melhores fotos publicadas com a hashtag #1_cafenoverao. Centenas de imagens foram publicadas, com muitas fotos bacanas dos internautas, mas apenas 10 imagens foram escolhidas para receber 1 ano de assinatura da revista Espresso. Fique por dentro dos próximos concursos e compartilhe o seu amor pelo café. Os ganhadores devem enviar e-mail para: contato@cafeeditora.com.br. São eles: Ana Cristina Carneiro – @acrispc Carla – @calorenzi André Galassi – @andre0gg Cafedoduque – @cafedoduque Cevadaria Beer Store – @cevadaria Fred Ayres – @fredtatagiba Alexandre Fuzil – @fuzil LuizVecchi – @luisvecchi Leonor de Oliveira Doria – @pink_doria Dalton Neves – @daltonn2 Abaixo, confira as 10 fotos vencedoras: mosaico (3)

TEXTO Da redação • FOTO Reprodução/Instagram

Café & Preparos

10 trilhas sonoras para ouvir na sua cafeteria preferida

Coffeeshops

Aqui na redação o trabalho é movido a café e música. Quem trabalha em cafeteria ou vai para um café para trabalhar também sabe que a dupla anda sempre junta, seja com trilha sonora do lugar ou a sua própria nos fones de ouvido. É um estímulo a mais para as tarefas. Por isso, selecionamos 10 playlists no Spotify – esse serviço de música por streaming tem dezenas de playlists para coffeeshops – com músicas que deixam nosso dia mais feliz.

Tem de tudo um pouco… Rock, indie, jazz, bossa-nova, e vários outros temas estão nas listas. Vale fazer a sua conta, escolher a playlist preferida, e perguntar a senha do wi-fi da cafeteria – claro, se estiver sozinho ou não quiser bater um papo com os baristas da casa – para curtir seu café numa boa. E se você tem uma trilha exclusiva e quer compartilhar, fique à vontade!

Barista Blend
O que tem para ouvir: Norah Jones, Nico, Alexi Murdochi, Bob Dylan, Bruce Springsteen, etc.

Your Favorite Coffeehouse
O que tem para ouvir: Joshua Radin, Iron and Wine, Kings of Convenience, Ray LaMontagne, Elliot Smith, The Weepies, etc.

Coffeetable Jazz
O que tem para ouvir: Miles Davis, Bill Evans, Branford Marsalis, Stan Getz, etc.

Coffeehouse Blend
O que tem para ouvir: The Civil Wars, She and Him, Jeff Buckley, Alabama Shakes, etc.

Your Morning Coffee
O que tem para ouvir: Nick Drake, Simon Garfunkel, Sufjan Stevens, The Shins, etc.

Coffee to walk
O que tem para ouvir: Jake Isaac, Shakey Graves, Ryan Corn, Bahamas, etc.

Irish Coffee
O que tem para ouvir: Hozier, Lisa Hannigan, Glen Hansard, Damien Rice, etc.

Roasters Coffee Shop
O que tem para ouvir: James Vincent McMorrow, Ryan Adams, Amos Lee, The Decemberists, etc.

Coffee Shop Music
O que tem para ouvir: Astrud Gilbert, Esperanza Spalding, Billie Holiday, Céu, Frank Sinatra, etc.

Coffee Stains on my Denim
O que tem para ouvir: Jimi Hendrix, Neil Young, The Clash, The Black Keys, The White Stripes, Led Zeppelin, etc.

*Clique no nome da trilha para acessar a lista de reprodução desejada (é preciso ter conta no Spotify. Faça gratuitamente clicando aqui)

TEXTO Redação • FOTO Reprodução/Spotify

Café & PreparosCafezal

Lucca tem edição limitada de campeões do Cerrado Mineiro

Cafés Lucca - Cerrado O Lucca Cafés Especiais lançou neste mês de março a edição limitada de cafés do II Prêmio da Região do Cerrado Mineiro. A cafeteria e torrefação de Curitiba (PR) comprou seis microlotes premiados – 1º lugar da Categoria Natural e também os 2º e 3º lugares da categoria Cereja Descascado, além da Dop Espresso, marca de cafés em cápsulas que leva a assinatura Lucca, arrematar grãos da Categoria Natural no concurso. Esses lotes estão sendo oferecidos em cápsulas e em grão. Entre os cafés, estão três microlotes da Fazenda Dona Nenem (foto), de Presidente Olegário (MG), que faturou o 1º lugar no concurso na categoria Natural, com 91,25 pontos, o 2º lugar na categoria Cereja Descascado, com 88,5 pontos, e a 3º posição também na categoria Cereja Descascado, com 87,7 pontos. A loja, localizada no bairro Batel, ganhou banners que mostram quem são os produtores, falam dos cafés produzidos e do trabalho que os produtores realizam no Cerrado. Os grãos estão sendo comercializados na loja virtual do Lucca e na Dop Espresso. Mais informações: www.luccacafesespeciais.com e dopespresso.com

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação/Lucca

BaristaCafé & Preparos

Rause – Café + Vinho abre inscrições para oficinas de cafés filtrados

Aula de preparo_Rause

As oficinas de cafés filtrados voltaram ao Rause – Café + Vinho, em Curitiba (PR). As aulas, ministradas por Otavio Linhares e Amanda Laffayette, ensinam a manipular os vários métodos de preparo de cafés especiais e também a avaliar os sabores que diferentes técnicas e equipamentos proporcionam à bebida.

Os alunos aprendem, ainda, a compreender como tipos de moagens e filtros distintos influenciam a bebida final.

Neste mês de março, a oficina acontece no sábado (14/3), das 8h às 12h, e custa R$ 190. Confira abaixo as demais datas das oficinas.

Cada participante ganha um exemplar da revista Espresso, um pacote de café Rause, um certificado do curso.

Próximas datas:
11 de abril
16 de maio
13 de junho
11 de julho
15 de agosto
19 de setembro
17 de outubro
22 de novembro
12 de dezembro

Mais informações: otavio@rausecafe.com.br / (41) 3024-0696

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação/Rause Café + Vinho

BaristaCafé & PreparosCafeteria & Afins

Barista paulista vence o 1º Campeonato Brasileiro de Aeropress

Edgar Martins (Urbe Café Bar) é o barista campeão.

Edgar Martins (Urbe Café Bar) é o barista campeão.

A expectativa foi grande para o primeiro campeonato do método Aeropress no Brasil. Edgar Martins, do Urbe Café Bar, de São Paulo (SP) é o grande vencedor da primeira edição. O barista nascido em Piracaia (SP) irá representar o Brasil no mundial, em Seattle, Estados Unidos, no início do mês de abril, com mais 32 países. A vitória foi muito comemorada pela equipe do Urbe Café, cafeteria que nasceu em 2011 com a proposta de servir café de qualidade na região do Baixo Augusta. Uma ideia que no início poderia parecer loucura e que deu muito certo. Fabio Pereira, proprietário da casa, conta que está muito feliz com o movimento da cafeteria, que serve em média, 6 mil xícaras ao mês de dois blends torrados pelo Coffee Lab (São Paulo). O Coffee Lab abocanhou o segundo lugar, com o barista João Perez, que disputou seu primeiro campeonato e é um dos braços-direitos da proprietária da casa, Isabela Raposeiras. O terceiro lugar ficou com Simone de Assis, profissional da Fazenda Ambiental Fortaleza (FAF), em Mococa, SP. Simone tem uma história à parte, que valia outra matéria. Quem nos contou foi o patriarca da fazenda, Marcos Croce, que orgulhoso diz que Simone nasceu na região, estudou na escolinha da fazenda, no projeto social criado por sua esposa Silvia, e hoje é a responsável por toda a exportação do café que sai de Mococa. Uma responsabilidade e tanto. espresso-2 Como funciona As regras do campeonato são bem simples e o clima de descontração contribui muito para o sucesso da competição entre os baristas e profissionais do mercado de café. O campeonato é formado por chaves de três competidores. Eles devem preparar os cafés na aeropress em 8 minutos. O interessante desta competição é que o café é o mesmo para todos os baristas. O que vale é a forma como o profissional o prepara. Aí entram as variáveis de moagem, temperatura da água, tempo de infusão e a pressão na extração. Três juízes avaliam os três cafés, que são servidos em xícaras de prova às cegas, ou seja, o café chega para eles sem saberem quem preparou. Após provarem, cada um vota no seu preferido da mesa e a xícara é levantada. Embaixo dela há uma identificação do barista, que é selecionado para a próxima fase. A emoção de saber de quem é o café e o suspense na hora de revelar são as grandes sacadas deste campeonato. A plateia torce para o seu barista preferido e até o final a expectativa é grande entre todos. aeropress_campeonato_ Campeonato Brasileiro de Aeropress O primeiro ano do Brasil foi de casa cheia, com 18 competidores. A ideia foi encabeçada pelo norueguês Eystein Veflingstad (que hoje vive em Salvador e trabalha na torrefação da Feito a Grão e tem a sua consultoria em café Terceira Onda). Durante a Semana Internacional do Café, em setembro de 2014, ele e Felipe Croce, proprietário da Fazenda Ambiental Fortaleza, amadureceram a ideia de realizar a competição no Brasil. Meses de preparação e muitos contatos depois, o campeonato aconteceu em São Paulo, no Studio FAF, para uma plateia de mais de 80 pessoas da área do café de diversas partes do País. Os juízes foram Eystein, Felipe e Isabela Raposeiras, que provaram 27 cafés para chegar ao campeão. Nas semifinais e finais a missão tornava-se um pouco mais difícil, pois a diferença entre eles era sutil: “mas apesar de ser o mesmo café dá para perceber sabores distintos”, afirma Isabela. Nem sempre a decisão dos juízes foi unânime, mas não houve empate nas rodadas. O suspense e a descontração para revelar quem ganhava cada rodada ficaram por parte do mestre de cerimônias Otavio Linhares (4 Beans, Curitiba-PR). O que é Aeropress? O preparo já é bem conhecido das cafeterias de qualidade pelo País, mas bem pouco popular para o consumidor. Para explicar de forma bem simples, a Aeropress consiste em uma grande seringa, onde o café moído é colocado junto com a água quente, misturado e infusionado; e a extração ocorre após a pressão do barista no êmbolo superior. O método foi criado nos Estados Unidos há somente dez anos, em 2005, por Alan Adler, da Aerobie.
João Perez, Simone de Assis e Edgar Martins.

João Perez, Simone de Assis e Edgar Martins.

Quem foram os participantes Participaram 18 competidores de 10 cidades do Brasil: Jéssica Maciel de Oliveira (Café du Coin, Cascavel-PR), Liana David Macedo (Café Clandestino, Brasília-DF), Bruno Albernaz Gomes Milek (Rause Café + Vinho, Curitiba-PR), Gabriel Gomes Robin (Café Clandestino, Brasília-DF), Amanda Longo Maines (4 Beans Coffee Co.,Curitiba-PR), Zélio Augusto Santana Filho (Uma Origem Ltda, Florianópolis-SC), Eraldo Pereira dos Santos (Espresso Arte, São Paulo-SP), João Francisco de Paula Perez (Coffee Lab, São Paulo-SP), Luciano Salomão (Wolff Café, São Paulo-SP), Juliano Andrei Lamur (Casa Café, Curitiba-PR), Simone de Assis Marcili (Fazenda Ambiental Fortaleza, Mococa-SP), Pedro Paulo Santos Santiago (Autônomo, Niterói-RJ), João Hamilton dos Santos (Sitio Canaã, Caconde-SP), Alex Pereira Santos (Biobarista, São Paulo-SP), Edgar Martins (Urbe Café Bar, São Paulo-SP), Pablo Alejandro André (Laika Café, Brasília-DF), Felipe Pinto de Souza (Have a Coffee, Vitória-ES) e Talita Pereira Machado (Malerba Café, Lorena-SP). Para as semifinais classificaram seis baristas: Eraldo Santos (Espresso Arte), Simone Assis (FAF), João Perez (Coffee Lab), Gabriel Robin (Café Clandestino), Edgar Martins (Urbe Café) e João Hamilton (Sítio Canaã). A final foi disputada por Edgar Martins (Urbe Café Bar), João Perez (Coffee Lab) e Simone de Assis (FAF). Patrocinaram o campeonato: BSCA (Brazil Specialty Coffee Association), FAF Coffees, Isso É Café, Coffee Lab, Terceira Onda Consultoria em Café, Industrial Atilla, DeLonghi, Mahlkönig. Quem criou? O primeiro campeonato de Aeropress foi realizado em 2008, em Oslo, na Noruega. Criado pelo mestre de torra Tim Varney, e apoiado também pelo barista campeão mundial Tim Wendelboe, ganhou muita força e hoje é realizado em 32 países. O Campeonato Mundial de Aeropress 2015 será realizado em Seattle, Estados Unidos, no dia 9 de abril, às 19h, em um espaço de eventos, o Within Sodo. Receita do campeão 15,5 g de café moído pelo um Hario Ceramic Slim. 155 g de água mineral VOSS 80C. Colocar 15,5 gramas de café na Aerobie AeroPress invertido e adicionar 55 ml de água 80 graus, agitar em movimentos circulares 10 segundos, completar com 100 ml de água, girar e passar lentamente 30 segundos. O material jornalístico produzido pela Revista Espresso é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize as redes sociais abaixo, creditando a fonte.

TEXTO Mariana Proença • FOTO Rogério Canella/Café Editora

Café & PreparosCafeteria & Afins

Café cor de rosa: só para elas!

Dia Internacional da Mulher (Latte Arte) Neste domingo (8/3), o Octavio Café preparou uma homenagem para celebrar o Dia Internacional da Mulher. Com mais de 15 métodos de preparo do café, a cafeteria resolveu fugir da cor tradicional do café para impressionar o público feminino com um cappuccino de coloração rosa. Para que fique colorido, é adicionado um corante alimentício ao café. A bebida foi desenvolvida especialmente para a data, uma vez que a casa não serve este tipo de cappuccino normalmente. A substância é adicionada em pequena quantidade à bebida, não havendo alteração no sabor e nem restrições, segundo informações da cafeteria. O café será servido somente no domingo para presentear as clientes que forem ao local. Além disso, elas têm direito a uma taça de vinho que será servida entre os dias 6 e 12 de março, com necessidade de reserva. E você, o que achou da ideia?

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação/Sofá Café

BaristaCafé & Preparos

Divulgada a lista de participantes do I Campeonato Brasileiro de Aeropress

foto_aeropress_campeonato

Baristas de todo o Brasil se inscreveram para a competição que promete agitar o calendário de cafés do País. A organização do I Campeonato Brasileiro de Aeropress divulgou nesta segunda-feira (23/2), a lista dos 18 profissionais que vão disputar uma vaga na competição mundial da categoria, com passagem e estadia pagos em Seattle, nos Estados Unidos, durante a feira da Specialty Coffee Association of America (SCAA).

O café que será utilizado pelos competidores no campeonato nacional é um obatã, de processamento natural, produzido pela Fazenda Ambiental Fortaleza e torrado pela equipe do Isso é Café (foto).

Confira aqui a lista oficial dos participantes, que já conta com cinco ansiosos inscritos na lista de espera para o caso de desistência.

Agora é contagem regressiva para o evento que vai acontecer no dia 7 de março, no Studio FAF, em São Paulo, com previsão de início para às 16h.

Acompanhe novidades do evento também pela página do campeonato no Facebook.

 

TEXTO Da redação • FOTO Divulgação